Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Carro Elétrico Óbvio! 828E

Com investimentos de R$ 44 milhões, até o final de 2015 estarão em produção os primeiros carros elétricos Brasileiros Óbvio! 828E; além das sua bondades técnicas o diferencial dele é seu modelo de negócio, pois não adianta ter um bom produto se não consegui vender. Para ter sucesso na venda dos produtos sustentáveis, é necessária a vontade política dos governas de oferecer isenções de impostos. O diferencial do simpático carro é seu inédito sistema de comercialização, ele não será vendido em concessionárias e revendas; em conseqüência não será afetado pelos impostos IPI e ICMS que o encarecem. Ótimo !! 
Este minicarro elétrico é uma joint venture do fabricante paranaense de buggies de luxo Wake Motors com o empresário carioca Ricardo Machado; dono de diversas empresas do setor imobiliário e também criador do carro desde 2002. O veículo elétrico serão primeiramente utilizados na frota da locadora de veículos DirijaJa, parceria entre a Wake e o empresário Machado. Os carros também serão …

Steve Jobs

A escola providencia a instrução, mas são os pais os que devem educar aos seus filhos; em valores de vida e auto-estima. Esta preciosa lição de vida de Steve Jobs deveria ser compartilhada com os filhos. Vamos lá !

Teu tempo é limitado, assim não o desperdices vivendo a vida dos outros. 
Não te deixes enganar pelos dogmas, quer dizer, viver como outros acham que deverias viver.
Não deixes que o barulho das opiniões alheias cale a tua própria voz interior.
E, o mais importante, tenha a coragem de fazer o que te diz teu coração e tua intuição. Eles de alguma forma já sabem
no que realmente quer se tornar você.
Todo o demais é secundário.

Lembrar que vamos morrer é o melhor jeito que conheço para poupar a armadilha de pensar que há algo a perder. Você já está desamparado. Não há razão nenhuma para não seguir os conselhos do coração.
Praticamente todo -as expectativas dos outros, o orgulho, o medo ao fracasso e ao ridículo- desaparecem frente à morte, deixando só aquilo que é verdadeiramente impo…

e-bike Brasileira !

Acreditam que isto que vemos é uma bicicleta elétrica ? Esta é a e-bike DBO da Dafro, uma bicicleta leve de alumínio, que cabe no porta-malas do carro, pois é dobrável, foi desenhada para percorrer pequenas distâncias ao que gosta de pedalar. As características técnicas compreendem um sistema inteligente de torque dos pedais, com 3 níveis de potência; painel digital em LCD multifuncional; câmbio Sunrace de 3 marchas; peso de 28,8kg. Com bateria de Lítio Íon Ferro de 24V/6Ah podemos atingir uma velocidade máxima de 25 km/h. E para os que adoram as bicicletas ainda vem equipada com bagageiro com alforje de série; pneu Levorin especialmente desenvolvido para e-Bikes; e porta garrafinha. Os itens de segurança incluem dois tipos diversos de freio; buzina de 73 dB (à 10m); lanterna e farol em LED; espelho retrovisor.
Uma coisa importante para alguns tipos de produtos, é que os fabricantes tenham previsões sobre a disposição final das baterias gente ! As baterias tradicionais de chumbo são tó…

Austrália, acampamento permanente (2)

Adoro a falta de preconceito dos arquitetos colocando estes tensores de aço aparentes -imagem 2- para enrijecer a estrutura. São necessários devido às generosas superfícies vidradas abertas ao Norte, Leste e Oeste. E também ao sobe-desce destas engenhosas persianas, as quais podem subir para fornecer iluminação natural e ainda permitir a vista à paisagem das vizinhanças. Estes beirais retráteis também devem descer para proteger a casa dos freqüentes incêndios da Austrália. Vejam que simples são os móveis; esta aparência simples exterior e interior da habitação casa bem com a vida espartana que se desenvolve ali. Não vemos nenhuma lâmpada elétrica, só lanternas.  Este acampamento permanente está coberto exteriormente por telhas de cobre, e no interior tem acabamento de casca de eucalipto reciclado. Ainda há super-isolamento térmico para proteger aos moradores dos ventos frios e do calor do dia, neste clima tropical seco da Austrália.

