Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Raios X do ELM Park em Dublin 4

O ar que entra nos prédios do ELM Park sopra sobre um sistema de tubos de água quente, colocados perto da fachada Leste, para providenciar calefação na estação fria; mas como o clima de Dublin é temperado são pouco empregados. A água quente é fornecida por uma usina CHPP, é uma usina combinada de calefação e força chamada de cogeração. 

E tem mais maravilha ainda...os dormitórios estão localizados na fachada Leste, para que os moradores acordem com sol; e tem a sala na fachada Oeste, para desfrutar do sol na tardinha do inverno. Também as varandas desta bela fachada, fornecem sombra e ventilação cruzada às unidades residenciais.



Raios X do ELM Park em Dublin 3

A tendência moderna do urbanismo, é não gerar mais essas grandes periferias espalhadas como uma mancha de óleo, longe do centro da cidade, como no século passado nos Estados Unidos, feitas de casas individuais, pela pouca densidade que atingem; não é razoável nem racionalmente econômico. O interessante é como este ELM Park já é considerado um paradigma do urbanismo de Dublin. Uma revista titulou assim sobre o ELM Park: “Deixando a natureza fazer o trabalho”. Mas o que significa isso ?

Significa que este também é um condomínio bioclimático, desenhado como um terno de alfaiate conforme o clima local, pois estes prédios compridos e estreitos estão orientados conforme o eixo Norte-Sul para tirar partido dos ventos prevalentes do Oeste. Então a natureza faz o trabalho de ventilação e iluminação naturais, e não é papo furado não ! Os prédios têm um átrio central que trabalha como uma chaminé térmica, que arrasta o ar dos apartamentos fazendo a ventilação cruzada. Na imagem abaixo -de outro p…

Raios X do ELM Park em Dublin 2

É importante que o condomínio ELM Park seja multiuso, pois isso garante que não esteja vazio de gente nas 24 horas do dia; e ajuda a não ter violência urbana, como sim acontece nas zonas especializadas de algumas cidades, que só tem escritórios e bancos -a city- e logo das 17 horas são perigosas por isso, pois ficam vazias. Mas também é interessante pela riqueza dos diversos tipos de prédios, pois há blocos residenciais e de escritórios, casas de idosos, hospital e hotel, creche, centro de palestras, restaurante, piscina e fitness center.

Também é um fato relevante que o condomínio tenha alta densidade, a densidade do ELM Park é 6 vezes maior que a da periferia da vizinhança. Mas porque é tão importante a alta densidade ? Acontece que com alta densidade é mais barato levar linhas de energia, água e saneamento. Isto mesmo foi colocado diversas vezes pelo pai da Curitiba moderna: o arquiteto Jaime Lerner, quando diz que vê à cidade compacta como uma oportunidade de gerar um tipo de vida …

Raios X do ELM Park em Dublin 1

O condomínio ELM Park em Dublin, na Irlanda, é um desenvolvimento de alta densidade e ainda multiuso. Está localizado no meio do verde num lote de terreno de 10 hectares; a  metade delas são estes espaços com grama, pinhos, bordo, carvalho, nogueira, bétula. Mas como é um condomínio de alta densidade, ao invés da periferia vizinha, é necessário muito espaço de estacionamento, o qual foi providenciado pelo esperto arquiteto Bucholz Mc Evoy com o estacionamento subterrâneo. O condomínio está conectado ao centro da cidade por transporte público, mas muitos moradores e visitantes se deslocam em carro desde a periferia.
Os promotores imobiliários acreditaram e comprovaram como é possível -com engenho- construir sustentável e fornecer qualidade de vida às pessoas. Significa que há um nicho de mercado de gente, preocupada com a qualidade de vida e interessada em comprar moradias sustentáveis. Tomara algum diretor de incorporadora no Brasil esteja lendo isto e resolva apostar na sustentabilida…

Viaje a Nova York e conheça a Hearst Tower (fim)

Acabei de ler numa revista de construção que os caixilhos das janelas, são feitos de perfis de alumínio da empresa italiana Metra; são os mesmos que empregou o arquiteto Pei na Pirâmide do Louvre em Paris. 
Para encerrar, esta Hearst Tower é um prédio multiuso pois além da revista “The Hearst Magazine” e outros escritórios corporativos, há um centro de fotografia digital, um centro de saúde de primeira linha, um centro executivo de palestras, um restaurante no andar 44, uma cafeteria (Café 57) para 340 cadeiras, e para os amantes do teatro, o teatro Joseph Urban de 168 poltronas. O nome do prédio é do magnata Radolph Hearst, criador do império jornalístico que leva seu nome.
O interessante desta torre é que seu desenho não obedece –como muitas vezes acontece- a uma frívola fantasia do “artista” projetista que o fez, senão sua beleza é conseqüência da sua funcionalidade e sustentabilidade.

