Pular para o conteúdo principal

China-Madrid, a mais longa viagem de trem do mundo





O 9 de dezembro chegou a Madrid o trem Yixinou, a linha ferroviária de mercadorias mais longa do mundo todo, o comboio da Transfesa saiu com 40 containers de 40 pés e chegou com 30 containers. Saiu da cidade de Yiwu na China o 18 de novembro passando por Cazaquistão, Rússia, Bielorrússia, Polônia, Alemanha e França antes de chegar a Espanha, na imagem 3. Com certeza esta viagem será um marco do comércio entre a Ásia e a Europa. Mas o percurso de 13.052 km não foi isento de complicações não, para superar as diferentes bitolas dos trilhos foi necessário mudar três vezes os vagões nas fronteiras; entanto as locomotivas eram revezadas a cada 800 km. 
Então quais são as vantagens desta viagem complicada? 
Pois o trem é mais rápido que o barco e mais barato que o avião; esta viagem por trem de 21 dias é 10 dias mais curta que a do barco; porém os custos operacionais são 20% maiores. Este trem experimental é uma estratégia comercial chinesa para incrementar suas exportações; a China é o maior exportador para Europa, o comércio entre ambas duas atinge os 800 milhões de Euros diários. Não será difícil que o trem viagem carregado hasta Madrid, mas sua rentabilidade depende que não volte vazio; toda vez que tem o mesmo custo de mover um trem com carga que sem ela. O assunto é ver que mercadorias são mais apropriadas para o transporte; o trem é ótimo para produtos perecíveis, componentes de alto valor unitário, ou elementos que precisam ser acoplados rapidamente numa cadeia de montagem. Por exemplo, os eletrônicos que são leves e a sobretaxa de 20% é menos perceptível.
A cidade de Yiwu a 300 km ao sul de Xangai, há 30 anos era uma aldeia de camponeses, hoje com 2 milhões de habitantes é o maior e mais barato atacado do mundo. Seus mercados ocupam 4 milhões de metros quadrados, com 62.000 lojas que vendem 1,7 milhões de produtos diversos. Dali vem o 80% dos enfeites de Natal e a metade dos zíperes do mundo !

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.