Austrália, acampamento permanente (1)

Esta pequena casa revestida com chapa de cobre até parece um posto de vigilância militar; descansa suavemente no chão nos mostrando com clareza as preocupações ambientais dos arquitetos. Por exemplo, no aproveitamento da água de chuva, no exterior temos o reservatório para armazená-la e o lavabo. É um projeto do escritório australiano Casey Brown; trata-se duma habitação rústica, ou básica como gostam de chamar hoje. É curioso como são criadas novas expressões para nomear coisas que faz tempo que existem; acontece que a língua é uma coisa viva. Está localizada num terreno montanhoso no centro-oeste da Austrália, no New South Wales; num campo para ovelhas, um local muito isolado desde o qual a vista à paisagem atinge centenas de quilômetros. Daí surge esta casa pré-fabricada totalmente em Sidnei e montada no local. São 18 m² em dois andares, com uma planta de 3 x 3 metros, no térreo temos a sala com cozinha, e uma lareira a lenha de alto desempenho. No andar superior há um loft para do…

cadeira Barcelona by Mies Van der Rohe

Conhecem esta cadeira ? É a famosa cadeira Barcelona, quantas vezes a vemos nas revistas de decoração e nos apartamentos decorados nos prédios em construção. Acreditam que foi lançada no ano...1929 ! E continua tão atual e moderníssima!  O que faz diferença nas artes é o passo do tempo... Quantas músicas e artistas atuais em alguns anos ninguém vai lembrar ? Esta elegante cadeira Barcelona foi projetada pelo homem do charuto, o arquiteto alemã Mies Van der Rohe, apareceu pela vez primeira no Pavilhão Alemão da Feira Internacional de Barcelona, na imagem 3. Faz parte dum sistema completo de mobiliário formado composta por mesas, bancos e poltronas. Mies foi um dos pioneiros no desenho de móveis com estrutura de aço tubular, o que permitiu a produção em escala industrial, um dos eixos da Bauhaus, a famosa escola de desenho...também alemã. Mies cunhou sua famosa frase: “Less is more”, menos é mais, pois ele cultivava um estilo despojado, sem enfeites nem as frescuras de alguns arquitetos…

Green School, a escola mais verde do planeta (fim)

Esta é uma escola que se funde com a vegetação tropical conforme a mais pura arquitetura indígena trata-se duma arquitetura sem muros, sem limites entre o interior e o exterior, o melhor jeito de ensinar o amor pela natureza às crianças. O paisagismo inclui uma horta orgânica, um jardim para o tratamento das águas servidas, e uma cerca viva de árvores. Na construção desta fantástica Green School foram empregados materiais de demolição como entulho e pára-brisas de carro reciclados; e também tecnologia de ponta como vemos neste sistema de painéis fotovoltaicos para produzir energia elétrica. É uma prova mais de que com sistemas de construção tradicionais e usando só materiais sustentáveis, é possível atingir um excelente e moderno desenho. Ainda haja muitos que pensam que o mundo começou hoje e que a história não existe...rss  Olhando as imagens dá para perceber uma vida mais simples e frugal ao estilo oriental, longe do consumismo dos shoppings do mundo ocidental. 

Uma coisa curiosa, o…

Green School, a escola mais verde do planeta (3)

Cá vemos toda a beleza da estrutura de bambu nestas toras trabalhadas por artesãos locais. Mas atrás desta audaciosa obra há cálculos de engenharia, maquetes e até simulações feitas por computador. Um detalhe construtivo interessante, é como as colunas de bambu estão apoiadas no topo de pedras colhidas no rio, para protegê-las dos ataques de insetos e da umidade, lembremos que a chuvas dos ventos monções podem durar meses. E claro temos vergalhões de aço chumbados nas pedras que as conectam com as fundações; é uma estrutura a prova de fortes ventos. A inclinação dos telhados apoiadas nestas colunas inclinadas, com seus generosos beirais, oferecem proteção solar. As colunas de bambu permitem o alto pé-direito necessário para a ventilação natural e a luminosidade. Não acham que esta bela ponte com telhado é poesia estrutural mesmo ? Nos Estados Unidos são comuns as pontes telhadas, lembram daquele filme “As pontes de Madison County” ? Por sinal uma bela história de amor...com um final n…

Green School, a escola mais verde do planeta (2)

Para difundir o bambu os Hardy criaram a PT Bambu e a Meranggi Foundation; a primeira é uma empresa de desenho e construção, entanto a Meranggi Foundation desenvolve plantações de madeira de bambu. Achei excelente como estes desenhistas e ecologistas se ocupam do ciclo completo do bambu; até sua vontade empreendedora. Pois como todo empresário eles correm os riscos no seu negócio; esta Green School com 7542 m² construídos custou 30 milhões de dólares. É um verdadeiro desfrute ir destrinchando os segredos da sua construção ! O interessante é como estas varas de bambu amarradas e montadas oferecem leveza, mas com resistência estrutural, como se fosse um aço vegetal. Ainda a curvatura e inclinação dos telhados de piaçava, asseguram que a água das fortes chuvas dos ventos monções possa ser rapidamente escoada, sem sobrecarregar a estrutura. Na imagem 3 podemos ver as mesas curvas dos alunos nesta sala de aula sem muros, repetindo a curvatura dos telhados. É maravilhoso como “não podemos v…

