Pular para o conteúdo principal

Mercado Agrícola de Montevidéu 1



Este projeto de restauração arquitetônica é um caso de revitalização urbana, o projeto original é inspirado no mercado Les Halles de Paris (imagem preto e branco). O mercado se localiza numa área caracterizada desde o começo do século XIX, pela presença dos serviços de abastecimento da cidade de Montevidéu. Em 1905 a Prefeitura chamou a concurso de projetos para a construção dele; algumas determinantes foram o orçamento enxuto e a presença de poucos apoios intermediários, para facilitar a circulação veicular no interior entre as áreas de armazenagem. Os vencedores do concurso Arqs. A. Vázquez e S. Geranio desenharam um volume de planta retangular, com o eixo longitudinal coincidindo com um eixo do quarteirão.

O Mercado Agrícola passou por um período de decadência, assim o local foi virando numa zona empobrecida e com problemas de segurança pública. Atualmente é tombado Patrimônio Histórico, teve o projeto de restauração do Arq. Carlos Pascual. Na frente dele é localizado o condomínio Altos del Libertador, um caso interessante de reciclagem da ex-fábrica Alpargatas; ambos prédios fazem parte do plano de revitalização do bairro Goes; podemos dizer que é um caso de acupuntura urbana como diz o Arq. Jaime Lerner. À recuperação do prédio do mercado aplica o conceito de Praça de Convivência; é a forma de construir cidadania com esta sinergia de recuperar o bairro e o mercado, salientando sua feliz inserção nele, com uma imagem moderna conforme prédios similares europeus.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.