PS: podem ir arrumando as malas, na próxima vez vamos pegar um avião até Dublin na Irlanda. Por sina…

Viaje a Nova York e conheça a Hearst Tower 4

Nesta ópera prima do gênio Norman Foster, há também sensores de luz que desligam as luzes quando há suficiente luz natural, lembremos que a forma e a envoltória exterior do prédio obedece à necessidade de maximizar a entrada de luz natural nos escritórios. E ainda sensores de movimento que desligam os computadores quando o escritório está vazio. Com todos estes dispositivos o arranha-céu consume 25% menos energia que outros similares do seu tipo.Ótimo !

Na cobertura do prédio ainda há um telhado verde onde se recolhe a água de chuva, a qual logo é armazenada e usada na substituição da água que evaporou do ar condicionado, na rega das plantas e arvores da avenida. Assim estamos reduzindo a quantidade de água usada direcionada á rede pública. A sustentabilidade está também na cuidadosa escolha dos materiais de construção, está proibido o uso de acabamentos e colantes que emitem VOCs compostos orgânicos voláteis.

Viaje a Nova York e conheça a Hearst Tower 3

A climatização deste grande átrio, uma zona de uso comum chamada de “Praça Urbana” é feita mediante os pisos que emitem o absorvem calor, pois levam no seu interior tubos onde circula água quente ou fria, conforme a estação do ano. Trata-se de uma laje radiante hidráulica. Também ao redor das escadas há uma série de cascatinhas cuja água contribui a arrefecer o ar interior no verão, as vemos na imagem ! Norman Foster é um poeta, um artista...além de arquiteto sustentável. Ele emprega nesta praça a água, a qual sempre foi usada pelo homem nas construções sob forma de fontes e chafarizes, como elemento de beleza; mas estas cascatinhas também providenciam música para a alma, é a trilha sonora da praça. 
Ainda nos andares superiores da torre há equipamentos de ar condicionado de alta eficiência, com sensores de ventilação de velocidade variável que se auto-regulam.

Viaje a Nova York e conheça a Hearst Tower 2

A logomarca da Hearst Tower são suas fachadas em forma de diamante, com estrutura de aço inox formada por diagonais, este desenho arrojado faz possível poupar 2.000 toneladas de aço com a mesma rigidez do prédio, aproximadamente o 85% do material estrutural é reciclado !! Mas também com esta disposição, o Norman Foster consegue que penetre maior quantidade de luz natural nos escritórios da torre; e também bloqueia grande parte das radiações solares que provocam calor no verão, pelo uso de vidros especiais. É para salientar que este audacioso desenho não obedece a teimosias estéticas do arquiteto projetista, trata-se de uma obra funcional...que também é bela. Como dizem os italianos é um capo lavoro, tal qual um gol do Edinson Cavani...rss

Viaje a Nova York e conheça a Hearst Tower 1

Eu não moro em Nova York...rss só que encontrei este arranha-céu sustentável e decidi publicar. O maravilhoso edifício é a reforma de um velho prédio em Nova York, pertence ao nosso amigo o arquiteto Sir Norman Foster e parceiros; por sinal o autor do masterplan da cidade de Masdar nos Emiratos Árabes Unidos. A fantástica torre inaugurada no 2006, tem 182 metros (são dois quarteirões) de altura e 46 andares, foi construída em 3 anos e custou 366 milhões de Euros. Este prédio da Hearst Corporation foi o primeiro arranha-céu nova-iorquino a obter o Gold LEED (Liderança em Energia e Desenho Ambiental). Foi construído aproveitando a antiga sede: um prédio de alvenaria de 6 andares do 1928, o qual virou um grande átrio, uma zona de uso comum ótima para encontros e bate-papos com amigos, chamada de “Praça Urbana”.