Green School, a escola mais verde do planeta (1)

Esta escola verde é Arquitetura com maiúsculo, tem a capacidade de me emocionar e almejo que também a vocês...Isto me confirma que minha escolha da carreira de arquitetura foi um decisão certa ! Entre tantas notícias ruins que aparecem na mídia estes dias, encontrei esta maravilhosa Green School, a escola verde, em Bali na Indonésia. No 2012 foi premiada como a escola mais verde do planeta pelo U.S. Green Building Council. Nasceu balizada por dois eixos, o uso de materiais de construção sustentáveis e a EDUCAÇÃO das crianças nos valores de vida sustentáveis. A escola tem primária e secundária; quantos de vocês com preocupações ambientais gostariam enviar aos seus filhos a ela ? A Green School recebe ilustres visitantes, este mês recebeu ao Secretario Geral da ONU Ban Ki-Moon. Na imagem vemos aos fundadores da escola, os desenhistas e ecologistas John e Cynthia Hardy. Com certeza as fotos dizem mais que as minhas palavras...

Peru, coleta seletiva de lixo

Atenção prefeituras, que tal este inovador sistema de coleta seletiva ? 
Na real deveríamos dizer coleta seletiva de resíduos ao invés de lixo, pois não se trata do lixo como problema senão de resíduos com valor monetário, estamos falando de recursos. Por isso diz “Basura que no es basura” em espanhol, significa lixo que não é lixo. Um amigo que viajou ao Peru me trouxe as fotos deste original sistema de coleta seletiva da Prefeitura de Miraflores. Se você vai caminhando pela rua pode enxergar um conjunto de dois contêineres pretos, para Papelão e Tetrapack e outro para Plástico e Metal, então é só acionar o puxador para colocar os resíduos dentro, logo esse cilindro gira e eles caem para um depósito subterrâneo. Sua capacidade é de 1,1 metros cúbicos de resíduos sólidos. Não há qualquer possibilidade de que os catadores de lixo possam tirá-lo dos contêineres, deixando a cidade suja. Como vemos na imagem 2, quando este depósito com rodinhas está cheio, a plataforma sobe e um funcionári…

USA, construindo com terra

O segundo exemplo de construção com terra é do empreendedor americano e arquiteto Michael Reynolds (imagem 1) é chamado de “garbage warrior”, o guerreiro dos resíduos. Ele desenhou e construiu no mundo todo mais de 300 casas solares auto-suficientes, as batizou de Earthships, em português navio terrestre. Casa auto-suficiente é uma casa capaz de produzir todo o necessário para a subsistência como eletricidade, água, climatização, e até os alimentos orgânicos. Ele criou assim uma casa 100% sustentável, ele a chama de radicalmente sustentável; o desenho é baseado nestes seis critérios de desenho da imagem 2: materiais de construção naturais e reciclados; energia elétrica solar e eólica; produção de alimentos; calefação e refrigeração geotérmica e solar; coleta das águas de chuva; tratamento do esgoto. Os muros das casas são feitos com pneus fora de uso recheados de terra compactada; são muros com capacidade estrutural atuantes como armazenadores de calor. A energia da Earthships é forne…

Alemanha, construindo com terra

Estas são duas abordagens diversas sobre a construção com terra, dois perfis diferentes, mas com algo em comum, muitos anos de experiência com arquitetura sustentável; trata-se dum arquiteto e professor alemão e um colega e empreendedor americano. Por questões comerciais e até culturais a construção com terra não tem a devida difusão. Mas porque é tão importante assim ? Pois acontece que na atualidade um terço da população mundial mora em casas de terra; em quase todos os climas tropicais-seco e temperados do mundo a terra foi o material de construção dominante. Deixando pra lá os preconceitos, os produtos de barro têm qualidades de conforto ambiental, também estamos poupando a energia empregada no forno quando fabricamos concreto o tijolos.
O arquiteto Gernot Minke desenvolve suas atividades no Laboratório de Pesquisa de Construções Experimentais da Universidade de Kassel, na Alemanha. Seus trabalhos incluem diversas formas de construção com terra, blocos de palha, bambu, telhados ver…

Rio de Janeiro, o maravilhoso MIS (2)

