Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Prédio Federal em San Francisco (fim)

O Federal Building é um edifício de 18 andares com 73 metros de altura, com 41.806 m² previstos para seus 1.500 empregados, inaugurado no 2007 com um custo de 144 milhões de dólares. O prédio abriga os escritórios governamentais federais dos Ministérios de Defesa, do Trabalho, da Agricultura. As técnicas de sustentabilidade incluem sistemas computacionais que abrem e fecham janelas; orientam as proteções solares exteriores conforme a temperatura, as vemos nesta bela imagem. Também a massa térmica do concreto aparente é usada para esquentar e refrigerar o prédio. A ventilação natural dos andares permite um consumo de menos de 867 kW/m² por ano. O 85% do prédio recebe iluminação natural o que permite reduzir o consumo de eletricidade. O US General Services Administration -o cliente- exigiu que o 75% dos materiais de construção fossem recicláveis. Atualmente o prédio recicla o 87% dos seus resíduos. 
No 2007 o escritório Morphosis ganhou o primeiro prêmio internacional do Zumtobel Group s…

Prédio Federal em San Francisco 2

Para mim este Federal Building é poesia pura...a estética industrial tem sua beleza ! Os que gostam dos traços arquitetônicos da hich tech vão adorar este prédio; mas não é somente uma questão formal, para muitos pode ser bonitinho, para outros não. Até a construção da famosa Torre Eiffel hoje um ícone de Paris como o Cristo Redentor no Rio de Janeiro, levantou críticas de escritores e pessoas conceituadas sobre sua suposta fealdade . No homem há uma tendência natural à resistência às coisas novas. Este edifício atende às restritivas normativas de eficiência energética da Califórnia, chamadas de Title 24 Energy Code. E no Brasil existe o selo Procel Edifica que pontua os 3 maiores consumidores de energia dum prédio como o ar-condicionado, a iluminação artificial e a envoltória. O de restritivas significa que o arquiteto pode desenhar um prédio tudo envidraçado, mas sempre que tenha um bom desempenho energético, equalizando as perdas de calor no inverno e o sobreaquecimento no verão. C…

Prédio Federal em San Francisco 1

Este prédio não é uma caixa de sapatos, atrás das suas audaciosas linhas se esconde uma máquina...mas uma máquina ecológica. Olha que bonita esta eficiente fachada ventilada ! Trata-se dum projeto do prestigioso escritório Morphosis chefiado pelo seu fundador o premiado arquiteto Thom Mayne, é um prédio federal, por isso os custos são fundamentais, estou falando dos custos iniciais de construção, mas sobre tudo os de “uso e operação”; os quais nos 50 anos da vida útil do prédio são quase 6 vezes maiores aos iniciais. O “uso e operação” compreende os consumos de energia, de água, saneamento e manutenção. Vejam que interessante: a arquitetura sustentável, em francês chama-se de architecture “durable” falando nessa longa duração. Por isso desde o pique, o Morphosis trabalhou em estreita colaboração com seu cliente o GSA US General Services Administration. O alvo foi: “reduzir o consumo de recursos naturais, minimizar os resíduos, criar um saudável e produtivo ambiente de trabalho para to…

Hotel Submarino em Dubai (fim)

Este hotel até pode ser chamado de extravagância, é um projeto futurista, possível pela existência nos Emiratos Árabes Unidos de uma forte indústria petroleira; faz parte da política de expansão turística de Dubai com grandes hotéis e resorts e diversos prédios dedicados à arte e ao desenho; todos eles sustentados sobre a cultura do luxo. Falando no turismo e eventos há pouco aconteceu ali o Mundial sub-17 de futebol. Também lembremos que perto de Dubai está se construindo a Cidade de Masdar, em poucos anos ela vai virar o referente mundial na pesquisa, desenvolvimento e comércio das energias renováveis. Gostaria publicar desenhos e detalhes construtivos e saber sobre suas características de eficiência e sustentabilidade, entrei no site da Deep Ocean Technology e não encontrei, claro é informação confidencial, nos tempos de hoje existe a espionagem industrial. A empresa também está procurando investidores para levar adiante seu projeto lançado o ano passado. As Ilhas Fidji e a Turquia…

