Pular para o conteúdo principal

Japão, à Venda Carro a Hidrogênio (2)




Pois o hidrogênio é um gás 14 vezes mais leve do que o ar, inflamável, incolor, inodoro; combinado com o oxigênio forma a água: H²O. A imagem 2  mostra o motor elétrico de tração e unidade de controle de potência na frente; a pilha de combustível no meio; a bateria recarregável de tração de  níquel-metal-hidreto acima dos tanques de armazenamento de hidrogênio na parte traseira. Como vemos na imagem 1 ao se misturar na pilha de combustível, o oxigênio que entra ao carro pela parte dianteira como o hidrogênio, se produz a eletricidade para mover o carro. Tem um botão rotulado H²O que abre uma porta na parte de atrás, para despejar o vapor de água que se forma a partir da reação do hidrogênio com o oxigênio.
O Mirai utiliza o Toyota Fuel Cell System (TFCS), que caracteriza à tecnologia da pilha de combustível quanto a tecnologia híbrida, e inclui componentes desenvolvidas pela Toyota como a pilha de combustível (FC stack), FC conversor boost, e tanques de hidrogênio de alta pressão. Este TFCS é mais eficiente em termos energéticos do que os motores de combustão interna tradicionais. O sistema acelera o Mirai de 0 até 97 km/h em 9,0 segundos, com um tempo de passagem 3 segundos de 40 até 64 km /h. Pode percorrer 650 km com um depósito de hidrogênio, que demora em se recarregar uns 3 minutos. Pode acomodar até quatro ocupantes; já é um sucesso de vendas, um mês após sua apresentação tem 1500 pedidos, três vezes mas do que o projetado pela montadora para todo o 2015. No site da Toyota podem encarregá-lo, no Japão saiu à venda por volta de 57.400 dólares. Levando em conta que se trata duma tecnologia de ponta e não poluente, não é tão caro assim; ainda ele conta com incentivos fiscais.  

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.