Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Viagem a New York 3

Acho que uma visita ao Guggenheim Museum, é uma bela experiência para os que gostamos das artes, aliás enriquecida pela iluminação cenital jorrando pela clarabóia. É um evento para ser experimentar com prazer; vocês não vão esquecer na sua vida. Na foto abaixo, a casa ao lado da imagem do Wright é a “Fallingwater” (a casa da cascata), já foi considerada “a casa mais famosa do mundo”, no século XX. Confissão: quando ele faleceu eu tinha cinco anos, sempre fiquei com pena de não conseguir conhecer pessoalmente ele ! Eu adoro sua obra tanto como a do gênio Antoni Gaudi.
Para os amantes do tango, vou lhes contar que também o Carlos Gardel também conhecido como “El mago” (o mágico) cantou à cidade de Nova York, mais exatamente às loiras da cidade na sua música “Rubias de New York”.

Viagem a New York 2

O segundo “Frank” que homenageou à cidade de Nova York foi o mestre, o arquiteto Frank Lloyd Wright. Mas o que ele construiu em New York ? 

Ele projetou o Guggenheim Museum, um dos mais belos espaços na história da arquitetura, que recebe milhões de admiradores todos os anos. Em lugar das tradicionais galerias retangulares empilhadas umas sobre as outras, o gênio de Wright criou uma surpreendente rampa espiralada (são os balcões que vemos na fachada), que funciona como um passeio onde é possível desfrutar as diversas formas de arte. O maravilhoso é como este museu é por si só uma “obra de arte” que você pode desfrutar ainda vazio, sem as outras “obras de arte” como quadros, esculturas, tapeçarias. 

Viagem a New York 1

Aproveitando o fim de semana, que tal uma viagem para a cidade de Nova York, a capital mundial do glamour ? Nesta série de posts vamos ver alguns cartões postais de Nova York, ou como chamamos os arquitetos alguns marcos urbanos da cidade. Nova York também conhecida como The Big Apple -A Grande Maçã em inglês- é uma megalópole, considerada como a capital cultural do mundo. Ela influencia o comércio e finanças, mídia e entretenimento, arte e moda, tecnologia, pesquisa e educação do mundo todo. Também é referida como Cidade de Nova York (New York City) para distingui-la do estado do Estado de Nova York, do qual faz parte. É formada por 5 municípios: Bronx, Brooklin, Manhattan, Queens e Staten Island. É a cidade mais populosa dos Estados Unidos, e também a mais populosa da América, atrás de São Paulo e Cidade de México. Localizada num dos maiores portos naturais do mundo, tinha no ano 2010, uma população de 8.175.133 de habitantes. É cosmopolita mesmo, uma mistura de raças, é a cidade co…

New York, Grand Central Terminal (fim)

Esta é a proposta do escritório WXY Architectura para a Grand Central Terminal, a qual consiste em fazer o terminal muito mais amigável para os pedestres, maximizando os pontos de acesso e o espaço público. Mas o diferencial sobre os dois projetos anteriores é que propõe jardins suspensos nos prédios adjacentes, e uma nova torre com parques suspensos para simbolizar o compromisso de Nova York com os espaços verdes e saudáveis. Conforme a diretora do WXY Claire Weisz: “o alvo do projeto é fazer da Grand Central Terminal um ponto de encontro onde hoje é um lugar de passo.”



New York, Grand Central Terminal 5

Na imagem acima, temos a descolada proposta do escritório de arquitetura SOM para a reformulação da Grand Central Terminal, à direita dela vemos outra vez o nosso conhecido prédio Chrysler Building. É necessário dizer para vocês que eu adoro ele ? 
O foco da proposta é uma re-conexão com a cidade que seria obtida através do visual; nesse sentido além das mudanças dentro da própria terminal, o projeto propõe dois arranha-céus etéreos de cristal e aço, colocados a ambos lados dela, e um anel que a coroa, cuja função é permitir inéditas visuais da cidade, como vemos na imagem abaixo. Também a estação vai receber passageiros, turistas e visitantes com um centro comercial localizado na Avenida Vanderbilt. 
Conforme o sócio do SOM Roger Duffy: “Através da história de Nova York os empreendimentos urbanos significativos hão coincidido com grandes respostas cívicas.”