Hotel Submarino em Dubai 2

Neste Water Discus Hotel os hóspedes podem assim desfrutar, das vibrantes cores dos recifes de corais que rodeiam ao hotel e também do clima cálido. As mordomias deste hotel 5 “estrelas de mar” compreendem restaurantes, um SPA, e uma área de recreação. Mas talvez muitos de vocês estejam pensando nesta questão, será que o hotel é seguro mesmo? Podemos dizer que este hotel é uma pousada de luxo, é um projeto desenhado com a tecnologia desenvolvida pela empresa polonesa Deep Ocean Technology. Ele possui um sistema para receber alertas de terremotos, é uma estrutura segura até no caso de tsunami; conta com veículos submarinos capazes de serem operados de forma remota. O disco submerso pode boiar e outros discos que rodeiam o sistema -restaurantes, spa, área de recreação- podem ser separados do corpo principal, tem capacidade de boiar e até podem-se usar como veículos salva vidas em caso de alagamento. Também temos uma seguridade adicional pelos diversos meios de transportes possíveis para…

Hotel Submarino em Dubai 1

O que é este esquisito disco voador ? Na minha adolescência eu fazia mergulho com snorkel e nadadeiras, conheci a tranqüilidade que se experimenta baixo a água, é outro mundo, uma paz daquelas...como se o tempo estivesse detido. Ainda que nessa época não existisse o computador, nem o celular, nem a internet. Não havia essas maravilhosas possibilidades que a tecnologia hoje nos oferece como a comunicação com um amigo que mora longe, ou ainda um jornalista falando ao vivo por um celular desde a China com uma emissora de rádio, a milhares de quilômetros de distância. Claro não existia essa falta de privacidade que temos agora com tanto celular, câmeras nas ruas e mídias sociais...A sabedoria consiste em saber usar corretamente a tecnologia...E para os que gostamos da calma existem retiros espirituais de diversos tipos; ou ainda uma solução poderia ser este hotel submarino na cidade-estado de Dubai nos Emiratos Árabes Unidos. Este hotel é um projeto ainda, trata-se do Water Discus Hotel n…

Belo terraço em New York City (final)

No 2008 era possível comprar um estúdio JK por USD 690.000 até USD 6,2 milhões por um penthouse na cobertura ! O conforto térmico dos apartamentos é assegurado, cada unidade tem um sistema central de distribuição de ar que provê ar fresco e filtrado aos cômodos. Trata-se dum sistema de fan-coil de 4 tubos (alimentação e retorno), com um ventilador que sopra ar contra os tubos recheios de água fria no verão, e quente no inverno, assim o engenhoso sistema modifica a temperatura do ar. Os arquitetos também levaram a sério o aproveitamento da água, com o uso de metais sanitários eficientes que reduzem o uso de água potável. O prédio tem estação de tratamento do esgoto; e para usos não potáveis emprega água reciclada. Também a água de chuva é coletada e logo aproveitada na rega do telhado verde, esta água assim armazenada fornece o 70% da água necessária. Estes telhados verdes ajudam na luta contra o fenômeno da “ilha de calor”, e poupam que muita água seja despejada na rede pluvial da pre…

Belo terraço em New York City 2

The Visionaire é uma vitória dos arquitetos sobre as restrições de dito cujo masterplan, ao invés da caixa maciça sugerida nele foi desenhada uma elegante fachada suavemente curva, a qual brilha sobre a forma reta dos prédios vizinhos, ela enriquece o bairro. Muitas vezes os arquitetos projetam prédios que são um grito sobre o que já está construído; acontece que no caso dos edifícios corporativos há um assunto de prestigio empresarial, esse prédios são um produto em si mesmos de marketing para a empresa que encarregou o projeto, então ela bem pode pedir para o arquiteto que ele desenhe algo para arrasar...à concorrência. No amor como na guerra vale tudo ! E outras vezes é um assunto de vaidade do próprio arquiteto...Conforme a norma o 30% das fachadas devem ser opacas, como vemos nos prédios vizinhos de tijolo da imagem; mas nosso prédio tem uma fachada curva curtainwall de vidro de controle solar baixo-emissivo Low-E. Para conseguir isso foram necessárias diversas reuniões de negoci…