PS: agora um convite: se algum de vocês faz um passeio à Hearst Tower e tem a gentileza de me enviar alguma foto sua dentro dela, prometo a publicação neste blog, falo sério ! O en…

Moto que funciona a dejetos humanos

O que acham desta moto esportiva ? Na real trata-se dum triciclo de três pneus chamado de Toilet Bike Neo, só que tem um detalhe, ao invés do assento tradicional há um vaso sanitário, e ainda é coroado por um rolo de papel higiênico ! O fabricante japonês Toto criou esta moto que funciona a biogás produzido com dejetos humanos; sua autonomia é de 300 quilômetros com o depósito de combustível cheio. Mas caros internautas fiquem tranqüilos, pois conforme Kenji Fujita da empresa fabricante da engenhoca: “esta moto conceito nunca vai ser comercializada, nosso objetivo é mostrar ao público consumidor com nossos produtos, como aparatos sanitários e chuveiros que necessitam pouca água, que levamos a sério a ecologia.” Em inglês estes equipamentos sanitários eficientes são chamados de H.E.T.: high-efficiency toilets.

Mas falando sério segundo dados da Cetesb –Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental de São Paulo- as motos poluem, pelo menos, quatro vezes mais do que os automóveis. Sem f…

Automação da Casa (fim)

Para casas já construídas tem que se analisar o que é possível automatizar e o que não; sempre usando custo-benefício e amortização. Está na capa do livro que o melhor é pedir três orçamentos a três empresas sérias e competentes; para isso é aconselhável falar com usuários satisfeitos delas, quando você procura um doutor se informa com seus amigos, né ? É a mesma coisa, gente. A utilidade e rentabilidade do sistema são conforme a superfície construída da casa. De 200 m² para diante a automação pode ser uma boa opção. Mas o racional e mais barato é desenhar a casa desde o começo pensando na automação. O que significa considerar onde estão no projeto, vigas e pilares e por onde vai passar a tubulação. Isto vai-nos permitir instalar funções como controle de portas, janelas e persianas; que de outra maneira seria complicado controlar usando fiação própria. Acontece que na construção os erros e a falta de previsões sempre se podem corrigir, mas gastando uma grana daquelas. E também existem…

Automação da Casa 3

Na cena “Crianças em casa” você pode juntar as funções alarme perimetral, luzes exteriores, e também as câmeras de vídeo. E ainda pode tocar o celular da mãe e do pai se há qualquer problema na casa, ou se as crianças fazem travessuras.  Ou pode configurar as persianas do dormitório do filho adolescente, para que abra num determinado horário, e acorde para ir à escola. E como o mecanismo é inteligente não vai abrir os sábados e domingos. A cena “Cinema” coloca a luz tênue no seu home theater, desliga a música da casa preparando um ambiente aconchegante para ver um filminho.
Muitas casas já têm controles simples, por exemplo um cara passa pela frente e acende-se uma luz exterior na fachada. Ou com uma célula fotoelétrica se liga a luz no pôr-do-sol. Só que a domótica agrupa esses mecanismos num controle centralizado, incluindo é claro o sistema de alarme. Você pode controlar tudo desde sua própria casa ou remotamente desde um i-phone, desde um tablet ou ainda desde um micro.  Muitos de …

Automação da Casa 2

Na automação residencial o quesito da eficiência energética é talvez o mais óbvio, com sensores de presença você pode desligar as luzes dos cômodos vazios, pode percorrer um corredor e vão–se acendendo as luzes conforme você caminha.  É possível também ainda não esteja em casa, dimmerizar as luminárias, significa controlar a intensidade das luzes com o dimmer. 
E o terceira prestação é muito procurada, trata-se da segurança da sua casa, vamos ver como pode acontecer isso. A automação compreende um monte de controles, mas estes estão todos centralizados. Pero o interessante é que você pode configurar “cenas” e programar a vida da sua casa por vários dias . Por exemplo a cena Viagem: você tem que pegar o avião na correria, e não conseguiu fazer uma listagem de coisas a serem feitas antes de viajar, como desligar alguns equipamentos; agora pode viajar tranqüilo. Então você pode apertar o botão Viagem fazendo a programação, perdão pode tocar o botão, pois é uma tela “touch screen”, ao tato…

