Pular para o conteúdo principal

Espanha, reabilitação de prédio

Oeste 2012

Oeste reformado ano 2015

Leste 2012

Leste reformado ano 2015

Se temos um prédio que gasta muito din din com energia, será que podemos melhorar sua eficiência energética?

Claro que sim ! Este é um caso de reabilitação, com projeto do escritório Luz y Espacio Arquitectos, de um edifício de 30 apartamentos. Localizado na cidade de Vitoria-Gasteiz, no país Basco, na Espanha; o qual apresentava grandes carências energéticas e de acessibilidade. Logo da reforma de 2015 foi conseguido um patamar de qualidade muito elevado com renovação interior de instalações e serviços. Para minorar os consumos de energia e reduzir as emissões de CO2 foi colocado um revestimento térmico exterior nas fachadas -fachada ventilada- e na cobertura e, eliminadas as pontes térmicas. Com o revestimento e a correta ventilação são evitadas as condensações. Nas fotos vejam as fachadas Oeste e Leste antes e depois da reforma: em 2012 e logo em 2015. 




Para verificar o funcionamento e a eficácia das medidas tomadas foi instalado temporariamente um sistema que permite tele-leitura, coleta e análise de dados, consumos e condições ambientais da habitação, executadas remotamente pelo Departamento de Habitação, Obras Públicas e Transporte do Governo Basco. O maravilhoso é com no caso deste edifício que já nasceu mal pois as fachadas longas devem ser a Norte e a Sul, ainda há chances de melhorar seu desempenho energético; mas, investido dinheiro. Face isso é importante saber, em quanto tempo são amortizadas as melhoras do prédio com as poupanças energéticas atingidas; também são necessários incentivos governamentais.

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Cidade Masdar nos Emirados Árabes Unidos

Estou publicando um vídeo sobre a cidade de Masdar, ainda em construção nos Emirados Árabes Unidos, uma cidade sem carros convencionais...pois há outro tipo de automóveis. Nascendo no meio do deserto como uma milionária aposta de 22.000 milhões de dólares dedicados à pesquisa, desenvolvimento e comercialização de fontes de energia e soluções de tecnologias renováveis e limpas. O programa inclui a sede central da companhia Abu Dhabi Future Energy Company, a gerenciadora do empreendimento. Com zonas econômicas diferenciadas para 1.500 empresas; um Centro de Inovação acolhendo uma incubadora de novas tecnologias. 




A cereja do bolo é a universidade Masdar Institute of Science and Technology, filial do mítico MIT, o prestigioso Massachusetts Institute of Technology. A cidade de Masdar vai ser a maior e mais moderna comunidade auto-sustentável do mundo, vai produzir mais energia da que consume, a primeira cidade livre de gás carbônico CO2 e lixo zero.

Trunfos da Dwelle House

Se a namorada do seu filho quer se mudar com vocês, ou se precisar um quarto extra para praticar ioga, o que faz, se muda de casa ? A solução é instalar no seu terreno uma habitação da Dwelle, empresa britânica fabricante desta casas minimalistas. São casas high tech com possibilidade de customização, vejam na imagem como é possível escolher diversos acabamentos interiores e exteriores; ainda componentes como painéis fotovoltaicos, sistema de coleta de águas de chuva, lareira de alto desempenho. O isolamento térmico é por conta de celulose de jornais 100% reciclados; opcionalmente se pode escolher isolamento térmico com lã de ovelha, mais aberturas com vidro triplo e placas PCM. Estas PCM  com espessura de 1,5 cm, tem a mesma capacidade de armazenar calor que um muro de 12 cm de tijolo,  ou  9 cm de concreto. PCM é o acrônimo de Phase Change Material, material de mudança de fase. 






A Dwelle é uma casa de qualidade que leva 8 semanas para sua fabricação na empresa, nesse tempo podem-se r…