Belo terraço em New York City 1

Que tal tomar champagne nesta espreguiçadeira olhando à baia do Rio Hudson em Nova York, com a Estatua da Liberdade no fundo ? Este telhado verde pertence ao prédio The Visionaire do prestigioso escritório de arquitetos Pelli-Clarke-Pelli, trata-se dum prédio sustentável de 35 andares. Mas atrás deste prédio há uma história interessante, uma intenção de esverdear Nova York demonstrando -atenção incorporadoras e arquitetos- que ser sustentável é um ótimo negócio... um verde negócio. O prédio está localizado na Ilha de Manhattan, mais precisamente no baixo Manhattan, na zona conhecida como Battery Park City, são no total 37 hectares recuperadas de um antigo aterro sanitário, pois a cidade de Nova York depositava nesta bela ilha seus resíduos. No ano 1979 foi desenhado um masterplan com previsões de usos combinados, residencial e comercial, com ênfase em parques e lojas de varejo entre ambos. Sobre fins dos 90s a Battery Park City Authority aproveitou uma calma na frenética atividade de …

Califórnia, casa erguida em 13 horas (final)

Esta casa da incorporadora LivigHome tem um consumo energético muito baixo, não tem equipamento de ar-condicionado. O sistema de calefação é por laje radiante, alimentado com água quente dos coletores solares a vácuo, os vemos na imagem. A residência aproveita a ventilação natural empregando as brisas da região, isso é possível pela sua planta aberta; o interessante é como a construção toda funciona como um grande duto que empurra o ar para cima através da cobertura, é a nossa velha conhecida torre de ventilação.
E até para aqueles desconfiados das casas com muito vidro, como eu...rss...parece que esta funciona a contento desde o ponto de vista energético. Neste caso o vidro está usado com inteligência, pois a casa está desenhada para otimizar a recolhida de energia solar passiva, usando o vidro para permitir o passo do sol no inverno e ainda com varandas que a protegem no verão. Há um grande aproveitamento da iluminação natural (imagem) através de grandes claraboias e vidrados de piso…

Califórnia, casa erguida em 13 horas (2)

Esta casa de cinema -Hollywood fica na Califórnia- é da incorporadora LivingHome, líder na promoção da habitação moderna pré-fabricada desenhada por prestigiosos arquitetos. Este modelo é criado pelo icônico arquiteto do Sul da Califórnia, o Ray Kappe.  A residência recebeu a certificação LEED platina (o patamar mais alto do LEED) de habitação sustentável por este projeto de casa energeticamente eficiente, que no desperdiça água, e sem emissões de carbono. Trata-se duma casa familiar de dois andares e quatro dormitórios. Foi construída totalmente com módulos pré-fabricados com uso racional dos materiais, muito pouco resíduos indo para a caçamba do canteiro. Pode ser desmontada e transportada a outra implantação; estamos falando de construção industrializada.  É como no lançamento no mercado
dum novo modelo de carro, atrás dele há um demorado processo de desenho computorizado, de ensaio e erro, até chegar à ótima solução custo-benefício. Ainda se trata de uma casa flexível e adaptável a…

Califórnia, casa erguida em 13 horas (1)

Escolhi esta casa em Santa Monica na Califórnia porque é bonita e sustentável, e por uma razão científica rss...conforme o fabricante ela pode ser erguida em 13 horas ! Ainda vocês não acreditem !  Meu número de estudante na faculdade tinha dois números 13, aprovei exames o dia 13 e até no salão número 13. Por isso quando viajo sempre que possível escolho a cadeira...13. bingo !
A construção dela levou a sério o assunto da sua implantação, está a pouca distância a pé do transporte público e num bairro onde é corriqueiro o uso da bicicleta. O desenho tem coisas sutis como o respeito da tradicional flexibilidade entre os espaços interiores e exteriores no Sul da Califórnia. Isto reflete na conexão do interior da casa como o terreno, permitindo que o espaço habitável se amplie até o exterior através de grandes portas, grandes janelas operáveis para permitir a ventilação cruzada, e diversos terraços exteriores que permitem a visão do entorno. Mas estes terraços sempre estão protegidos com…

Árvores de Ar em Madrid (final)

A construção das edificações conforme ao clima da sua localização geográfica, sempre é fundamental, o clima deve ser levado a sério pelo arquiteto como um ferramenta mais de desenho, e ainda como uma restrição mais, digamos assim tal e como as restrições das normas municipais. No caso de Madrid a cidade está numa meseta, seu clima é seco. Mas o homem esperto piora os efeitos desse clima seco sobre a saúde, com as assim chamadas “ilhas de calor”. O fenômeno ilha de calor -comum nas cidades- é produzido pela abundância do concreto com poucos espaços verdes. Nas cidadezinhas não há ilhas de calor. Quantas árvores são derrubadas para ampliar as avenidas ? É a ditadura do carro ! Sem falar em Brasília, desenhada com superquadras e privilegiando o uso do automóvel. O paradigma é a sustentável Curitiba, a meca verde do Brasil, com 52 m² de verde por habitante. Para amenizar isso podemos pintar os telhados de branco. Também devemos plantar árvores e colocar telhados verdes nas coberturas e te…