Automação da Casa 1

Já falamos do uso inteligente do celular, agora vamos ver como a tecnologia pode ser boa para o nosso dia-a-dia. Por exemplo se saímos de férias e lembramos que não desligamos o rádio. O que você faz? Volta para sua casa a desligá-lo? Ou acontece que vai dar uma saidinha e tem que deixar sozinhos aos seus filhos. Pode poderia sair e deixar eles em segurança? A boa notícia é que hoje se pode fazer isso e ainda muito mais usando a automação residencial, através dum celular, um micro, um notebook, uma tablet; é possível sim controlar as funções da sua casa. Mas esta automação residencial pode também se chamar de “domótica”. Mas o que é esta domótica ? 

É uma palavra formada de “domus” –casa em latim- e o final da palavra “informática”. É o conceito de casa inteligente ou informatizada. Mas deve-se lembrar que esta edificação “inteligente” já foi desenhada por um arquiteto inteligente ou seja sustentável ! É a mesma coisa.  O qual ao desenhar o projeto pensou na correta orientação dos ambi…

O celular é prejudicial à saúde? (fim)

Os sistemas de telefonia móvel têm a formação de “colméias” nas cidades, e no centro de cada uma delas é montada uma ERB -estação radio base- ou uma série de miniERBs, de forma de cobrir com suas sinais todo o território da cidade. Lembram você que as vezes saindo da cidade podem ficar sem sinal de celular ? É porque ficaram fora da zona de cobertura. Cada empresa fornecedora de telefonia móvel instala sua própria colméia, cada uma em determinada faixa de sinais. O problema é que as diversas colméias sobrepostas, provocam o efeito somatório da radiação emitida pelo sistema de cada empresa ! O efeito sinérgico atinge cada metro quadrado das cidades, com valores de densidade e potencia variáveis conforme os padrões de emissão; cada ERB emite radiações em forma de cone como se fosse a luz de uma lanterna. 
Preocupada com isso a Organização Mundial da Saúde –uma dependência da ONU- criou em 1995 um projeto mundial para o estudo deste problema, chama-se de “International EMF Project”. EMF s…

O celular é prejudicial à saúde? (3)

A radiação ionizante é a radiação produzida pelos campos eletromagnéticos de altíssima freqüência como os raios x, raios gama, e radiação nuclear. Nesse sentido os radiologistas quando tiram um raio x a um paciente, têm proteção e seu trabalho é considerado perigoso; cada ano do seu trabalho pode valer como dois anos para a aposentadoria. 
Já a radiação não ionizante é produzida pelos campos eletromagnéticos de baixa e alta freqüência, desenvolvidos artificialmente pelo homem. O interessante é que o campo elétrico é facilmente perceptível pelo homem, sendo possível colocar barreiras bloqueadoras como as de borracha e concreto. Mas o campo eletromagnético não é percebido e ainda não é facilmente contido por barreiras de concreto, metal, borracha, solo; transpassando qualquer meio existente na terra, inclusive o corpo humano. 

Por exemplo o cabo da fibra ótica que nos traz a televisão cabo, telefone e dados produz ao redor dele um campo eletromagnético, por isso é desaconselhável que o ca…

O celular é prejudicial à saúde? (2)

Para os homens, é importante não colocar o celular no bolso da camisa, pois o bolso está do lado esquerdo e fica sobre o coração ! Os celulares até podem prejudicar o funcionamento dos marca-passos cardíacos ! Se uma empresa de telefonia móvel oferece aos condôminos de um prédio pagar dinheiro pela autorização de colocar uma antena –chama se de ERB: estação radio base- na cobertura do prédio, você topa ? É bom negócio?

Vamos ver...acontece que a Terra é bombardeada naturalmente por radiações de diversa freqüência, algumas são visíveis ao olho humano como a luz; e outras não são perceptíveis pelo sistema sensorial, como os raios X e a radiação nuclear. Todos os organismo vivos (animais, vegetais e o homem) no planeta foram-se adaptando no percurso de milhares de anos, aos níveis de radiação e campo eletromagnético da Terra. E então qual é o problema ? 

