Pular para o conteúdo principal

Escola Flutuante em Makoko (1)



Fiquei muito gratamente surpreendido quando conheci esta escola flutuante, o arquiteto Kunlé Adeyemi criador desta maravilha nos está mostrando uma vez mais como a Arquitetura com maiúsculo se faz com sabedoria e responsabilidade ambiental, às vezes não é tão necessário gastar muita verba para construir. E se além disso esta arquitetura for sustentável ? Bingo ! Nas suas próprias palavras: “A Arquitetura precisa responder às mudanças climáticas que afetam comunidades como a de Makoko, em Lagos, na Nigéria”. Acontece que as populações carentes são as que mais vão sofrer as mudanças climáticas. Este é um arquiteto nascido e educado na Nigéria que trabalhou por 10 anos no escritório do Rem Koolhaas; mas que não esqueceu as suas origens e sua pátria. Seu projeto recebeu indicação ao premio “Designs of the Year 2014” do Museu de Design de Londres. O que vocês acham destas imagens ? Ë como dizer antes e depois ! Mas “antes” vamos fazer um pouco de história, Lagos é uma cidade ou melhor ainda uma megacidade com mais de 21 milhões de habitantes, que ainda cresce muito depressa. Como acontece muitas vezes, a desigualdade social provoca a expulsão da população carente até as zonas mais baratas, porém de risco, neste caso 100.000 pessoas estão morando nesta comunidade pobre sobre as águas, em Makoko.
Quer saber em detalhe como funciona esta fantástica escola flutuante ? Amanhã vamos ver.




Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.