Pular para o conteúdo principal

Brasil quarto lugar LEED (2)


Fonte: PRNewswire

Os 10 países que compõem a lista para 2015 são geográfica e culturalmente diversificados, representando sete das 20 maiores economias do mundo por nação, de acordo com seu produto interno bruto (PIB) (China, Alemanha, Brasil, Índia, Canadá, Coréia do Sul e Turquia), bem como seis dos 11 maiores emissores de gases estufa (China, Índia, Alemanha, Coréia do Sul, Canadá e Brasil).
A análise usada para desenvolver a lista classifica os países em termos de metros quadrados brutos (GSM) e número de projetos LEED até o momento. Os espaços certificados com LEED usam menos energia, água e recursos, economizam dinheiro para as famílias, empresas e contribuintes, reduzem as emissões de carbono e criam um ambiente mais saudável para residentes, funcionários e a comunidade como um todo. Os Estados Unidos, local de nascimento do LEED, não estão incluídos nessa lista, mas continuam sendo o maior mercado do mundo para o LEED. Os EUA são a maior economia do mundo por PIB, bem como o segundo maior emissor de gases do efeito estufa do mundo. Diariamente, praticamente 172.000 GSM de espaço é certificado usando LEED, e há atualmente mais de 69.800 projetos comerciais e institucionais representando 1,23 bilhão GSM de espaço participando do sistema de classificação de construções sustentáveis. Outras 76.500 unidades residenciais adicionais foram certificadas pelo LEED para Casas. Os projetos do LEED podem agora ser encontrados em mais de 150 países e territórios em todo o mundo.
Numa época em que a comunidade internacional está recorrendo às negociações das Nações Unidas em Paris, como uma oportunidade historicamente significativa de se chegar a soluções compulsórias reais quanto às mudanças climáticas, a popularidade global do LEED é um sinal de que um 'milagre econômico sustentável' não é algo fora de cogitação. O sucesso do LEED demonstra que há soluções internacionalmente críveis e comprovadas, a algumas das questões mais complexas quanto à mitigação das mudanças climáticas que podem estimular o crescimento econômico evitando, ao mesmo tempo, interrupções econômicas prejudiciais. Com as construções representando até 30 por cento das emissões globais, um comprometimento à transformação rápida do ambiente de construção global parece ser uma solução que o mundo inteiro pode aprovar.

Projetos notáveis que foram certificados no Brasil em 2014 incluem:
Rio de Janeiro: Estádio Maracanã, LEED Silver
São Paulo: Plaza Gourmet Morumbi Corporate, LEED Gold
Fortaleza: Paço das Águas, LEED Certified
Rio de Janeiro: Shopping Jardim Guadalupe, LEED Certified
Brasília: Green Towers Brasília, LEED Gold
O suporte para LEED está predominante em todo o Brasil, com 29 organizações membros do USGBC, incluindo grandes empresas como a Coca-Cola Brasil e Odebrecht Realizações Imobiliárias, espalhadas por todo o Brasil. Há mais de 271 profissionais credenciados do LEED operando no Brasil nas indústrias de arquitetura, construção e design. O LEED Gold é o nível de certificação mais amplamente concedido no Brasil, com praticamente 43 por cento de todos os projetos certificados pelo LEED no país, tento atingido esse limite de sustentabilidade no ambiente de construção. 

Postagens mais visitadas deste blog

Paris, reciclando uma estação de trem

Atenção aos que tem planos de viajar a Paris, que tal visitar La REcyclerie? Um inusitado lugar onde é possível comer ou tomar uma bebida no café-cantina, visitar e cuidar da granja urbana, e dar uma vasculhada na oficina de consertos; de fato o local atua como uma verdadeira praça de convívio, algo muito bom para lutar contra a violência urbana atual. Mas como assim? La REcyclerie é um lugar ma-ra-vi-lho-so funcionando nas instalações duma antiga estação de trem desativada em Paris; abriga duas empresas, uma de catering para administrar o bar-cantina e  uma associação de animação para gerenciar as atividades pedagógicas e culturais (Les Amis Recycleurs). Estas duas entidades permitem que os empregados sejam contratados, através de um acordo coletivo que corresponda às suas respectivas necessidades. A associação Os Amigos Recicladores é responsável pela animação e programação da oficina e da granja urbana. O objetivo do projeto é promover o “uso” ao invés da “propriedade” das coisas, …

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Charges do Consumismo (2)

Além do consumismo próprio feminino e masculino -até os homens hão caído nessa- temos o consumismo das crianças e adolescentes...pago com o dinheiro dos pais. O pai da imagem diz “I paid”, eu paguei !  Os vilões desta história são os cartões de crédito que facilitam consumir primeiro e pagar depois...
A imagem mostra o estilo de vida adolescente:  “Jovens de entre 8 e 18 anos de idade nos EUA, gastam um quarto do seu tempo de mídia usando diversos meios de comunicação.  O  24% dos jovens de 12 até 18 anos na maioria das vezes usam outra mídia enquanto assistem TV”.  Isto último também o fazem os adultos !  Mas a boa notícia é que as mídias podem ser usadas também para semear a cultura do desapego, do Consumo Colaborativo. Depende de nós...é só atitude. 
Ps. não sou um dinossauro...rss  Uso o correio eletrônico, o celular e o desenho por computador; principalmente como maravilhosas ferramentas de otimização do trabalho...e também de comunicação.