O problema é que os organismos vivos, as pessoas e animais, especialmente os que moram nas cidades estão submetidos a um bombardeio const…

O celular é prejudicial à saúde? (1)

Vamos falar das benesses e conseqüências sérias que o desenvolvimento traz, começando por um aparelhinho inocente que todos usamos, trata-se do celular. Não é de balde que todo celular que você compra, nas “Instruções de Uso” a primeira coisa que pode ler é que o aparelhinho cumpre com as normativas européias, americanas e canadenses sobre radiações eletromagnéticas.  Não é a toa que os britânicos aconselham que as crianças usem poucas horas ao dia o celular; mas as companhias que oferecem produtos e serviços de telefonia móvel, são as que incentivam o uso dele.  Eu acho que –estranhamente- nesta época das TICs, as Tecnologias da Informação e do Conhecimento, nunca o homem esteve tão sozinho mesmo. E também as vezes tantas bobagens são ouvidas pelos celulares nos ônibus, ou ainda nos cyber cafés. Parece que as pessoas gostam de expor sua vida privada a todo o mundo, sem nenhuma vergonha. Mas outra coisa diferente é um cara que o usa para trabalhar como um vendedor, um homem de negócio…

Lisboa: a Baixa Pombalina (fim)

Na imagem vemos este belo calçadão, é um passeio até o Rio Tejo.  Parece que se você leva uma vida estressada ou ainda pacata, e deseja viver pra valer -a vida é muito curta gente- tem que conhecer Portugal...Então viaje ao Portugal !  quem sabe se você não conhece ali à dona ou dono do seu coração? Em apoio disto chamo -outra vez- ao Mário Coelho Pinto de Andrade na minha ajuda: 

Lisboa: a Baixa Pombalina 2

Com as viagens do descobrimento Lisboa virou um dos grandes portos do mundo, foi o eixo de um império que se espalhava desde o Brasil no oeste até a Índia pelo leste. Após o devastador terremoto de 1755 a Baixa Pombalina foi reconstruída com estilo clássico, mas ainda existem os pitorescos bairros medievais, cheios de restaurantes, cafeterias, e fascinantes lojas. Pela noite estão cheios de vida e oferecem todo tipo de música, desde a africana, até latino americana, é claro a saudade do fado. 

E voltando ao romantismo, para os portugueses ele é tão importante como ar que respiram. Manifesta-se em sua paixão pelo mar e pelas coisas novas, seu gosto pela boa comida e os bons vinhos. Lembram aquele bordão do filme “A sociedade dos poetas mortos” com o Robby Williams: Carpe Diem ? Pois é exatamente isso, sua sede de vida, de risadas e de amor, assim como o romantismo único da saudade expressado nos fados, nos versos míticos dos poetas do país, e nas emoções mais tangíveis da nostalgia, a t…

Lisboa: a Baixa Pombalina 1

Lisboa tem fama de ser uma das cidades mais procuradas pelo turismo na Europa, ali vamos encontrar muita história (eu adoro) mas também discotecas, bares e muita vida noturna (adoro também...rss). A sedutora cidade é localizada nos sete morros do Rio Tejo, em cada esquina do centro histórico, é possível encontrar imagens surpreendentes pois foi construída a escala humana. É prazerosa de percorrer a pé ou nos lá chamados de "elevadores", é um tipo de bonde. Na imagem dos elevadores, ao fundo vemos o rio. Eu adoro as cidades medievais com suas estreitas ruas, onde como elas estão protegidas –até porque produzem din dim com o turismo- há poucos carros ! Qualquer viageiro experimentado vai dizer para vocês que as cidades só se conhecem ...caminhando por elas ! Os labirintos de ruas de pedra e prédios decorados com azulejos da Baixa Pombalina –o centro de Lisboa- são um convite a fazer um passeio romântico, atenção namorados ! 