O projeto arquitetônico do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro é assinado pelo escritório americano Diller Scofidio + Renfro. Foi escolhido por concurso no ano 2009, com a participação de alguns dos mais renomados escritórios de arquitetura do Brasil e do mundo. Duas idéias balizaram seu desenho, a rua como local de entretenimento e como símbolo da criação popular, que representa grande parte da produção artística da cidade. O prédio é de fato uma grande avenida vertical, com suas rampas em zigzague inspiradas nas curvas do calçadão de Copacabana, como visto na imagem acima. O alvo é levar ao visitante a um passeio pelo acervo da instituição, pela cidade e o tempo. O desenho dos arquitetos é capaz de dialogar com a paisagem do entorno, democratizando a vista à praia. Quem sabe com o tempo o MIS possa virar num cartão-postal do Rio. Achei interessante como enxergando as fachadas, vemos que se trata duma arquitetura sincera, pois de pique percebemos os diversos percursos, não é u…

Rio de Janeiro, o maravilhoso MIS (1)

Será possível encontrar juntos ao Ivan Lins e Carmen Miranda ? Mas onde ? Sim, isso é possível agora na sede atual do MIS, o Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro ! O que é exatamente este dito cujo MIS ? O Museu da Imagem e do Som é uma instituição de referência internacional; sua sede no Rio de Janeiro, a primeira a ser fundada, lançou em 1965 um gênero pioneiro de museu, seguido por diversas cidades brasileiras.  Acolhe um acervo de 22 coleções particulares, reunindo fotografias, cartazes, discos, filmes e vídeos, recortes de jornal e textos, entre outros documentos. Além das coleções doadas ou adquiridas, o MIS começou a produzir desde 1966, sua própria coleção, chamada de “Depoimentos para a Posteridade”. Ela é constituída a partir da gravação, em áudio e vídeo, de depoimentos prestados por personalidades dos diversos setores da cultura. São quase mil depoimentos que fazem aproximadamente quatro mil horas de gravação, disponíveis para consulta. Atualmente, o acervo do museu …

Iluminação LED (fim)

A primeira vantagens do LED, é a poupança energética. Se vocês tocam uma lâmpada incandescente vão-se queimar a mão pois o 90% da energia emitida é calor e só o 10% é luz, é ineficiente; com o LED é ao invés o 90% é luz e só o 10% é calor. Isto é muito importante no verão, pois esse calor gerado com iluminação tem que ser tirado do interior da edificação com ventilação natural ou ar condicionado. O desconforto pode ser maior se o arquiteto desenhou grandes fachadas de vidro sem proteções exteriores, ou sem um bom projeto de fachada ventilada. Se tivermos plantas de prédios profundas, temos que usar iluminação artificial para que não fiquem escuras demais. Nos prédios temos a chamada distancia passiva, são 7 metros, o que significa que a luz natural entra só até esse 7 metros de profundidade. 
O LED é um produto zero contaminante e quase 100% reciclável, por todo isso podemos dizer que é um eco-produto. Já os tubos fluorescentes levam mercúrio o qual têm um grande potencial poluidor. Ai…

Iluminação LED (3)

LED do inglês Light Emitting Diode (diodo emissor de luz) é um dispositivo com um mineral semelhante ao sílice, com dois eletrodos, o ánodo (positivo) e o cátodo (negativo) que brilham produzindo luz quando aplicamos uma tensão alternada. O LED pode brilhar em diversas cores, este é um assunto bem importante, eles são desenhados conforme a temperatura Kelvin numa escala de 2.700º K até 8.000º K. Com 2.700º K temos uma cor de tons vermelhos, boa para ambientes de relax. Na outra ponta do espectro com temos uma luz fria quase azul, a que vemos nos faróis dos carros. Conforme seu uso é a cor que vamos empregar, nos supermercados no setor das caixas usamos luz branca, pois aumenta a produtividade, já na seção carne e vegetais usamos a luz neutra para manter as cores originais.
O trabalho do lighting designer é uma especialização reconhecida internacionalmente, na imagem 1 vemos um cartaz da palestra do 17 de outubro em Istambul. 
A luz dos LEDs tem um diferencial sobre outros sistemas de il…

Iluminação LED (2)

Vamos ver três belos exemplos de iluminação LED em exteriores; na imagem 1 a instalação Egg do lighting designer belga Koert Vermeulen, um monumental ovo de madeira dos escultores Mostafa Hadi e Pol Marchandise em Istabul.     
Na imagem 2 a ponte da torre de Londres iluminada com ocasião dos Jogos Olímpicos do 2012. Já na imagem 3 uma obra do lighting designer Fabiano Xavier, a iluminação da ponte sobre o Rio Negro em Manaus, são 3,5 km iluminados com LED de cores saturadas. 
Agora entra no palco o especialista em iluminação, chamando de lighting designer, pois um ótimo projeto luminotécnico executado por um arquiteto especializado faz toda a diferença. O trabalho dele compreende plantas, cortes, simulações fotométricas; especificação de lâmpadas, luminárias, e sistemas de automação. É uma profissão ainda nova no Brasil, mas já existe a Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação. 
Mas o que é este dito cujo LED ?