Árvores de Ar em Madrid 2

Este é um projeto do escritório Ecosistema Urbano Arquitectos integrado pelos colegas Belinda Tato, Jose Luis Vallejo e Diego García-Setien. Conforme eles: “a proposta para o Ecoboulevard de Vallecas pode ser definida como uma operação de reciclagem urbana, que consiste na instalação de 3 árvores de ar inseridos no tecido urbano, procurando dinamizar as relações sociais. Estas árvores de ar alimentadas por energia fotovoltaica, são consideradas como próteses temporais que podem ser desmontadas, deixando os espaços remanentes como clareiras na floresta.”  Os arquitetos foram selecionados por concurso por o programa social e ambiental de melhora de vida do bairro. Estas belas “árvores” ou pavilhões ocupam um espaço onde deveriam ser plantadas árvores reais, se constituindo assim num espaço agradável de encontro para os moradores do bairro. As árvores de ar contêm um sistema que borrifa vapor de água alimentado com energia fotovoltaica, tudo para criar um espaço com temperatura 8 a 10ºC …

Árvores de Ar em Madrid 1

O que é esta estranha estrutura, parece um gasômetro ? Mas um gasômetro do bem pois sua finalidade é produzir sombra e arrefecimento, digamos assim um ar condicionado “natural” para os pedestres, é um verdadeiro oásis no clima com poucas chuvas de Madrid.  A maravilhosa estrutura é muitas coisas, uma praça de convivência para o pessoal se encontrar para bater um papo ou um momento descontraído; mas também é uma arvore midiática. Como assim ?  Pois na fita de luz vermelha podemos conferir as características do tempo nesse instante, temperatura, umidade relativa, ponto de orvalho, pressão atmosférica, nível de ruído. Na imagem (façam zoom) vemos uma umidade relativa de 47, 6 %, é muito seco. Em outra imagem eu li 27,7% umidade relativa; meu Deus é seco mesmo. Da para ver que as noites em Madrid são frias com esse clima seco; pois a umidade atua como um amortecedor das temperaturas extremas, o pessoal que mora à beira mar já sabe disso...Estas instalações esculturais, num total de três e…

Barco que funciona com GLP

Este barco é um catamarã da empresa Buquebus para o transporte fluvial e permite unir Montevidéu com Buenos Aires em apenas duas horas e doze minutos, a uma velocidade de 58 nós, uns 107 quilômetros por hora, é o ferry mais veloz do seu tipo no mundo todo. Quando eu era moço, no século passado, e significa mais moço que agora...rss; era uma viagem que durava uma noite, o barco tinha até boate, o que hoje se chama de discoteca. Este barco cujo nome é Francisco Papa é uma nave verde; conforme a empresa o barco utiliza um sistema de propulsão alimentado com GLP Gás Liquefeito de Petróleo, o que vai permitir eliminar quase um 100 % as emissões contaminantes. Para fornecer o combustível necessário, a empresa ainda instalou na Argentina uma moderna planta de produção gás. Comumente os navios usam para seu deslocamento motores diesel, alimentados com óleo diesel. A empresa leva sério sua responsabilidade ambiental, pois está em uso seu ônibus elétrico realizando o passeio turístico pela Colo…

Casa Factor 10 em Chicago 2

Os créditos da casa: esta Factor 10 é um projeto do escritório EHDD Architecture, foi um dos participantes do concurso organizado pelo Departamento de Meio Ambiente e Habitação da cidade de Chicago, USA. Os quesitos do concurso foram o desenho da habitação com eficiência energética e sustentabilidade, empregando tecnologias inovadoras. Isso foi atingido com quatro eixos que nortearam o desenho do EHDD, a redução do tamanho da casa (155 m²), melhora na eficiência, ampliação do período de vida útil da casa, e redução do impacto ambiental da casa durante essa vida útil. A cuidadosa localização das janelas maximiza a iluminação e a reflexão da luz natural, Chicago é uma cidade fria, é chamada “a cidade dos ventos”, também não vemos essas grandes vidraçarias que alguns arquitetos adoram colocar nos seus projetos...rss Este sobrado tem o térreo, o pavimento superior, e ainda um porão que recebe suficiente iluminação natural e ventilação e pode ser considerado habitável. Os muros dele são fe…

