Pular para o conteúdo principal

Madri, aeroporto com bambu




Vamos visitar o Terminal T4, um dos quatro terminais do aeroporto de Barajas em Madrid... com forro de bambu.

Desenhado como imagem do aeroporto do século XXI, este telhado ondulante de bambu vai acompanhando os passageiros nos seus deslocamentos pelo prédio, procurando seu conforto bem como sua fácil orientação, mediante a variação das cores dos pilares na zona de embarque. O empreendimento inclui o prédio Terminal T4, um edifício Satélite T4S e um estacionamento para 9.000 carros, com 470.000 m² e projeto do Estudio Lamela Arquitectos em parceria com Richard Rogers Partnership. 



O bambu é um nobre material que pode ser usado estruturalmente, ou como fechamento e acabamento como no nosso terminal. É um material ótimo para construção pelas suas qualidades de resistência, leveza, e sustentabilidade; um material de grande futuro e que ainda permite estruturas anti-sísmicas e fundações reduzidas. Mas como todo material de construção tem seus usos específicos e seus cuidados; neste caso sempre é melhor procurar uma empresa ou profissional com experiência, e melhor ainda ver as construções feitas por ele. Pode-se encontrar em quase todo o mundo; o Brasil é um dos países com maior número de espécies nativas e a maior área de florestas naturais, a cada dia aumenta a quantidade de usuários. 

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Prédio eficiente em Lisboa

Em Lisboa, em 2006, foi construído o Solar Building XXI, este fantástico edifício pode ser considerado atualmente um prédio nZEB. Quer saber o que significa o acrônimo ? Pois nZEB  significa Nearly Zero Energy Buildings, refere aos edifícios com necessidades quase nulas de energia. O edifício foi construído no campus do LNEG, Laboratório Nacional de Energia e Geologia, com projeto dos arquitetos Pedro Cabrito e Isabel Diniz. Trata-se de um prédio energeticamente muito eficiente, com um desempenho energético 1/10 se comparado com um edifício padrão de escritórios; apela a uma combinação de técnicas de design passivo (como a correta orientação conforme o sol...) com tecnologias de energias renováveis, tais como painéis fotovoltaicos e coletores térmicos solares. No inverno para o aquecimento, a fachada principal tem um sistema fotovoltaico com recuperador de calor. No entanto no verão, o arrefecimento utiliza água fria fornecida por um sistema de tubos enterrados, bem como refrigeração …

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?