Pular para o conteúdo principal

Earthship em Portugal

Vamos ver um caso de retrofit perto da localidade de Vale de Prazeres, na Serra da Gardunha, em Portugal. Uma oficina comunitária prática, transformou um antigo edifício de pedra em ruínas, em um novo prédio Earthship, totalmente auto-sustentável.






O conceito Earthship -significa navio terrestre- foi criado pelo arquiteto Michael Reynolds, chamado de “garbage warrior”, literalmente o guerreiro dos resíduos. Mas como assim ? Acontece que as suas edificações empregam quase um 45% de materiais reutilizados como garrafas de vidro e PET, latinhas, madeira recuperada, gesso natural e pedra, peças de metal de máquinas de lavar e geladeiras, e claro o material favorito do arquiteto...os pneus. No entanto os muros são feitos com pneus fora de uso e recheados de terra compactada. Estas casas autossuficientes aplicam seis critérios de desenho como materiais de construção naturais e reciclados; energia elétrica solar e eólica; produção de alimentos; calefação e refrigeração térmica solar; coleta de águas de chuva; tratamento do esgoto. Conforme o arquiteto: “A Earthships pode ser construída em qualquer parte do mundo, em qualquer clima e ainda fornece o que você precisa para sobreviver”. A primeira fase da reforma inclui aquecimento e resfriamento através de massa térmica; aterramento no lado norte; construção de uma asa-muro de pneus; instalação da envoltória térmica e um sistema de ventilação passiva baseada em convecção natural, dispensando combustível. Ainda o sistema de captação de água de chuva no telhado e a instalação de uma cisterna. Na segunda fase foi adicionado o invernadouro, o banheiro e o sistema elétrico.



Ps. para os que amam o blues encontrei esta rádioweb: Radio Raw Blues. A sugestão é consultar a programação (sou um poeta...rsss). Com horários do Brasil. 
http://www.radiorawblues.net76.net/

Postagens mais visitadas deste blog

Casa de Philippe Starck (1)

Esta é a casa PATH Prefabricated Accessible Technological Homes do “enfant terrible” Philippe Starck; uma moradia pré-fabricada eficiente e auto-suficiente desde o ponto de vista energético, foi desenhada para consumir um terço da energia que uma casa convencional. Surgiu duma bela pareceria entre este designer sui generis Starck e a empresa Riko, um dos principais fabricantes europeus de edificações pré-fabricadas sustentáveis de madeira. Philippe Starck gosta de se divertir com seus desenhos, sempre comprometidos com valores éticos e ecológicos, as suas realizações são um mix de poesia, rebelião e beleza. No entanto Riko é uma empresa de alta tecnologia com experiência em isolamento de última geração e tecnologia de produção de energia.




No total o sistema PATH compreende 4 diferentes modelos de casas, com 34 tipos diversos de plantas; com telhado inclinado a uma água ou a duas, ou com cornija, esta chamada de modelo Montfort. Esta cornija esconde os equipamentos de produção de energi…

Bike de Philippe Starck

O Philippe Starck é realmente um gênio, ele vê antes coisas que outros não souberam ver, o que acham desta bicicleta-patinete ? A engenhosa bicicleta Pibal foi idealizada por este designer francês -na sua infância já desmontava bicicletas, motocicletas e outros objetos- em parceria com o fabricante de veículos Peugeot, com 130 anos de experiência. Quando o modelo saiu à rua, 300 destas Pibals estavam a disposição dos moradores e turistas da cidade de Bourdeaux, capital de Aquitania, uma das capitais europeias da bicicleta.


Philippe vê os objetos quotidianos sob um novo olhar, introduzindo a dimensão da arte em coisas tão corriqueiras como este espremedor de laranjas o qual acabou virando obra de arte. No entanto a Pibal chama a atenção pelas suas jantes e pneus amarelos e, pára-lamas. Com desenho simples e funcional, tem duas velocidades, um dínamo, patas tipo U, bagageiro, apoio para os pés quando usada como patinete. É desnecessário dizer que a difusão no uso da bicicleta ajuda a mel…

Casas bioclimáticas ITER (3)

Estou publicando dois vídeos das casas bioclimáticas ITER, “La Tea” da arquiteta Anne Mathilde Petri; logo “Alisios” dos arquitetos Madelaine Fava, Daniel Fauré e Gäelle Breton. A outra é a morada “La Geoda” dos arqs. Eduardo Vadillo Ruiz e Joaquín López. Estas são algumas das 25 casas bioclimáticas ITER, é o Instituto Tecnológico y de Energías Renovables; vejam vocês o plano do Cabildo de Tenerife com a localização de cada uma. 
A pergunta é a seguinte, será possível replicar no Brasil esta fantástica experiência de Tenerife, fazendo uma bela parceria entre universidades, governos estaduais, empresas privadas e incorporadoras imobiliárias ? Não estou falando de “boladas” casas conceito, senão de casas reais com a possibilidade de serem alugadas, como se fosse uma pousada, tal e como estas das Ilhas Canárias.

Só tem uma coisa...estou publicando -conforme o meu gosto- as mais lindonas; claro que gostos não se discutem, mas achei uma verdadeiramente feia. O que vocês acham ? Acredito que …