Pular para o conteúdo principal

Redescobrindo São Paulo 1




Estes posts sobre a cidade de São Paulo contém informações do “Índice de Cidades Verdes da América Latina”.  O Índice é uma avaliação comparativa do impacto ecológico das principais cidades da América Latina, aliás um projeto de investigação independente realizado pela Economist Intelligence Unit, com patrocínio da empresa Siemens. As cidades são avaliadas em 8 itens: Energia e CO²; Uso da Terra e Prédios; Transporte; Lixo; Água; Saneamento; Qualidade do Ar; Governança Ambiental.

São Paulo a mega-cidade de 11 milhões de habitantes e área metropolitana de 20,7 milhões, é a capital econômica e financeira do Brasil. No século passado foi um dinâmico centro industrial, mas hoje sua economia está dominada pelo setor de serviços. Durante muito tempo atraiu pessoal de todo Brasil e do estrangeiro, com uma grande explosão demográfica que produz uma rápida e muitas vezes caótica urbanização. No parâmetro “Energia e CO²” a cidade está muito acima da média, sua eletricidade é 100% gerada por usinas hidrelétricas. Tem uma das políticas mais abrangentes sobre energias limpas e mudança climática. No ano 2005 São Paulo realizou seu inventário de emissões de gases efeito estufa GEE; tem 15 milhões de toneladas de GEE por ano, o 25% pela manipulação do lixo e o 75% pelo transporte. Desde o ano 2009 existe o Comitê de Mudança Climática para monitorar o cumprimento das metas de redução de emissões.  A redução chegou já até um 20%, com a captura e queima do gás metano dos aterros sanitários para gerar energia. Isso é importante, pois este gás metano agrava o aquecimento global 23 vezes mais que o CO² !

No indicador “Uso da Terra e Prédios” São Paulo é colocado acima da média; a cidade tem políticas básicas de eco-construção, que exigem que as novas construções de porte incluam painéis solares para aquecimento de água.  E ainda normas de eficiência energética desde o ano 2009.  A cidade (não a área metropolitana) é muito densa e está relativamente vazia de áreas verdes.  Porém, a média da área metropolitana é de 55 m² de área verde por habitante, um pouquinho mais que Curitiba, a meca sustentável do Brasil. Mas tem diversos parques, na imagem 03 vemos o parque Ibirapuera. São Paulo ainda pode melhorar no setor das políticas de uso da terra, se conseguir frear o crescimento sem controle da cidade, e ainda proteger as áreas ambientais sensíveis.

Na imagem 01 vemos um ícone de São Paulo: o prédio Copan do Oscar Niemeyer; já na imagem 02 temos o prédio Terraço Itália visto desde...o edifício Copan.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

trunfos da casa Koda

Sabiam que esta fantástica microcasa, Koda House, está fabricada com alguns componentes vindos da tecnologia aeroespacial e aplicações militares? Tal e como muitas tecnologias hoje comuns. Conforme a imagem, temos painéis solares no telhado para gerar energia e dentro, uma casa inteligente com alarme, iluminação LED ajustável e controle climático. A salientar que com a profundidade do local de 4,50 metros, estamos maximizando a iluminação natural. O exterior é de concreto e o interior de madeira natural. A envoltória exterior além do vidro quádruplo tem finas paredes de concreto. Mas como assim ? 





Acontece que muros exteriores têm painéis VIP, não têm nada a ver com as socialites VIP..rss São conhecidos desde 1930, aplicados logo na industria aeroespacial e militar. O painel de isolamento a vácuo (Vacuum Insulation Panel), é composto de um núcleo hermeticamente fechado, em uma folha fina e multicamada especial. Durante o processo de fabricação todo o ar é extraído e, conforme isto os g…

Truques do Bangalô em NY

Será possível construir num terreno em declive na floresta, minimizando os trabalhos manuais no canteiro de obra, dispensando muro de arrimo, fundações importantes e o concreto bombeado ? Ainda dispondo de um enxuto orçamento e mão de obra dos proprietários, dois construtores amadores, com a ajuda de uma turma de fim-de-semana ? A expertise não se compra na farmácia, os arquitetos do escritório JacobsChang Architecture saíram vitoriosos do desafio !Esta “Half-Tree House” é uma a arquitetura levantada acima do solo que depende do suporte das árvores, todo começou com 2 sapatas de concreto ancoradas na terra -na esquerda da imagem- vejam o cabeçal preparado para receber as vigas de madeira. 



Os extremos delas ficam fixados nas árvores, com um sistema de ancoragem especial chamado Garnier Limb; uma espécie de parafuso gigante com elementos metálicos para segurar a madeira.O interessante é que este sistema patenteado permite que a árvore e a estrutura se comportem de forma independente.O t…

O que é Arquitetura Bioclimática ?

Podemos dizer que Arquitetura Bioclimática é aquela que usa o clima local como ferramenta de trabalho, significa que o arquiteto desde o pique orienta corretamente a sua edificação -casa ou prédio- para tirar partido do sol, isso já era conhecido por Sócrates no século IV A.C., também pelos romanos, só que com a Revolução Industrial e o advento dos sistemas de calefação e ar-condicionado e ainda aqueles caprichos “de artista” com grandes fachadas vidradas, essa sabedoria foi sendo esquecida. Olha que até o Tintin sem ter diploma de arquiteto...rss sabe das bondades do calor solar. Mas o arquiteto esperto também sabe tirar partido dos ventos prevalentes, do regime de chuvas, da umidade, do calor armazenado na terra...Uma arquitetura bioclimática, em conseqüência é como um termo de alfaiate, executado conforme o clima da região. O qual não significa dispensar o uso de equipamentos mecânicos de climatização, como ar-condicionado e sistemas de calefação, só que eles vão ser usados menos h…