Pular para o conteúdo principal

Sherlock Holmes (fim)



Mas a massificação –se feita com critério- tem seu lado positivo, como os “livros de divulgação”. O que são estes assim chamados “livros de divulgação” ? Se nos queremos saber algo sobre a Teoria da Relatividade do Albert Einstein, com certeza absoluta não temos o preparo suficiente para ler a versão original. Mas sim podemos ter acesso a uma versão esquemática, mas feita por alguém com estudos de física, esse livro vai ser a única maneira de nos aproximar à Relatividade.
O interessante é que esse livro pode nos deixar com fome de aprofundar na matéria, tal e como acontece com esses ótimos professores, que ensinam com amor sua matéria e sabem despertar o interesse do aluno, às vezes nascem assim vocações profissionais. E sempre existe a chance, de fazer um curso superior para melhorar o que já sabemos. Aliás acho que todos os trabalhos deveriam ser feitos com amor, dos mais simples até os mais complexos. No meu blog CASA SUSTENTÁVEL eu tento –tomara que esteja conseguindo- escrever para todo público numa linguagem sem termos técnicos sobre a...sustentabilidade. Mas se alguém de vocês quer sugerir um assunto, ficaria grato de receber sugestões.

Voltando ao assunto “quem diz o que” ? Se aparecer um cara que diz: a indústria da construção –atenção arquitetos e engenheiros- no mundo, consume a metade da energia gerada nele, e ainda é responsável da metade das emissões de gases efeito estufa, vocês podem cogitar, mas quem é este cara ?
Esse cara é o prestigioso Arq. Sir Norman Foster, por sinal “Sir” significa cavaleiro da Rainha Britânica. Entre outras coisas este arquiteto desenhou o Masterplan (plano diretor, o vemos na imagem) da cidade Masdar nos Emiratos Árabes Unidos. Esta cidade, no meio dum deserto com 50º de dia e temperaturas negativas à noite, ainda está em construção, mas tem coisas já funcionando, como Masdar Institute of Science & Technology, apadrinhado pelo prestigioso MIT Massachusetts Institute of Technology. Tal e como o Silicon Valley na Califórnia é a meca das TICs; Masdar é uma cidade especializada na criação do conhecimento e comércio das Energias Renováveis. Se você ou sua empresa mexem com esse comércio, ou você estuda energias renováveis, vai comprando passagem para os Emiratos Árabes Unidos; Masdar fica perto do aeroporto de Abu Dabi. Todas as empresas de ponta do setor vão ter filiais ali, senão sua empresa simplesmente não existe!  A cidade Masdar é uma aposta muito forte mesmo às energias limpas, e vai dar certo com absoluta certeza. E falando nisso a cidade é Zero Carbon, pois vai gerar o 100% da energia consumida. E tem outra coisa, não há carros...quer dizer não há carros convencionais. Sim já estão funcionados carros elétricos...mas sem motorista !!

PS: falando em energia, amanhã vou publicar sobre o 10º COBEE, o que vai acontecer nos dias 02 e 03 de junho, com palestras sobre o planejamento e o papel das concessionárias em projetos de eficiência energética.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Paris, reciclando uma estação de trem

Atenção aos que tem planos de viajar a Paris, que tal visitar La REcyclerie? Um inusitado lugar onde é possível comer ou tomar uma bebida no café-cantina, visitar e cuidar da granja urbana, e dar uma vasculhada na oficina de consertos; de fato o local atua como uma verdadeira praça de convívio, algo muito bom para lutar contra a violência urbana atual. Mas como assim? La REcyclerie é um lugar ma-ra-vi-lho-so funcionando nas instalações duma antiga estação de trem desativada em Paris; abriga duas empresas, uma de catering para administrar o bar-cantina e  uma associação de animação para gerenciar as atividades pedagógicas e culturais (Les Amis Recycleurs). Estas duas entidades permitem que os empregados sejam contratados, através de um acordo coletivo que corresponda às suas respectivas necessidades. A associação Os Amigos Recicladores é responsável pela animação e programação da oficina e da granja urbana. O objetivo do projeto é promover o “uso” ao invés da “propriedade” das coisas, …

Poço Canadense (1)

Sabiam que é possível usar o calor da terra para climatizar a casa ? Com vídeo.

Basicamente o que fazemos é introduzir ar exterior, que está a maior ou menor temperatura que a terra, mediante tubos enterrados; este ar modifica sua temperatura antes de entrar à casa. Estes tubos de fato são um trocador de calor; é um fantástico sistema de climatização natural que aproveita a temperatura do solo entre 12 a 14ºC, para temperar o ar entrante. É uma tubulação de 20 cm de diâmetro, enterrada entre 1,5 a 3 metros de profundidade; o comprimento vai de 10 até 100 metros. No verão podemos ter 36ºC no exterior e ao contato coma terra é possível injetar ar fresco a 21ºC. No entanto no inverno com 6ºC de temperatura exterior podemos ter 21ºC dentro da nossa casa. No acesso do duto de ar exterior, temos que colocar um exaustor para provocar a entrada de ar; bem como de outro exaustor no telhado para expulsar o ar contaminado do interior. O maravilhoso é que os custos de manutenção do sistema são mui…

Charges do Consumismo (2)

Além do consumismo próprio feminino e masculino -até os homens hão caído nessa- temos o consumismo das crianças e adolescentes...pago com o dinheiro dos pais. O pai da imagem diz “I paid”, eu paguei !  Os vilões desta história são os cartões de crédito que facilitam consumir primeiro e pagar depois...
A imagem mostra o estilo de vida adolescente:  “Jovens de entre 8 e 18 anos de idade nos EUA, gastam um quarto do seu tempo de mídia usando diversos meios de comunicação.  O  24% dos jovens de 12 até 18 anos na maioria das vezes usam outra mídia enquanto assistem TV”.  Isto último também o fazem os adultos !  Mas a boa notícia é que as mídias podem ser usadas também para semear a cultura do desapego, do Consumo Colaborativo. Depende de nós...é só atitude. 
Ps. não sou um dinossauro...rss  Uso o correio eletrônico, o celular e o desenho por computador; principalmente como maravilhosas ferramentas de otimização do trabalho...e também de comunicação.