Pular para o conteúdo principal

Comprando um Aerogerador Residencial




Querem fazer um excelente negócio ?  Pequenas turbinas eólicas de 01 até 100 quilowatts podem alimentar facilmente sua casa, servida pela turbina e pela empresa elétrica local. Se a velocidade do vento é inferior à velocidade mínima para fazer a rotação das pás, a casa passa a ser servida pela concessionária. Quando aumentar a velocidade do vento a casa passa a ser servida pela energia eólica. Com a economia na conta de luz pode-se pagar o investimento num período de 5 anos, em média. Ainda quando a turbina produz mais eletricidade que o consumo da casa, o excedente é vendido para a concessionária !  Bingo ! 
Se tiver interesse a primeira coisa a fazer é dar uma olhada no mapa de ventos do Brasil, e ver em qual zona você se acha. No Ceará, um dos Estados com maior potencial de ventos do país, há dezenas de aerogeradores trabalhando no varejo, fornecendo energia elétrica em pequena escala para condomínios, concessionárias de veículos e pequenas fábricas.  Há diversos tipos de aerogeradores residenciais, o ótimo é visitar diversas empresas e conferir prestações, montagem, garantia, preço é o prazo de amortização. Conforme Marcelo Tavares de Melo, sócio do fábrica Satrix: “Ter uma torre eólica no quintal pode custar menos do que um carro popular na garagem. A versão mais barata -com 1,2 kW de potência- sai a R$ 26 mil, incluída a instalação. O aerogerador mais potente da Satrix chega a 50 kW, suficiente para abastecer uma pequena fábrica. A instalação leva 5 dias, precedida de uma análise de viabilidade dos ventos no endereço pretendido.”
Nas imagens 1 e 2 o modelo SX 1100 da Satrix; 1.100 watts de potência numa torre de 20 metros de altura, e vida útil de até 25 anos.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.