Pular para o conteúdo principal

Rowe Lane, Casa para Família Feliz 2



A casa está localizada numa ruazinha em Hackney na zona Leste de Londres, cidade onde o comum são construções feitas de tijolo e concreto, mas esta moradia com estrutura de madeira nos propõe um novo sistema de construção respeitoso do meio ambiente. Foi desenhada pelo Marcus Lee de FLACQ Arquitects e sua esposa, para eles e sua jovem família, desde o pique foi engenheirada como um sistema que segura uma construção rápida -só 4 meses- eficiente e simples, além de ser flexível uma vez terminada a obra. Acontece que esta fantástica casa não tem paredes estruturais, são apenas tabiques que podem se desmontar conforme as necessidades da família. Na medida em que os filhos cresçam será possível agregar, tirar o recolocar os tabique interiores, estendendo a vida útil da casa.

A estrutura portante é uma poesia -para os que adoramos as estruturas claro- construída de vigas de madeira laminada colada, com conectores invisíveis de aço inox; o projeto de estrutura foi desenvolvido pelo prestigioso escritório de engenharia Arup. É uma consultora multinacional que fornece serviços de engenharia, design, planejamento, gerenciamento de projetos, para o ambiente construído. No mundo desenvolvido não se fala só em arquitetura senão em ambiente construído, em inglês built environment. A Arup está trabalhando também no Brasil no projeto Pedra Branca. Em conjunto a Arup e o Marcus criaram uma estrutura de madeira sob medida e modular; as vigas podem adotar diversas formas, obtidas da superposição e colado de placas de madeira. Aí temos uma ração estrutural, pois estas vigas são mais fortes que as de madeira maciça e cobrem luzes maiores; ainda há uma ração estética. Acontece que a engenharia também tem sua própria beleza, como a torre Eiffel ou uma obra do Calatrava. A bela estrutura fica aparente no interior e no exterior por isso foi escolhida madeira de lariço siberiano, espécie muito resistente cultivada em florestas certificadas. Já o revestimento da casa é de cedro sem tratar, com o percurso do tempo ele vira cinza prata. 
Ps. será que a casa é tão flexível assim ? O mistério só será desvendado no próximo capítulo...

CONVITE ESPECIAL: aos que curtem este blog agradeço muito seu voto, ficam poucos dias para encerrar. Os ganhadores serão anunciados na próxima quarta-feira 07 de maio. Podem votar por computador; tablet; ou celular. Obrigadão ! 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Earthship na Argentina (2)

A Earthship -navio terrestre- é uma casa auto-suficiente, capaz de produzir todo o necessário para a subsistência como eletricidade, água, climatização, e até alimentos. Só tem um detalhe...está construída com pneus, terra, vidro, latinhas, materiais salvados do aterro “sanitário”; face isso o idealizador delas Michael Reynolds  é conhecido como o Guerreiro dos Resíduos, Garbage Warrior. 




O desenho é balizado por seis critérios de desenho conforme a imagem acima: materiais de construção naturais e reciclados; energia elétrica solar e eólica; produção de alimentos; calefação e refrigeração geotérmica e solar; coleta das águas de chuva; tratamento do esgoto. Michael Reynolds vai ministrar seu curso teórico-prático construindo a segunda escola sustentável de América Latina em Mar Chiquita, província de Buenos Aires, acima o link de contato.

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?