Pular para o conteúdo principal

Solarsiedlung sob encomenda 1



A Solarsiedlung am Schlierberg (Comunidade Solar em Schlierberg) é localizada no bairro Vauban em Friburgo, na Alemanha; foi desenhada pelo arquiteto Rolf Disch num eco-bairro residencial surgido como um protótipo de vida sustentável. Na atualidade Friburgo é considerada a capital solar da Europa, mas como atingiu este patamar ? Pois em parte é devido à liderança da sua Prefeitura a qual criou políticas de promoção do planejamento urbano sustentável e o desenho arquitetônico. Não adianta construir edificações sustentáveis mas inseridas num urbanismo convencional, é fundamental planejar com urbanismo sustentável. Essas políticas incluem Normas de Edificação e isenções de impostos. Isto só poderia haver sido criado na Alemanha, o país que se recuperou de duas Guerras Mundiais e ainda é a locomotiva da Europa. Se alguém de vocês já conhece esta Solarsiedlung em Schlierberg, ou se viajar por lazer ou para visitar alguma feira temática na Alemanha, gostaria de ter retorno com seus comentários. Seria muito interessante falar com os seus moradores para saber sua experiência de vida lá. Aliás com acontece com toda edificação, além de ler revistas ou livros -para os que desejam aprofundar o conhecimento é bem melhor que a internet- é imprescindível falar com os usuários, pois os prédios são construídos para eles ! E conferir quais coisas do projeto deram certo e quais podem-se melhorar; assim vamos criando experiência, acontece que comumente aprendemos dos erros, não das coisas que fizemos corretamente. Na imagem 1 vemos a comunidade à beira do boulevard com bonde elétrico, telhados fotovoltaicos, e pitadas de cor nas fachadas. As cores respondem ao esquema cromático do artista de Berlim Erich Wiesner.
Para os amantes do blues estou publicando isto do John Mayall o pai do blues britânico.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.