Nova York: Parque Subterrâneo 2

O cross-funding em inglês significa financiamento em massa o por subscrição, é a cooperação coletiva criando uma rede para angariar fundos ou outros recursos, comumente se usa a internet para isto. O cross-funding pode ser usado para muitos propósitos como artistas procurando apoio para gravar seu primeiro disco, empreendedores que necessitam fundos para iniciar sua própria empresa, campanhas políticas e ambientais.  Lembremos o importante papel que teve a internet na primeira eleição do Barak Obama; e também que o cara que iniciou o Google -hoje bilionário- percorreu 20 bancos em procura da grana necessária para abrir sua empresa. Atenção aos empreendedores e artistas do Brasil, este link é um jeito de se aproximar ao cross-funding.  www.landing.indiegogo.com

Á primeira impressão é que o Lowline em Nova York parece um projeto sustentável, pois reusa um espaço vazio, dá novo destino a uma instalação desaproveitada desde há 65 anos ! Mas de onde vem a luz ? Como vemos na imagem a luz na…

Nova York: Parque Subterrâneo 1

O que vocês acham deste parque ? Quanto verde, que lindo calçadão para passear...mas se eu conto para vocês que é um parque subterrâneo ? Eu não levo culpa se este parque Lowline fica em Nova York...

O Lowline é a proposta para o primeiro parque subterrâneo localizado no município de Manhattan, baixo as ruas Delancey Street no bairro Lower East Side, o prédio foi usado até 1948 como estação de bondes. Os pais desta idéia são James Ramsey e o Dan Barasch; foi proposto pela vez primeira no 2011, a iniciativa rapidamente se espalhou com o apoio do jornal New York Times e da cadeia da mídia CNN. O ano passado o projeto arrecadou mais de USD 150.000 para criar uma exibição de tecnologia de iluminação solar; no próximo encontro vamos voltar sobre isto. O projeto foi o mais bem sucedido projeto de desenho urbano baixo a forma de cross-funding. E aí a pergunta, o que é este dito cujo cross-funding ? Vocês já conhecem a resposta...rss

Etiquetagem Brasileira

Agora que já falamos da certificação turca, podemos dizer que o Brasil tem duas etiquetagens nacionais, gente ! Pois bem, o selo PROCEL Edifica é uma etiquetagem governamental, que visando atingir a Eficiência Energética das Edificações, avalia os três maiores predadores de energia de um prédio: a envoltória exterior, iluminação artificial, ar condicionado. Este Programa de Etiquetagem para Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos, foi logo ampliado para edifícios residenciais.  Os níveis de exigência da etiquetagem variam de “A”, o mais eficiente, até “E”, o menos eficiente. Tudo começou em 2001 com a promulgação da Lei nº 10.295 e seu Decreto regulamentador que estabelece “níveis máximos de consumo de energia, ou mínimos de eficiência energética, de máquinas e aparelhos consumidores de energia fabricados ou comercializados no País, bem como as edificações construídas.” 

Já o selo Sustentax é uma etiquetagem, que identifica e atesta a qualidade ambiental de produtos e serviços pre…

Viagem a Turquia (fim)

Na imagem acima vemos o prédio da empresa Siemens localizado no pólo industrial de Gebze, com certificado LEED Gold.    O edifício é belo...mas é sustentável também. Olha esses brises exteriores, com certeza devem ser módulos fotovoltaicos para produzir energia elétrica. A planta da empresa reduziu seu consumo de água em 70% e o consumo de energia em 25 %.

Mas esta versão Turca do BREEAM é um conjunto de regras de green building procurando a excelência das edificações, é um pacote de medidas procurando segurar que os prédios realmente reduzam o consumo de energia e recursos (água, materiais, mão de obra...). Pois também existe o “green wash” ou lavado verde, é quando alguém pega um prédio e bota unas plantas e até algum coletor solar e chama isso de “prédio verde”, na real é uma mentira...verde, pelo que já falamos. O prédio realmente deve segurar os consumos mínimos de energia, de água e esgoto, com reduzida manutenção, com o uso na construção de materiais reciclados ou melhor ainda, …

Viagem a Turquia 4

Esta versão Turca do BREEAM também inclui quesitos especiais de segurança contra terremotos, fazendo foco na distribuição de água e energia. Mas o ponto fraco desta normativa são os materiais sustentáveis; acontece que os materiais de construção verde são difíceis de encontrar na Turquia no momento; então eles vão desempenhar um papel menor do que o usual na obtenção de um selo de aprovação. Eu nunca esqueço uma frase de um engenheiro alemã, em resposta à pergunta feita por um jornalista sobre um problema: “Eu sou engenheiro, pelo que sempre vejo oportunidades”.  Essa frase é minha Bíblia, me perdoem a heresia ! Talvez algum empresário que leia isto se proponha fabricar algum material sustentável na Turquia, quem sabe, né ? 

