Pular para o conteúdo principal

Telhados Verdes (2)



Continuando com os telhados verdes -na imagem 1- este chiquérrimo hotel é o nosso conhecido Fairmont Waterfront Hotel em Vancouver, Canadá; com sua cobertura verde.
A volta do homem à natureza com os telhados vegetais, ainda tem vantagens psicológicas se foram desenvolvidas atividades de lazer ou de trabalho com vista ao verde, pois diminuem o estresse.  Este prédio o Council House 2  -na imagem 2 - é a sede da prefeitura de Melbourne, é um edifício sustentável com telhado verde e jardim vertical na fachada Norte. Todo isso ajuda no sombreamento, evita o ofuscamento visual e melhora a qualidade do ar. Mas o interessante é a maior produtividade dos funcionários que trabalham nele, conseqüência das melhores condições de trabalho; todo medido por uma auditoria externa. 


Os telhados verdes foram usados para evitar a passagem de calor, como vemos neste belo exemplo nos países escandinavos. No verão a temperatura dum telhado comum pode ultrapassar os 60 ºC, entanto num telhado verde sua temperatura não vai chegar aos 25ºC. Poupando assim energia e dinheiro em climatização e contribuindo a melhorar a qualidade do ar com a fotossíntese. Estes telhados ainda filtram o ar das nossas cidades capturando o pó, isto é importante na redução dos gases efeito estufa. Um telhado vegetal retém a água de chuva que é absorvida pelas plantas, e finalmente devolvida à atmosfera pelo processo de evapotranspiração. Com isto diminuímos a quantidade de chuva que chega até a rede municipal de esgotos, muito importante quando acontecem as grandes chuvaradas. 


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.