Pular para o conteúdo principal

Sydney, Old Tannery School (2)





Confissão com comentário: “eu escrevo estas coisas com o desejo de que muitos dos queridos internautas peguem inspiração no que fazem em outros países...” Na realidade eu tento transmitir valores humanos, só que disfarçado de Arquitetura Sustentável...rss
Conforme a idéia dos proprietários os arquitetos mantiveram o antigo prédio, porém demolindo um armazém complementário, e construindo assim um novo edifício, que abriga a escada principal, o vestíbulo, os banheiros e a cozinha, é este em aço corten na imagem 1. Este novo edifício seria um marco arquitetônico contemporâneo, de forte caráter industrial e ainda visualmente diferente ao edifício original, de maneira que o contraste –e o bate papo- entre ambos dois pudesse ser apreciado desde a rua. O belo prédio está localizado em Eveleigh, Sydney, NSW, Australia; são 18.000 m² de construção completados em 2009.  Um objetivo fundamental do projeto foi reduzir ao mínimo possível a utilização de energia e recursos na etapa de construção e de uso do prédio, produzindo assim um mínimo de resíduos; eles também são um recurso. O prédio conserva a ventilação natural das janelas de guilhotina originais, também, a iluminação natural é acrescentada com o uso de clarabóias. Na imagem 1 vemos os novos exaustores eólicos instalados na cumeira, o ar quente dos três andares sobe para ser logo expulso. A água de chuva do telhado é coletada em reservatórios e logo reutilizada no interior. Na imagem 2 vemos a poesia da velha estrutura de madeira e o pavimento tipo Oregon.
IMPORTANTE: atenção aos estudantes de arquitetura e apreciadores da sustentabilidade: vou publicar sobre uma oportunidade de trabalho voluntário fazendo parte do aprendizado sobre construção de casas Earthship. O evento vai acontecer desde fevereiro 9 até o dia 20 nas Filipinas. No entanto estes são os links.  http://earthship.com/philippines
jeane@earthship.com

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.