Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Eficientes escritórios em Milão

Sabem o que temos atrás desta confusa fachada ? Pois um eficiente prédio de escritórios, desenhado conforme parâmetros bioclimáticos.

Este fantástico projeto, mistura de high tech e estratégias passivas, é um projeto do escritório Mario Cucinella Architects; sede da empresa 3M localizado na periferia de Milão, no bairro de Pioltello. Este prédio com 10.300 m² foi o primeiro a ser construído fazendo parte do masterplan desenvolvido pelos arquitetos. A forma e orientação, planta de 105 m. por 21 de largura, permitem um ótimo controle ambiental; as fachadas norte, leste e oeste, tem vidros particularmente isolantes que reforçam a entrada de luz natural, com sistemas de brises de alumínio que providenciam sombreamento. Na fachada Sul, a que recebe mais sol no ano todo, existem terraços descendo desde 5 até 2 andares fornecendo sombra exterior para os escritórios dos funcionários. Ainda esta fantásticas varandas atuam como um amortecedor térmico, que protege o prédio nas rigorosas condições…

Vídeo Passivhaus

A norma Passivhaus tem apoiadores e contrários, este vídeo é um bate-papo com humor sobre isso.

Fonte: Istituto ZEPHIR Passivhaus Italia
Uma troca hilariante de pontos de vista entre o Director da ANCE Emilia Romagna Giovanni Torri e o Director do Istituto ZEPHIR Passivhaus Italia Francesco Nesi: algumas "pequenas" ajustes após definir publicamente Passivhaus como "um conto de fadas que não corresponde à realidade."...É necessário aumentar a informação em todos os níveis.
Ps.: ANCE é a Associazione Nazionale Costruttori Edili.

Cabana elevada na Austrália

Que prazer estar sentado no sofá e curtir as visuais desta praia na Austrália...mas sabiam que esta cabana originalmente não tinha acesso a esta bela paisagem?

O desenho desta cabana foi um desafio e tanto, como conseguir ver o oceano em uma casa de praia já existente, mas sem tocá-la ? A foto acima explica todo...a Dorman House é a história de um casal com uma adorável casa em Lorne, Victoria, na Austrália, só tem um detalhe, o bangalô não tinha vista à praia ! Então o que fizeram eles ? Como combinaram o amor pela oceano vizinho com a sua bem-amada cabana existente ? Aterrizando esta idéia “como construir uma nova casa sem danificar ou demolir a sua amada moradia existente?” Eles contrataram os serviços do escritório Austin Maynard Architects, os quais desenharam uma nova cabana flutuando por sobre a existente, construindo esta caprichada caixa de madeira com 223 m², apoiada em uma estrutura independente, também de madeira.  



Em contraste com as casas vizinhas, foi projetada para o cl…

Reciclagem na Suíça (2)

Este belo celeiro do século XIX na Suíça, foi desmontado e logo volto a montar com o intuito de conservar a sua envoltória exterior.

Possibilitando assim a construção dentro dele duma nova estrutura independente, ficando como uma casa dentro de um envelope; ainda essa separação entre ambas duas capas, possibilitou uma rica mistura espacial de meios andares comunicados uns com outros. Nas imagens e nas plantas podemos ver como cada pavimento tem diversos cantos conectados com uns poucos degraus. É um espaço aberto e continuo, como fazia Frank Llody Wright nas suas prairie houses, organizado em diversos níveis. 



No subsolo do antigo celeiro temos dois dormitórios, no térreo as salas de estar e jantar e a cozinha; no entanto no andar superior, acima da área social e da cozinha, se encontram os espaços mais privados, o quarto e o escritório. O número de novas aberturas adicionais foi minimizado, para evitar desvirtuar o caráter original do celeiro, foram posicionadas de forma de criar uma r…

Reciclagem na Suíça (1)

Vamos conhecer a historia deste antigo celeiro que virou...moradia ! Será ?

Só a expertise e a sensibilidade dos arquitetos do escritório Savioz Fabrizzi Architectes -o talento não se compra na farmácia- conseguiu este milagre. Com certeza podemos dizer sim, que este caso de reciclagem é deliciosa  Arquitetura com maiúsculo. Este é um celeiro original de meados do século XIX, com galerias para secagem do trigo, acho que penduravam as espigas neste vergalhões. Acreditam que esta construção localizada em Praz-de-Fort, na Suíça, foi desmontada e logo volta a montar a poucos quilômetros dali ? Só tem um detalhe, o celeiro original tinha dois andares, mas antes de voltar a montá-lo foi construído um subsolo.. agora são três pavimentos com um total de 84 m². 


