Pular para o conteúdo principal

Redescobrindo São Paulo 3


Oi internautas ! Podem ver acima no canto direito que agora temos um Tradutor.

No parâmetro “Resíduos” a cidade de São Paulo é colocada acima da média, pois elimina o 100% dos resíduos produzidos dentro dos limites dela. Há duas empresas privadas que coletam o lixo residencial e o reciclável; com aplicação de normas ambientais nos dois aterros sanitários. E ainda uma cuidadosa monitoração da eliminação dos resíduos perigosos pela indústria. Mas o calcanhar de Aquiles são os 550 kg de resíduos por ano produzidos por cada habitante de São Paulo; enquanto a média do nosso Índice são 465 kg ! Mas porque é tão importante o assunto da quantidade de resíduos?    Acontece que as metrópoles produzem muitos resíduos, então a reciclagem é uma grande ajuda contra a mudança climática, pois se menos lixo chegar aos aterros sanitários, caem as emissões de metano e CO². E ainda temos a iniciativa “Ecoponto” para reduzir a prática corriqueira de lançar lixo nas ruas. A cidade tem pontos de coleta, onde os cidadãos podem eliminar sem qualquer custo, os resíduos que não entram nos contêineres residenciais como móveis, entulho, ramas de árvores.

Já no indicador “Água” do nosso Índice, São Paulo está colocada acima da média, devido entre outros fatores à estrita monitoração da qualidade da água, pela empresa estatal Sabesp. Ela tem como prioridade a eliminação dos vazamentos e conexões ilegais às redes de água; por isso foi aumentado o número de inspetores. A empresa tem uma iniciativa chamada de PURA (Programa de Uso Racional da Água) para impulsionar a conservação da água, através de campanhas de informação ao público, e a aplicação de novas tecnologias. A cidade toda é comprometida com a diminuição do consumo de água potável, e foram instalados hidrômetros para medir o consumo nos prédios residenciais. A Sabesp está usando suas melhores práticas desenvolvidas em parceria com Universidade Politécnica de São Paulo, no seu trabalho com colégios, hospitais, e cárceres. A empresa diz que conseguiu reduzir o consumo de água nos seus próprios escritórios num 72%...parabéns ! 

E como a cereja do bolo convido a vocês a assistir este vídeo do MASP.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.