Pular para o conteúdo principal

Conhecendo as Cittaslow 2



Bravo pelas corajosas motoqueras ! A Cittaslow nasce como uma reação ao não-lugar das nossas cidades modernas, onde se nós viajamos vemos os mesmos prédios, as mesmas lojas de comida rápida, a mesmice das marcas comerciais. Acontece que os grandes escritórios de arquitetura trabalham no mundo, todo com filiais na China e na Índia, e com a globalização se corre o perigo de globalizar a arquitetura. Mas existem arquitetos sensíveis às diversas culturas locais; como vemos neste prédio nos Emiratos Árabes Unidos, na cidade de Masdar que acabamos de ver. É um prédio desenhado por arquitetos ocidentais, um edifício com tecnologia de ponta, mas com o motivo árabe do muxarabiê, é este componente vazado que vemos na fachada, que aliás permite a ventilação.

Exatamente o conceito Cittaslow nasce no 1999 na Roma em resposta à instalação dum Mc Donald na Praça Espanha, onde o jornalista Carlo Pertini criou na cidadezinha de Bra -no Piemonte (28.000 habitantes)- um movimento ao que chamou de Slow Food em oposição ao Fast Food. Após disso, suas idéias foram aplicadas na cidade originando assim a primeira Cittaslow da Itália. Como um gesto simbólico para atingir uma cidade mais gentil e menos agitada, o Prefeito atrasou meia hora o relógio da igreja, e proibiu a circulação de carros no centro ! Estas medidas e outras mudaram o rosto da cidade e dos seus moradores. Logo algumas cidadezinhas italianas se juntaram para estabelecer seu próprio jeito de organização e poderem-se chamar de Cittaslow, estabelecendo um controle do que está permitido fazer, às que desejam entrar nesta categoria. Estas cidades não são um movimento como o “vegetariano” onde ninguém controla a você, são como os hotéis 5 estrelas os quais devem respeitar normas e são vistoriados, para segurar que sejam efetivamente 5 estrelas. Atualmente na Itália há uma rede de 30 Cittaslow e outras 80 hão adotado uma identidade menos estressante; acho isto excelente pensando no Brasil. Uma cidade pode ser certificada como Cittaslow e cumprir suas regras, ou pode ter algumas características Slow (lentas), o importante é estar nessa trilha, não é branco ou preto.

A Cittaslow é um conceito sobre os cuidados que temos ter com a cidade onde nós moramos, para os que trabalham e vivem nela e para os visitantes. Pois o turismo é uma fonte de renda para essas cidadezinhas. Aquilo que começou na Itália hoje é uma rede internacional de cidades, a cada cidade que deseje entrar nela se compromete a atingir umas metas para ter uma melhor qualidade de vida, necessitam passar por uma avaliação para serem admitidas como associadas, e ter direito a usar a logomarca do caracol. Estas diretrizes são sobre a proteção ao meio ambiente, a promoção da gastronomia e produtos locais. Estou pensando no Festimalha em Nova Petrópolis; no chocolate em Gramado; no Festival de Balonismo em Torres. Todo isto no Rio Grande do Sul.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

LAREIRA ACONCHEGANTE 2

Pois é, esta bela lareira pode deixar fugir até o 70% do seu calor pela chaminé, mas agora vem o pior...este calor que sobe arrasta o calor dos cômodos e contribui a esfriar a casa ! Por sinal eu trabalhei diversos anos com calefação.


Mas, será que a lareira a lenha não é um bom sistema de calefação? Ou que talvez existam no mercado outras lareiras...de alta performance?

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.