Pular para o conteúdo principal

Telhados Verdes



Vamos a ver os diversos itens para tornar sua casa mais sustentável na mesma ordem que os colocou o SEBRAE, e ao final mais alguns outros que estou agregando. 

Telhados verdes
Muito basicamente os telhados verdes têm duas prestações, o conforto térmico e a coleta de água de chuva para seu posterior reúso. A empresa Ecotelhado já instalou mais de 250 mil metros quadrados de telhados verdes no Brasil, Chile, México e Colômbia. Dos seus diversos tipos de telhados escolhi este; conforme seu Diretor, o Eng. Agr. João Manuel Linck Feijó: “O principal problema de manutenção dos telhados verdes no Brasil é a irrigação e com maior ênfase em locais de clima semi-áridos ou de chuvas sazonais. Nós desenvolvemos um sistema ideal para o clima Brasileiro que é o Sistema Laminar Médio. O sistema permite que a planta absorva água por capilaridade evitando as bombas de aspersão. Também é recomendado o reúso de água de descarte do prédio, tratada pelo sistema integrado que inclui a própria zona de raízes do telhado como sistema de limpeza.” O sistema é mais eficiente que o telhado verde convencional. Com uma retenção de 50 a 60 litros de água por metro quadrado, é ideal para ser instalado em cobertura de prédios ou lajes planas de residências. Por reutilizar água da chuva e o próprio efluente da edificação tratado, dispensa a irrigação com água potável. 
Etapas de instalação: começa com a impermeabilização da laje com membrana EPDM; logo colocação dos módulos laminares. Eles ficam inundados, são uma cisterna cheia de água, chama-se de hidroponia, pois a vegetação pega seus nutrientes dela. Logo uma membrana de absorção; após o substrato; finalmente a vegetação. Como os nutrientes já estão presentes na água de reúso, o substrato perde sua função de nutrição das plantas, se tornando apenas um peso extra sobre a estrutura. Toda irrigação é subsuperficial, não havendo contato da água com o ar, o que evita a proliferação de mosquitos. Isto é fundamental pela ocorrência de doenças como a dengue e outras.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.