New York, Grand Central Terminal 4

Mas este entorno mais humanizado da Grand Central Terminal, é apoiado por um mobiliário urbano que é um convite ao descanso e às pausas dos funcionários, num ambiente arborizado e amplo. Para isto o projeto prevê a desapropriação de prédios para hierarquizar neste entorno à Grand Central Terminal. 
Conforme Lord Norman Foster: “Fomos chamados pela The Municipal Art Society of New York para estudar os próximos 100 anos da Grand Central Terminal no contexto da cidade, sua importância pública representa um grande e bem-vindo debate que vai ajudar a desenhar à futura estrutura da cidade. A qualidade dum serviço público reflete o nível duma sociedade, e tem um impacto direito na qualidade de vida diária.”

Na imagem vemos dois pesos pesados da melhor arquitetura do mundo, Oscar Niemeyer e o Norman Foster autor da proposta para a terminal. É um tributo do Foster ao seu mestre Oscar Niemeyer. A outra imagem é uma bela foto da estação no ano 1934, no século passado.

New York, Grand Central Terminal 3

Acima vemos a Grand Central Terminal tal e como está agora; na imagem abaixo a proposta de Foster + Partners. A deles é uma proposta funcional, apresentando uma renovação completa do espaço, sua característica fundamental é a hierarquização da circulação pedestre ao redor da terminal e suas ruas adjacentes. Acho isto excelente, lembrando como em muitas cidades o pedestre e as árvores vão perdendo espaço, espaço que vai ganhado o carro. Isto é pior ainda em cidades novas como Brasília, que foi desenhada para fazer uso do carro. Este é o depoimento do urbanista Larry Beasley, atuando agora no re-planejamento de Abu Dhabi, capital dos Emiratos Árabes Unidos: “Em Brasília a reação emocional à pureza da arquitetura se opõe à experiência desagradável para o pedestre.”  Pareceria obvio que se o pedestre ganhar espaço, isso vai incentivar os encontros da gente, os bate-papo, os abraços. A idéia do Foster prevê um redesenho da circulação urbana no centro de New York, é uma proposta globalizant…

New York, Grand Central Terminal 2

A Grand Central Terminal é um ícone da cidade de New York, a charmosa estação terminal é localizada na 42nd Street na Park Avenue, em Midtown, Manhattan. Foi construída pelo New York Central Railroad no auge dos trens de longa distância dos Estados Unidos, é a maior estação ferroviária do mundo com 44 plataformas e 67 ferrovias. Existem dois níveis, ambos no subsolo, com 41 faixas no nível superior e 26 no nível inferior. O terminal é um centro de transporte intermodal pois possui conexões com 10 linhas de ônibus, o New York City Bus; e 6 conexões com o metrô de New York. Na próxima vamos abordar as diversas propostas de reforma para a terminal. Mas, porque gastar esta grana na reforma ?  Acontece que esta terminal recebe mais de um milhão de passageiros por dia, ai temos um problema de densidade de tráfego, estes três projetos são uma oportunidade de solucionar ele e de hierarquizar este prédio icônico com visões futuristas.

Uma idéia para os escritores de roteiros de telenovelas, que…

New York, Grand Central Terminal 1

Hoje estou fazendo aniversário no DiHITT , faz dois meses que re-publico ali estes posts. Obrigado mesmo aos meus leitores e seguidores !  http://www.dihitt.com.br

Lembram do prestigioso arquiteto Lord Norman Foster que desenhou o Masterplan (plano diretor) da cidade Masdar nos Emiratos Árabes Unidos ? Pois bem seu escritório Foster + Partners, e os escritórios SOM, e WXY foram convidados pelo Municipal Art Society of New York para apresentar seus projetos para reformar a lendária Grand Central Terminal para os próximos 100 anos.

