Pular para o conteúdo principal

Hotel Sustentável na Chapada Diamantina 2



Os comentários a seguir são baseados num valioso material, devido à gentileza da proprietária do hotel Yasmin Lessa Felippi, e à colaboração do host Ramiro Barbosa. 

O Canto das Águas é um Hotel Pousada com 44 unidades habitacionais divididas em 6 categorias, pertencente à seleta associação de Hóteis “Roteiros de Charme”. O hotel dispõe de salão de convenções equipado para encontros empresariais, palestras, cursos; sauna a vapor, salão de jogos, tendas para massagens além de um excelente restaurante. Os itens dos apartamentos são os mesmos para todas as categorias: telefone, frigobar, secador de cabelo, armário, tv sky HD, e ar condicionado split.

O hotel surgiu no ano de 1986 numa área muito próxima às margens do Rio Lençóis, e numa época em que os conceitos de preservação ambiental não eram populares nem postos em prática, nessa época a cidade vivia exclusivamente do garimpo de diamantes. Os proprietários começaram a promover mutirões de limpeza no rio, e eram hostilizados pelas pessoas que lançavam o lixo residencial nele, e pelos funcionários públicos da varrição da cidade que tinham um ponto de descarte do lixo dentro do rio em frente ao empreendimento, esse lixo acumulava e era levado pelas cheias nas épocas de chuva. A consciência dos proprietários serviu de exemplo para muitas pessoas despertarem a consciência ambiental. Cerca de 10 anos depois do surgimento do hotel o garimpo de diamantes foi proibido.  A cidade passou a aventar a possibilidade de trabalhar com turismo como alternativa econômica, devido ao grande valor cênico de nossas belezas ambientais, conceitos como ecoturismo começaram timidamente a surgir. Em meio a isso tudo o Hotel Canto das Águas seguia seu caminho, adotando práticas mitigantes de impacto e valorizando a relação com a comunidade local, sem nenhuma intenção de certificação, tudo era feito por vontade própria dos donos do empreendimento.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Paris, reciclando uma estação de trem

Atenção aos que tem planos de viajar a Paris, que tal visitar La REcyclerie? Um inusitado lugar onde é possível comer ou tomar uma bebida no café-cantina, visitar e cuidar da granja urbana, e dar uma vasculhada na oficina de consertos; de fato o local atua como uma verdadeira praça de convívio, algo muito bom para lutar contra a violência urbana atual. Mas como assim? La REcyclerie é um lugar ma-ra-vi-lho-so funcionando nas instalações duma antiga estação de trem desativada em Paris; abriga duas empresas, uma de catering para administrar o bar-cantina e  uma associação de animação para gerenciar as atividades pedagógicas e culturais (Les Amis Recycleurs). Estas duas entidades permitem que os empregados sejam contratados, através de um acordo coletivo que corresponda às suas respectivas necessidades. A associação Os Amigos Recicladores é responsável pela animação e programação da oficina e da granja urbana. O objetivo do projeto é promover o “uso” ao invés da “propriedade” das coisas, …

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Charges do Consumismo (2)

Além do consumismo próprio feminino e masculino -até os homens hão caído nessa- temos o consumismo das crianças e adolescentes...pago com o dinheiro dos pais. O pai da imagem diz “I paid”, eu paguei !  Os vilões desta história são os cartões de crédito que facilitam consumir primeiro e pagar depois...
A imagem mostra o estilo de vida adolescente:  “Jovens de entre 8 e 18 anos de idade nos EUA, gastam um quarto do seu tempo de mídia usando diversos meios de comunicação.  O  24% dos jovens de 12 até 18 anos na maioria das vezes usam outra mídia enquanto assistem TV”.  Isto último também o fazem os adultos !  Mas a boa notícia é que as mídias podem ser usadas também para semear a cultura do desapego, do Consumo Colaborativo. Depende de nós...é só atitude. 
Ps. não sou um dinossauro...rss  Uso o correio eletrônico, o celular e o desenho por computador; principalmente como maravilhosas ferramentas de otimização do trabalho...e também de comunicação.