Pular para o conteúdo principal

Rio de Janeiro, cidade maravilhosa 2



No indicador “Uso da Terra e Prédios” a cidade também se coloca acima da média. Rio tem duas das maiores florestas urbanas do mundo: o parque estadual Pedra Branca (imagem) e o parque nacional da Tijuca. A cidade tem 58 m² de área verde por habitante, um pouquinho mais do que Curitiba. Também, o plano de ação para a mudança climática de Rio, exige a reforestação das áreas protegidas. São todas excelentes medidas de urbanismo sustentável, parabéns! Com o foco nos Jogos Olímpicos 2016, Rio está desenvolvendo áreas residenciais e comerciais ao redor do porto; o projeto Rio Maravilha de U$S 200 milhões, inclui a reconstrução de edifícios históricos, a melhora dos serviços de transporte e saneamento, a criação de ciclovias e zonas verdes. Atualmente moram na área do porto 30.000 pessoas, mas o estimado é que 100.000 pessoas habitem ali no 2016, quanto finalize o projeto.

No parâmetro “Transporte” a cidade se coloca na média; o sistema de transporte público é formado por ônibus e metrô. O metrô tem duas linhas num total de 47 km, mas ficam grandes partes de cidade atendidas só por ônibus. O Estado está investindo USD 78 milhões para duplicar a capacidade destas linhas, e assim transportar 1,1 milhões de passageiros amais por dia. A terceira linha é atualmente em construção, finalizada em 2016 vai transportar 230.000 passageiros ao dia à zona oeste. Rio tem problemas endêmicos de tráfego, e lenta a implementação de medidas para mitigá-los, por exemplo, falta o “dia sem carro” e os corredores de veículos compartilhados. Mas Rio vai ter para o 2016 quatro corredores principais para ônibus conforme o modelo Bus Rápido Trânsito BRT de Curitiba. E também há um plano para estender a longitude total das ciclovias de 140 km até 340 km no ano 2012. Maravilhoso! No indicador “Lixo” a cidade está colocada na média; gera 525 kg de lixo por pessoa no ano tudo, a média do “Índice” é de 465 kg.  Assim vão ser reduzidos às emissões pela captação do gás metano para gerar biogás.
Ps: o sábado próximo é o Dia Mundial sem Carro.


 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.