Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

cadeiras de Philippe Starck (1)

O simples fato de tomar assento, pode-se tornar um ato “artístico”...rss. Acontece que os produtos com desenho de autor de Philippe Starck, podem virar em obras de arte, neste caso as suas incríveis cadeiras. Starck iniciou sua carreira profissional com 16 anos, ganhando o prestigiado prêmio Design de Mobiliário La Vilette em 1965. Porém ficou conhecido mundialmente em 1984, com o projeto para o interior do Café Costes em Paris e suas poltronas Pratfall, cadeiras de 3 pernas, com um certo arzinho art decó. O nosso criador, desenhou a primeira cadeira de policarbonato, chamada La Marie em 1998, para a firma italiana Kartell, de Milão, Itália. Vejam como a colorida cadeira casa bem ainda com ambientes estilo rústico.



A seguir a Louis Ghost, a cadeira de autor mais vendida do mundo, mais de 2 milhões de unidades; desenhada também para a Kartell. Pesquisei na internet e a encontrei com preços desde USD 430 até 860. Atrás desta belezura temos 2 anos de ensaio e pesquisa, usando policarbonat…

Bike de Philippe Starck

O Philippe Starck é realmente um gênio, ele vê antes coisas que outros não souberam ver, o que acham desta bicicleta-patinete ? A engenhosa bicicleta Pibal foi idealizada por este designer francês -na sua infância já desmontava bicicletas, motocicletas e outros objetos- em parceria com o fabricante de veículos Peugeot, com 130 anos de experiência. Quando o modelo saiu à rua, 300 destas Pibals estavam a disposição dos moradores e turistas da cidade de Bourdeaux, capital de Aquitania, uma das capitais europeias da bicicleta.


Philippe vê os objetos quotidianos sob um novo olhar, introduzindo a dimensão da arte em coisas tão corriqueiras como este espremedor de laranjas o qual acabou virando obra de arte. No entanto a Pibal chama a atenção pelas suas jantes e pneus amarelos e, pára-lamas. Com desenho simples e funcional, tem duas velocidades, um dínamo, patas tipo U, bagageiro, apoio para os pés quando usada como patinete. É desnecessário dizer que a difusão no uso da bicicleta ajuda a mel…

Casa de Philippe Starck (2)

Vamos conhecer detalhes das casas pré-fabricadas P.A.T.H. de Philippe Starck + VÍDEO. Nestas plantas simples e racionais, vemos a expertise do Starck, como os dormitórios comunicam direto com a área social, para ter intimidade quando abrir a porta, só vai ser visível uma mesa com cadeira, logo atrás dela a cabeceira da cama.
Enquanto ao preço destas casas P.A.T.H.  é importante sim, desde 2500 até 4.500 Euros por m² , mas você está comprando uma casa “de autor”: uma Philippe Starck, é como dizer uma bolsa Louis Vuitton. Além disso, um produto é caro o barato conforme o que você recebe pelo que paga, ninguém diz que uma Ferrari é cara demais. Se compra a preço de banana um produto ruim, de fato comprou caro. Ainda não podemos esquecer que a moradia é energeticamente auto-suficiente, pode produzir até 50% mais energia da que consume.


A segunda-feira tomando cafezinho com um colega da Califórnia, ele contava para mim, que pela sua experiência lá, a pré-fabricação só seria eficiente no caso…

Casa de Philippe Starck (1)

Esta é a casa PATH Prefabricated Accessible Technological Homes do “enfant terrible” Philippe Starck; uma moradia pré-fabricada eficiente e auto-suficiente desde o ponto de vista energético, foi desenhada para consumir um terço da energia que uma casa convencional. Surgiu duma bela pareceria entre este designer sui generis Starck e a empresa Riko, um dos principais fabricantes europeus de edificações pré-fabricadas sustentáveis de madeira. Philippe Starck gosta de se divertir com seus desenhos, sempre comprometidos com valores éticos e ecológicos, as suas realizações são um mix de poesia, rebelião e beleza. No entanto Riko é uma empresa de alta tecnologia com experiência em isolamento de última geração e tecnologia de produção de energia.




No total o sistema PATH compreende 4 diferentes modelos de casas, com 34 tipos diversos de plantas; com telhado inclinado a uma água ou a duas, ou com cornija, esta chamada de modelo Montfort. Esta cornija esconde os equipamentos de produção de energi…

XV Bench Day

Fonte: Benchmarking Brasil

A Sustentabilidade é questão de liderança, face isso que tal conhecer os cases selecionados para o Ranking Benchmarking 2017 dos Detentores das Melhores Práticas ? Podemos traduzir o conceito de benchmarking por “avaliação comparativa”, significando “o melhor do melhor”. A sustentabilidade de retóricas não faz transformação, então o nosso futuro comum será resultado das nossas praticas no presente. As 10 temáticas gerenciais do Programa Benchmarking são Arranjos Produtivos; Energia; Emissões; Educação e Comunicação Socioambiental; Ferramentas e Políticas de Gestão; Manejo e Reflorestamento; Pesquisa e Desenvolvimento de Novos Produtos; Proteção e Conservação; Recursos Hídricos e Efluentes; Resíduos.
A classificação no Ranking dos 17 cases, vai se revelada no XV Bench Day o 29 de junho de 2017 no Hall Nobre do Tribunal Regional Federal da 3ra Região (TRF3) na Av. Paulista, 1842, 25º andar, São Paulo/SP.
Fantástico: os cases Benchmarking integram o maior banco di…

Orvieto Cittaslow

Este vídeo “Cittaslow il ritmo umano della ricca vita di Orvieto” é sobre esta cidade italiana, berço da organização Cittaslow.
Roma, (askanews)- A vida pulsa com ritmo humano em Orvieto, centro do movimento Cittaslow: mais qualidade, menos frenesi, uma filosofia a cada vez mais internacional. Cá na bela cidade da Úmbria cheia de história e atmosfera, por sete gerações a família Michelangeli entalha a madeira. Gaia Ricetti é a gerente: “A Cittaslow é fundamental para nós, porque não podemos ter a mesma qualidade de produto se não colocamos  o componente slow (lento) em nossa produção." 