Casa Factor 10 em Chicago 1

Esta casa é um espetáculo ! Atenção aos que vão construir: esta bela habitação é um compêndio de boas práticas sustentáveis. O coração dela é a caixa da escada, na fachada está à esquerda. Como apreciamos no corte, está desenhada como uma chaminé solar, aberta ao Sul, a qual deixa entrar o benéfico sol do inverno, esse calor é armazenado em 130 garrafas PET cheias de água e penduradas no muro Norte. Eu as contei...rss...falo sério. Após o pôr-do- sol as garrafas vão liberando devagar o calor ! Ma-ra-vi-lho-so. Acontece que a água é um ótimo material para armazenar calor. Na parte superior da chaminé solar ainda há um ventilador que faz descer o ar morno no inverno. Mas no verão, a casa toda atua de fato como um exaustor que empurra o ar até que esse ar quente é expulso ao exterior. Outra maravilha que possibilita a ventilação cruzada -vejam o corte- são as janelas que há sobre as portas, vão inclusas no caixilho. No Uruguai nas casas do século passado, 1900-1920 havia estas janelas, n…

CartonLab 2

Ante a mesma situação -não uso a palavra crise- as pessoas agem de diversa maneira. Uma grade fábrica de sapatos havia enviado dos vendedores à Índia a estudar o mercado. Um deles falou assim à casa matriz: “parem a produção pois cá ninguém usa sapatos”. Mas o outro, o nosso herói: “tripliquem a produção de sapatos, cá ninguém usa !” E para aqueles que tenham preconceitos do tipo “estudar cinco anos na faculdade de arquitetura para construir coisas de papelão”; podemos lembrar que estes arquitetos hão ganhado prêmios na Espanha e no estrangeiro, até com projetos urbanísticos. Pois não existem projetos pequenos, o bom profissional pôe toda sua paixão -o amor- no seu trabalho, seja cozinhar pastéis ou projetos da engenharia. Em resumo este escritório de Murcia através da sua CartonLab se ocupa dum eco-desenho personalizado, eles desenham e produzem sob encomenda as idéias e projetos do cliente, elas viram em experiências 100% recicláveis, leves, resistentes, de fácil montagem e completa…

CartonLab 1

Hoje vamos falar duma experiência sustentável e uma lição de vida, das pessoas que são capazes de adaptar sua vida às mudanças. Essas oportunidades de crescimento profissional que comumente chegam a nós, mas disfarçadas de crise ! Trata-se do interessante trabalho dos arquitetos Carlos Abadía Suanzes-Carpegna, Ignacio Bautista Ruiz e Pablo García Mora. Eles são espanhóis e compõem o jovem escritório Moho Arquitetos, só que tem um detalhe, eles constroem com...papelão !  Acontece que logo da crise imobiliária da Espanha entre 2008 e o 2011, a construção caiu e o país se encheu da casas vazias. E o que fizeram eles ? Eles se re-criaram totalmente e começaram no 2010 brincando a construir brinquedos sustentáveis de papelão, até que hoje tem a plataforma CartonLab que oferece uma experiência 100% reciclável que há servido ao escritório para montar desde estandes para a Microsoft, até uma exposição completa de papelão como vemos na imagem.Sua aposta e desenhar pensando na reciclagem, seja …

Casa desmontável em Maryland (final)

Toda casa pode ser montada e desmontada com uma chave inglesa, significa que é possível sim desmontar a casa com zero entulho e instalá-la em outra implantação. Parece um brinquedo Lego. Esta casa é 100 % sustentável, mas falta informação sobre os painéis solares...
Outro elemento interessantíssimo é a fachada Oeste totalmente coberta por uma dupla pele; pelo interior temos umas portas camarão de vidro, e pelo exterior estas gigantes venezianas de policarbonato articuláveis que ainda tem um toldo ajustável, todo isso como proteção contra as tormentas, este mecanismo é acionado por motor.  E para bancar os movimentos das venezianas, temos estes tensores de cabos de aço que vemos imagem.

