Pular para o conteúdo principal

Cape Shanck House do Paul Morgan 1



A imagem, será uma nave extraterrestre entre árvores de chá ? Às vezes as coisas não são o que parecem, esta casa é semelhante a um prato voador se comparada às outras singelas casas de férias na Península de Mornington, a 88 quilômetros ao Sul de Melbourne na Austrália. O arquiteto Paul Morgan construiu esta casa de 175 m² como refúgio de fim-de-semana.... Mas é sim uma casa para duas famílias, desenhada conforme ao clima a cada vez mais rigoroso da Austrália, produto do aquecimento global. O aquecimento é resultado das atividades do homem sobre a faz da terra, como uma certeza de 99% conforme o informe do painel do IPCC. Mas como é o clima nesta região ? O primeiro que fez o arquiteto antes de desenhar nada foi fazer esta pesquisa ! O local é um lote de terreno de 160 hectares desabrigado localizado no lado Sul da península e exposto a fortes ventanias. A forma louca da casa surgiu logo de analisar as condições do vento e o sol, a construção de maquetes de papelão e da simulação do comportamento térmico da casa pelo computador. Austrália o pais continente, tem um clima árido a cada vez mais propenso à seca, face isso a água é o bem mais prezado deste país !
Adivinham o que será esse grande bolbo branco que vemos na imagem dois ? O mistério será desvendado só no seguinte post.

Ps. obrigado aos que votaram no meu blog !
Para os que tiveram alguma dificuldade:

1- clicar cá: https://thebobs.com/portugues/category/2014/peoples-choice-for-portuguese-2014
2- antes de votar clicar no ícone do Facebook ou Twitter,ai se abre uma janela similar.
3- escolher “Favorito do público em Português”
4- escolher “Eficiência Energética”
5- clicar em “Vote agora”
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.