Na imagem acima vemos o moderno Gordion Shopping Center em Ankara, o qual é certificado BREEAM com a qualificação “muito bom”. Mas além de comprar no shopping, vocês podem fazer as compras no tradicional Istambul Bazar em...Istambul. Na imagem abaixo vemos sua plan…

Viagem a Turquia 3

O interessante é que esta normativa é a versão Turca do BREEAM, conforme o ÇEDBİK: “o BREEAM é um sistema que avalia a sustentabilidade de prédios não domésticos (comerciais, escritórios), implementando um sistema de pontuação conforme estes patamares (ordem crescente de desempenho): passa, bom, muito bom, perfeito, topo. Até agora 116 prédios hão sido certificados, de um total de 714 registrados. A certificação é um processo bem demorado, o qual faz sentido pois o edifício é um sistema complexo, formado por sub-sistemas como o estrutural, abastecimento e esgoto, iluminação natural e artificial, ventilação idem...Acontece que primeiro se registra a edificação, logo se pré-certifica, neste caso isto pode ser usado como ferramenta de vendas, de escritórios por exemplo. Finalmente acontece a certificação, depois de diversas avaliações do desempenho do prédio, conforme o projeto arquitetônico original, e as eventuais correções a serem feitas nele. 

Viagem a Turquia 2

Existe em Turquia uma certificação que está impulsionando o crescente setor das edificações sustentáveis, ou também chamadas de amigáveis com o meio ambiente, é emitida pelo ÇEDBİK: Çevre Dostu Yeşil Binalar Derneģi (Turkey's Environment-Friendly Green Buildings Association). O ÇEDBİK está trabalhando com uma normativa específica para o país, baseada nos quesitos da normativa britânica BREEAM (British Building Research Establishment Environmental Assessment Method), a qual é comumente usada na União Européia. O BREEAM é um sistema para avaliar a sustentabilidade de prédios comerciais e escritórios.

Dicas da viagem: se está de passeio em Istambul e quer fazer compras, não pode esquecer de visitar o tradicional Istambul Bazar.

Viagem a Turquia 1

Agora que está acontecendo o Campeonato Mundial de Futebol Sub-20 na Turquia, me perguntei: como estará Turquia no quesito sustentabilidade? E fiquei gratamente surpreso pela existência de uma certificação para edificações “à Turca” o que significa uma certificação que leva em conta as particularidades do seu clima, cultura, geografia, consumo de energia, e até a ocorrência de terremotos. O fato de que seja uma certificação “à Turca” é fundamental, pois muitas vezes acontece que as instituições pegam normativas testadas com sucesso em outros países, mas que são “copiadas” tal e como as originais, não é questão só de uma boa tradução; obtendo assim pobres desempenhos. 

E falando em sistemas de certificação, a arquiteta e pesquisadora Maria Teresa Triana diz que não é correto falar de sistema de certificação internacional mais apropriado para o Brasil: “penso que todos eles têm seus pontos positivos e negativos.” No Brasil temos duas certificações estrangeiras, a LEED dos Estados Unidos …

Quer comprar um arranha-céu ?

A empresa Cammebys International Group enviou aos proprietários do Empire State Building uma proposta de venda do arranha-céus por 2 bilhões de dólares, válida por sessenta dias. Para os que desejam investir -pois parece que também o prédio vai operar na Bolsa- o edifício é mantido e operado pela W & H Properties. Conforme estimativas de peritos, feitas no ano passado, o prédio está avaliado em 2,33 bilhões de dólares. Trata-se dum arranha-céu de 102 andares de estilo Art Déco localizado na intersecção da 5ª Avenida com a West 34th Street na cidade de...Nova York. Foi considerado um dos prédios mais altos do mundo desde sua construção em 1931, até a conclusão da Torre Norte do World Trade Center em 1972. É um cartão postal de Nova York, este ícone da cidade foi declarado uma das novas maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civis.

O Empire State Building foi projetado por William F. Lamb e sua empresa de arquitetura Shreve, Lamb e Harmon, o qual preparou…