Ps: amanhã vamos conhecer o belo trabalho de uns arquitetos espanhóis que constroem com...papelão ! 

Casa desmontável em Maryland 2

Esta adorável casa é um projeto do escritório Kieran Timberlake Associates LLP, nas ilhas Taylors em Maryland nos Estados Unidos. Tem dois andares e térreo e 168 m². Construtivamente é formada por quatro elementos arquitetônicos: o esqueleto, os conectores, as ripas, as instalações. Ela tem um leque de coisas interessantes, trata se duma casa pré-fabricada montada no local em menos de seis semanas !  O esqueleto é uma estrutura de alumínio que emprega tensores para enrijecer a estrutura; em base a conectores recebe os painéis pré-fabricados dos pavimentos e do telhado; dentro deles temos escondidas as tubulações do calor radiante, água fria e quente, esgoto, ventilação, energia elétrica. O uso do alumínio é uma inovação construtiva, pois o comum é o uso de estruturas de perfis de aço padronizados, ou ainda feitas com chapa de aço dobrada sob encomenda. Com certeza foi escolhido para contornar os efeitos da maresia além das suas condições de material leve. Os painéis de fechamento dos …

Casa desmontável em Maryland 1

Já imaginaram vocês vendendo seu lote de terreno e levando embora sua casa desmontada num caminhão ? Pois isto pode ser realidade nesta residência na bahia de Chesapeake em Maryland nos Estados Unidos. A poesia deste projeto procura a fusão da paisagem com a arquitetura, literalmente é uma moradia fundada sobre as árvores e que surge entre as árvores, seus pilares são de madeira. Enxergando as fachadas é como ver a floresta, pois elas têm um acabamento de réguas de madeira com encaixe macho e fêmea, apoiadas num muro sólido e outras vezes sobre o vidro, semelhando os sólidos e vácuos da floresta. A casa é composta de dois módulos unidos por duas pontes, num deles estão os cômodos dos hóspedes. Na fachada Leste temos uma longa escada reta, mas de dois lances, após o primeiro temos uma coisa curiosa pois chegamos ao primeiro andar, onde se encontram o dormitório do casal e um dos quartos de hóspedes com seus banheiros. Continuamos subindo pelo segundo lance e chegamos ao pavimento super…

Conhecendo o Crown Hall em Chicago 2

Após sua inauguração o arquiteto chamou ao Crown Hall de “a estrutura mais clara que fiz, a melhor para expressar minha filosofia”. Houve até algum crítico de arquitetura que o chamou de “o Partenon do século XX”. Neste belo exemplo está sobrevoando o conceito de arquitetura racional, limpa; é a estética da simplicidade industrial, com sua estrutura à vista sem nenhuma vergonha. O Mies até cunhou o bordão “less is more”, menos é mais em inglês, nos dizendo das bondades duma arquitetura nua sem enfeites gratuitos.
Só que este belo prédio tem uma coisa, em 1956 ano da sua construção, se acreditava que o petróleo além de barato era inexaurível, a ficha caiu com a primeira crises do petróleo em 1973, quando subiu o preço dele.Também naqueles anos de otimismo ingênuo, eram desconsiderados os efeitos contaminantes da queima dos combustíveis fósseis. Hoje para fazer uma pele de vidro como esta do Crown Hall, são levadas a sério diversas precauções construtivas, como vidros especiais e proteçõ…

Conhecendo o Crown Hall em Chicago 1

Este é um ícone da arquitetura mundial e também da obra do genial arquiteto alemã Mies van der Rohe; no ano 2001 o prédio Crown Hall foi incluído no Registro Nacional de Locais Históricos (National Register of Historic Places NRHP), é o equivalente ao IPHAN do Brasil, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.  Na imagem vemos o Crown Hall em pele e ossos durante sua construção; a estrutura é feita de vigas metálicas soldadas a colunas de perfis de aço H, formando os pórticos. Trata-se de uma engenhosa cobertura leve mas com um detalhe, é uma cobertura suspensa ao invés de ser apoiada como comumente se faz, nas altas vigas vão soldadas estas “cruzes”; sobre elas vão apoiadas as terças do telhado. Observem na imagem que as vigas têm quase a altura da moça subindo a escada. 

O Crown Hall é localizado numa posição central no câmpus do Illinois Institute of Technology, ao sul do centro da cidade de Chicago. Trata-se de um volume de dois andares de 67 x 36 metros e 7 metros de …