Pular para o conteúdo principal

Os Três Mosqueteiros Verdes (3)



O terceiro mosqueteiro verde é o arquiteto Shigeru Ban ganhador do prêmio Pritzker 2014, é o Oscar da Arquitetura. É outro arquiteto que honra a nossa profissão, pois ele se dedica à reconstrução de regiões afetadas por catástrofes naturais, com estruturas temporárias de pontes, escolas e abrigos com materiais recicláveis. Face isso o homem tem sua responsabilidade nos desastres ambientais, e a natureza está zangada com nós, mas com justa causa. Segundo o informe do 2007 do IPCC Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas -com uma certeza de 98 %- as ações do homem sobre o nosso meio ambiente foram as que provocaram estas mudanças.
O que vocês acham de construir um museu feito de contêineres e tubos de papelão ? Trata-se desses containeres que são transportados de barco, caminhão e trem. Pois conforme o arquiteto Shigeru Ban isto é possível, ele já tem uma história de construções com papelão. O nome do museu Papertainer vem de paper + container, em inglês. O museu foi uma construção temporária localizada no Parque Olímpico de Seul, na Coréia do Sul nos anos 2003 até 2006. É uma parceria do Shigeru Ban Architects com o escritório KACI International. 
E será que o papelão agüenta mesmo ?
Este pavilhão temporal foi localizado num terreno arborizado de 14.214 m²; o museu ocupa 3.452 m², foi construído com uma estrutura criada empilhando contêineres até uma altura de 10 metros, mais uma Galeria de Papelão semicircular abrigando um pátio interior. Trata-se duma deslumbrante fachada que atinge sua majestade feita com elementos industriais, propositadamente tem um ritmo repetitivo de contêineres deixando espaços ocos entre eles; esta parte retangular da frente foi usada para exibições. Já a Galeria de Papelão foi empregada para depósito e escritórios, é formada por dois muros paralelos de colunas de papelão de 75 centímetros de diâmetro e 10 metros de altura, com treliças feitas de tubos de papelão de 30 centímetros de diâmetro que suportam o telhado. É desnecessário dizer que atrás desta ousadia estrutural há um escritório de engenharia, o KACI, que calculou os esforços da estrutura, e o melhor desenho para que isto funcione ótimo. 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.