Pular para o conteúdo principal

Dia Mundial da Água



Fonte: EcoDesenvolvimento

A tecnologia de apenas US$ 16 capaz de purificar água para uma família inteira por um ano
A falta de água potável é um problema sério em todo o mundo. Apesar de estimativa oficial da ONU garantir que 750 milhões de pessoas vivem sem acesso à água, cientistas holandeses refizeram a conta e chegaram a conclusão de que pelo menos quatro BILHÕES de pessoas sofrem com a falta do recurso, pelo menos uma vez por ano.
O professor de química Thalappil Pradeep, do Instituto Indiano de Tecnologia, passou 14 anos de sua vida trabalhando em um mecanismo que pudesse ajudar a combater o problema. Trata-se de um sistema de purificação de água baseado em tecnologia de nanopartículas. A idéia é tornar acessível e potável a água dos lençóis freáticos indianos, que são contaminados com arsênio, substância cancerígena também ligada a diabetes e doenças cardiovasculares. "A água é um direito humano. Mas, em países em desenvolvimento, o acesso à água limpa e saudável está longe da igualdade", diz Thalappil, que completa: "A tecnologia para tratar água deve ser algo acessível e com baixa pegada ecológica. Não pode demandar nenhuma eletricidade ou contaminar outros recursos no processo".
Por enquanto, 330 filtros de médio porte serão instalados, beneficiando 500 mil indianos residentes do estado de West Bengal. O primeiro modelo do sistema desenvolvido pelo indiano ficou pronto em 2012 e foi chamado de AMRIT, foi o dispositivo pioneiro deste tipo criado no país, que recentemente passou a implantar vários modelos da tecnologia em todo seu território. Diante da demanda, Thalappil e seus estudantes pesquisadores abriram a empresa InnoNano Research Private Ltd para manter a produção e instalação dos equipamentos.Existem três tamanhos do mesmo dispositivo. O mais barato custa US$ 16, já com taxa de instalação inclusa, e é suficiente para filtrar água para uma família inteira durante um ano. O médio, ideal para escolas e hospitais, custa US$ 500. Para dar conta de uma vila inteira, porém, o preço sobe para US$ 1.200, sendo que esse equipamento é capaz de produzir 300 litros de água potável por hora.

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Prédio eficiente em Lisboa

Em Lisboa, em 2006, foi construído o Solar Building XXI, este fantástico edifício pode ser considerado atualmente um prédio nZEB. Quer saber o que significa o acrônimo ? Pois nZEB  significa Nearly Zero Energy Buildings, refere aos edifícios com necessidades quase nulas de energia. O edifício foi construído no campus do LNEG, Laboratório Nacional de Energia e Geologia, com projeto dos arquitetos Pedro Cabrito e Isabel Diniz. Trata-se de um prédio energeticamente muito eficiente, com um desempenho energético 1/10 se comparado com um edifício padrão de escritórios; apela a uma combinação de técnicas de design passivo (como a correta orientação conforme o sol...) com tecnologias de energias renováveis, tais como painéis fotovoltaicos e coletores térmicos solares. No inverno para o aquecimento, a fachada principal tem um sistema fotovoltaico com recuperador de calor. No entanto no verão, o arrefecimento utiliza água fria fornecida por um sistema de tubos enterrados, bem como refrigeração …

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?