O subsolo, construído em concreto aparente, lembra a pedra usada para a base original; foi construído afastado da parede externa, de modo a torná-lo mais discreto. Está ligado ao celeiro por uma faixa de vidros que permite a entrada da l…

Vídeo SEBRAE # 7

Fonte:  Sebrae Sustentabilidade TV
Mais um excelente vídeo do SEBRAE com dicas sobre sustentabilidade, hoje apresentando Gerenciamento de Resíduos. No total são 10 vídeos no canal Sebrae TV. O SEBRAE é o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

Sabem o que temos dentro deste antigo celeiro, meados do século XIX, nas montanhas da Suíça ? Em breve vamos conhecer esta interessante história; me aguardem.

Eficiente Casa Italiana (2)

A casa Biosphera 2.0 pode ser instalada em qualquer lugar do mundo, com seus painéis fotovoltaicos no telhado produz tanta energia como a consumida. + vídeo da Biosphera 1.0

Esta casa italiana do futuro, foi submetida o ano passado a testes em condições ambientais extremas; tais como 20ºC negativos no inverno na comuna de Courmayeur e 40ºC no verão em Rimimi. O módulo habitável foi instalado nas cidades de Aosta, Milão, Turim, e Lugano, para monitorar a qualidade do ar interior em locais com possível contaminação urbana. Durante 12 meses foram coletados dados de 20 parâmetros sobre a envoltória externa do prédio e da fisiologia humana, tais como temperatura, umidade, qualidade do ar, campos eletromagnéticos, partículas, freqüência cardíaca, temperatura da pele, estado emocional. Construída em madeira certificada PEFC, a casa é completada com mobiliário feito de matérias-primas e trabalhos artesanais tradicionais do Valle d'Aosta.


No road show de 12 meses, a Biosphera 2.0 hospedou ma…

Eficiente Casa Italiana (1)

Sabem o que é a Biosphera 2.0 ? Pois é uma mistura de road show e reality show. Mas como assim ?

Se trata de uma casa italiana, um módulo habitável de 25 m² com todos os serviços necessários para viver, eficiente ainda sob condições ambientais extremas, de forma autônoma e sem nenhuma conexão com a distribuidora de energia elétrica. Nos últimos 12 meses leva recorridos seis locais diversos, vejam a programação na imagem, desde o primeiro de janeiro até o 28 de fevereiro deste ano 2017 está em Lugano, a última estação. Os que viajam nestes dias ao norte da Itália, podem dar uma chegadinha até Lugano, uma comuna da Suíça, para visitá-la.


Também é um projeto internacional de pesquisa e desenvolvimento criado a partir do conceito bolado por um time de estudantes de arquitetura do Politécnico de Turim, da starup I3P Be-Eco, da Valleé d’Aoste Structure, e da Universidade de Valle d'Aosta-Université de la Vallée d'Aoste. Com o apoio de ZEPHIR-Passivhaus Italia, Minergie, PEFC,  Aktivha…

Wright no MoMA

Para os que curtem a obra de Frank Lloyd Wright, o que acham de viajar a New York, a conhecer desenhos inéditos dele ?

Sem dúvida  uma oportunidade única pois vai incluir materiais raramente ou nunca antes mostrados publicamente, a serem exibidos em junho numa fantástica exposição no MoMA, o Museum of Modern Art em New York, comemorando 150 anos do nascimento do mestre.  A exposição contará com aproximadamente 450 obras abrangendo desenhos arquitetônicos, modelos, fragmentos de construção, filmes, transmissões de televisão, mídia impressa, móveis, louças, têxteis, pinturas, fotografias e álbuns de recortes. 


O fantástico é como no MoMA é possível fazer três tipos de visitas, a curta, escolhendo uma área ou artista particular, como em nosso caso. Uma visita longa explorando todo o museu de cima para baixo; ou ainda uma visita familiar com um dispositivo móvel grátis para que as crianças possam ouvir áudios. Também é possível ser assinante do museu com direito a ingresso gratuito por um a…

Happy hours com Wright (3)

Qual poderia ser o melhor cliente para um arquiteto ?

Talvez um cliente com muito dindin, como este Avery Coonley, um industrial de Chicago e sua esposa, Queen Ferry, ambos dois herdeiros de fortunas industriais e filantropos, com orçamento ilimitado para encomendar uma nova residência ao mestre Frank Lloyd Wright. 



Mas também é possível sim fazer boa arquitetura com pouco dinheiro, usando expertise e sensibilidade; não devemos confundir “arquitetura pobre” com a “arquitetura da pobreza”. Esta fantástica estrutura do arquiteto Kunlé Adeyemi, a escola flutuante em Makoko, Nigéria, na África, nasceu como um protótipo customizável, com possibilidade de ser replicado e com ajustes pode virar até habitação. É uma leve pirâmide de madeira e bambu de 10 m. de altura e 220 m², sobre uma base apoiada em barris de plástico. Ótima para flutuar na água e ainda resiste às ventanias fortes. Trata-se de um maravilhoso espaço de múltiplos usos, o verde térreo é aberto ao público; tem sala de aulas no s…