Pular para o conteúdo principal

Hotel Passivhaus em Viena (fim)





Com certeza se hospedar neste belo Stadthalle Boutiquehotel é uma experiência e tanto, apreendendo como é possível viver duma maneira sustentável. Dentro dos quartos temos diversos anúncios nos avisando das ações sustentáveis empreendidas pelo hotel; por exemplo, as habitações não dispõem de frigobar, o que significa uma poupança de 21 toneladas de CO² por ano. Mas os hóspedes podem solicitar o que desejar ao serviço de quarto. Neles temos lâmpadas LEDs, de baixo consumo energético e fluorescentes; e ventilação natural. No café da manha só são servidos alimentos locais e orgânicos, com um “Green Guest Club”para clientes regulares. Ainda há uma política estrita de separação dos resíduos, e o uso de produtos de limpeza biodegradáveis. A cereja do bolo, o “Test Sleeping” oferecido para que os clientes testarem que o hotel oferece os mesmos serviços e conforto dum hotel convencional. 
A eletricidade é fornecida com 130 m² de painéis fotovoltaicos o que permitiu atingir a auto-suficiência energética. A água quente é produzida com uma bomba de calor de energia geotérmica, e mais 93 m² de coletores solares. . As águas cinza do hotel são coletadas, purificadas e reutilizadas na rega e as descargas sanitárias. Entanto a calefação e refrigeração dos quartos, é por conta dum sistema de laje com tubos por onde circula água.  Todo gerenciado por um sistema inteligente de automatizações. Está em fase de aprovação a instalação de três aero-geradores para aumentar a produção de eletricidade. O Stadthalle Butiquehotel foi aceitado como "klima.aktiv Partner", o klimaaktiv é a iniciativa austríaca de proteção do clima do Ministério Federal da Agricultura, Florestas, Meio Ambiente e Gestão da Água. Todo isto possível pelo compromisso ambiental dos proprietários do hotel e da certeza que ser sustentável é rentável. O cartaz da dona diz: Mit viel Energie für null-energie, significa “Com muita energia para a energia zero”.

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.