Em Orvieto posada sobre um penhasco, o centro medieval está fechado ao tráfego de visitantes; se chega ao topo de funicular, vêm muitos turistas em cada estação para visitar o maravilhoso Duomo e desfrutar duma vida rica quanto medida. Cittaslow também significa não desperdiçar recursos, para o diretor de Cittaslow International Pier Giorgio Oliveti. "Isto é Cittaslow, um ensinamento universal …

Casas Bioclimáticas ITER (4)

Estamos encerrando a visita a este empreendimento das 25 casas bioclimáticas ITER, nas Ilhas Canárias, começando com “El Pueblo” dos arquitetos finlandeses Kaarina Löfström e Markku Kolehmainen, vemos as suas potentes linhas ortogonais, uma moradia simples mas bela. 


Nas antípodas dela, duas descoladas casas, primeiro a “Noche y Día” dos arqs. Pablo Mosquera Arancibia e Francisco J. Fernández Pareja. A seguir “La Estrella“ dos arqs. Marta Puig Adroer e Sergi Serra Casals. Lembrem que é possível viajar e alugar uma casa destas, para vivenciar in loco as suas bondades bioclimáticas. 
Finalmente “El Cubo” dos arquitetos Luc E. G. Eeckhout e Jan Van Den Broeke; e a moradia “El Gavión” dos arquitetos Brian Hemsworth, com participação de Dan Burr e Marck Richard.
Ps.: agora vocês têm a possibilidade de registrar seu e-mail, acima da página no link INSCREVER-SE e, assim receber notificações de novas publicações.


Casas bioclimáticas ITER (3)

Estou publicando dois vídeos das casas bioclimáticas ITER, “La Tea” da arquiteta Anne Mathilde Petri; logo “Alisios” dos arquitetos Madelaine Fava, Daniel Fauré e Gäelle Breton. A outra é a morada “La Geoda” dos arqs. Eduardo Vadillo Ruiz e Joaquín López. Estas são algumas das 25 casas bioclimáticas ITER, é o Instituto Tecnológico y de Energías Renovables; vejam vocês o plano do Cabildo de Tenerife com a localização de cada uma. 
A pergunta é a seguinte, será possível replicar no Brasil esta fantástica experiência de Tenerife, fazendo uma bela parceria entre universidades, governos estaduais, empresas privadas e incorporadoras imobiliárias ? Não estou falando de “boladas” casas conceito, senão de casas reais com a possibilidade de serem alugadas, como se fosse uma pousada, tal e como estas das Ilhas Canárias.

Só tem uma coisa...estou publicando -conforme o meu gosto- as mais lindonas; claro que gostos não se discutem, mas achei uma verdadeiramente feia. O que vocês acham ? Acredito que …

níver de Frank Lloyd Wright

Quer conhecer trabalhos ainda inéditos do mestre Frank Lloyd Wright ? Estou publicando este vídeo de 41 minutos sobre a exposição Unpacking the Archive, no MoMA, The Museum of Modern Art em New Yok.

Fonte: MoMA
Frank Lloyd Wright foi um dos arquitetos mais prolíficos e renomados do século XX, um designer radical e intelectual que abraçou novas tecnologias e materiais, foi pioneiro em sistemas de construção “faça você mesmo”, bem como na experimentação de vanguarda e, avançadas teorias originais sobre os cuidados com a natureza, o planejamento urbano e às políticas sociais. Com motivo do 150º aniversário do nascimento do arquiteto americano em 8 de junho de 1867, o MoMA apresenta Frank Lloyd Wright em 150: “Unpacking the Archive”, uma grande exposição que envolve de maneira crítica sua prática multifacetada. A exposição compreende cerca de 450 obras realizadas feitas entre a década de 1890 até 1950, incluindo desenhos arquitetônicos, maquetes, fragmentos de construção, filmes, vídeos de …

Casas bioclimáticas ITER (2)

Continuamos publicando uma coletânea de algumas das 25 casas bioclimáticas ITER, acompanhada com vídeos. As duas objeções que podem ter os céticos sobre a Arquitetura Bioclimática -a desenhada conforme o clima local- é sobre a sua estética exterior...há milhares de casas diferentes e gostos não se discutem.  A outra é se realmente funcionam a contento, porém estas casas que publico são monitoradas de perto pelo ITER.



Hoje vamos visitar a casa chamada “La Geria”, projeto ganhador do concurso internacional que escolheu estas casas biclimáticas; pertence ao arquiteto César Ruiz-Larrea, Está inspirado em um tipo de construção local de hortas, utilizado na ilha de Lanzarote para proteger as colheitas. O alvo do concurso foi criar um laboratório de casas, adaptadas ao clima local canário e energeticamente auto-suficientes, estabelecendo padrões de desenho da casa tropical, com o acréscimo da monitoração e das lições aprendidas com elas.  Mas por que casas bioclimáticas ? Pois toda vez que a …