Pular para o conteúdo principal

O arquiteto e o sofá



Qual é a ferramenta fundamental no trabalho do arquiteto? Será a prancheta de desenho? Por acaso o micro? Pode ser o notebook? O tablet ?

Pois não gente! A mais importante ferramenta de trabalho do arquiteto sem dúvida é o sofá...rss  As melhores idéias muitas vezes vêm quando você está fora da prancheta ou do micro, longe do escritório, fazendo a barba o no chuveiro...rss. Uma vez li sobre uns engenheiros que faziam caminhada antes de ir ao escritório, e quando eles chegavam lá, seu trabalho rendia mais, tiravam o estresse, fazendo uma vida mais sadia. Conforme pesquisadores alemães, a manhã é a parte do dia mais produtiva, é ótima para matutar ousadias e tomar decisões difíceis; após o almoço a curva do desempenho experimenta uma queda. Ainda não é aconselhável tomar decisões na tardinha ou perto da noite, cansado e com sono. Pelo contrário quando nós acordamos sentimos que esse dia vai ser muito especial, o nosso dia de sucesso ! Também, parece que os executivos gregos não sofrem do estresse por que eles tiram um cochilo logo do almoço...


Então na adianta trabalhar muitas horas seguidas a força de café...até dormindo pouco. A qualquer hora do dia você pode ir ao sofá e pegar um relax...seu corpo e mente vão lhe  agradecer e vai ter brilhantes idéias. Na imagem vemos ao mestre Frank Lloyd Wright debruçado sobre uma prancheta junto aos seus alunos; e a nossa ferramenta de trabalho: o dito cujo sofá.

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Earthship na Argentina (2)

A Earthship -navio terrestre- é uma casa auto-suficiente, capaz de produzir todo o necessário para a subsistência como eletricidade, água, climatização, e até alimentos. Só tem um detalhe...está construída com pneus, terra, vidro, latinhas, materiais salvados do aterro “sanitário”; face isso o idealizador delas Michael Reynolds  é conhecido como o Guerreiro dos Resíduos, Garbage Warrior. 




O desenho é balizado por seis critérios de desenho conforme a imagem acima: materiais de construção naturais e reciclados; energia elétrica solar e eólica; produção de alimentos; calefação e refrigeração geotérmica e solar; coleta das águas de chuva; tratamento do esgoto. Michael Reynolds vai ministrar seu curso teórico-prático construindo a segunda escola sustentável de América Latina em Mar Chiquita, província de Buenos Aires, acima o link de contato.

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?