Pular para o conteúdo principal

Origami Gigante ou Barraca ? (1)




Nesta época de mudanças climáticas e acidentes naturais, com povos fugindo das guerras há populações desabrigadas e obrigadas a se deslocar; para alojar essa gente a Organização das Nações Unidas monta acampamentos temporais formados por muitas barracas. Conforme a ONU há 42,5 milhões de refugiados no mundo; é a população da Argentina, a cifra é assustadora !  O assunto é mobilidade, toda vez que se trata de alojamentos temporais, até que -se todo dá certo- as pessoas possam voltar ao seu lar; mas o assunto é como fornecer uma moradia transitória com dignidade, fácil de erguer e logo desmontar, que ainda seja reutilizável. Isto é um desafio e tanto. A arquiteta canadense-jordaniana Abeer Seikaly desenvolveu o projeto Weaving a Home (Tecendo uma casa) um dos ganhadores do premio Lexus Design 2013 organizado pelo site Designboom. Conforme a arquiteta: “Em geral, os abrigos são complicados de erguer e pouco adaptáveis aos variados tamanhos dos grupos, além de carecer dos confortos básicos como luz natural.” Seu projeto ainda em fase de protótipo é uma estrutura leve, desmontável e transportável inspirada nos origamis japoneses.
Mas como assim ? 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Earthship na Argentina (2)

A Earthship -navio terrestre- é uma casa auto-suficiente, capaz de produzir todo o necessário para a subsistência como eletricidade, água, climatização, e até alimentos. Só tem um detalhe...está construída com pneus, terra, vidro, latinhas, materiais salvados do aterro “sanitário”; face isso o idealizador delas Michael Reynolds  é conhecido como o Guerreiro dos Resíduos, Garbage Warrior. 




O desenho é balizado por seis critérios de desenho conforme a imagem acima: materiais de construção naturais e reciclados; energia elétrica solar e eólica; produção de alimentos; calefação e refrigeração geotérmica e solar; coleta das águas de chuva; tratamento do esgoto. Michael Reynolds vai ministrar seu curso teórico-prático construindo a segunda escola sustentável de América Latina em Mar Chiquita, província de Buenos Aires, acima o link de contato.

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?