Ernesto van Peborg

Eu sou um bicho de rádio, desde a época de estudante passava horas debruçado na prancheta desenhando, naquela época não existia ainda o CAD. Mas sempre em companhia da rádio e do café. O outro dia ouvi pela rádio uma abordagem original da Lic. Mariela Marenco contando para nós como a Sustentabilidade e a Internet (as chamadas TICs) compartilham três paradigmas: a transparência, a honestidade, a criação coletiva. Ela mencionou este vídeo sobre a sustentabilidade do Ernesto van Peborg, que agora publico para vocês, o cara é inteligente, vale a pena assistir.

PS: amanhã vamos viajar a New York, vai arrumando as malas..rss

10º Congresso Brasileiro de Eficiência Energética

Fonte: www.cobee.com.br

Os dias 02 e 03 de Julho, painéis com palestras e debates discutirão o planejamento e o papel das concessionárias em projetos de eficiência energética. No primeiro dia do COBEE, Congresso Brasileiro de Eficiência Energética, representantes do Ministério de Minas e Energia (MME) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) estarão reunidos para discutir o tema “Eficiência Energética no Brasil: Planejamento e Responsabilidades”. Na ocasião, também acontecerá o debate sobre o “Programa de Eficiência Energética das Concessionárias”, que reunirá representantes das principais associações do setor, como ABESCO, ABRADEE, ABILUX e ABINEE, além de órgãos governamentais como ANEEL e Eletrobrás / Procel. A programação completa com mais de 80 palestras com participação de autoridades e de reconhecidos profissionais do setor está disponível no site: www.cobee.com.br

Sherlock Holmes (fim)

Mas a massificação –se feita com critério- tem seu lado positivo, como os “livros de divulgação”. O que são estes assim chamados “livros de divulgação” ? Se nos queremos saber algo sobre a Teoria da Relatividade do Albert Einstein, com certeza absoluta não temos o preparo suficiente para ler a versão original. Mas sim podemos ter acesso a uma versão esquemática, mas feita por alguém com estudos de física, esse livro vai ser a única maneira de nos aproximar à Relatividade.

Sherlock Holmes 2

Fácil, quando lemos um artigo temos que procurar no cabeçalho ou no pé do artigo estas palavras: “Fonte: xxxxx”. Por exemplo se você lê alguma coisa sobre a cirurgia plástica, e vasculha seu autor e vê que é o Dr. Ivo Pitanguy, poder ter certeza absoluta das suas colocações, pois o doutor é uma autoridade mundial do assunto. Ou se a matéria é assinada por alguém que pertence ao Hospital Sírio-Libanês de São Paulo, essa é uma fonte confiável. A mesma coisa com um assinado pelo MIT Massachusetts Institute of Technology. Mas se é uma matéria da wikipédia ? Para mim, essa fonte é suspeita de ter algumas coisas inexatas. Mas como assim ? Porque qualquer um pode editar um artigo e fazer correções. O que se deve democratizar é o acesso ao conhecimento; agora a produção do conhecimento, isso são outros quinhentos. É obvio dizer que a produção de conhecimento, deve ser feita pelo pessoal com estudo necessário para isso.Não é possível que um cientista escreva uma matéria sobre um sucesso da his…

Sherlock Holmes 1

Oi pessoal ! para começar vou dizer que esta matéria não trata sobre Sherlock Holmes...mas como assim? Acontece que este artigo foi titulado “Instruções para ler uma matéria”...mas, para tentar explicar com uma pinga de humor como temos que ser desconfiados com a mídia, toda vez que ela é formadora de opinião, vou me apoiar em prestigiosos pensadores. Conforme Roger Revelle, um dos primeiros cientistas a investigar o aquecimento global: “Nossa tecnologia passou à frente de nosso entendimento, e a nossa inteligência desenvolveu-se mais que a nossa sabedoria”. Ou seja que ser um experto usando um GPS, não significa necessariamente ter sabedoria. E segundo o John Naisbit, autor de diversos best-sellers sobre tendências globais: “Estamos nos afogando em informação, mas famintos por conhecimento”. E ainda o filosofo espanhol Fernando Savater, comentou numa reportagem radial que o 90% do que aparece na internet é publicidade de algum tipo, visível o encoberta. E acrescenta que o conheciment…

HOTEL BANGALÔS da SERRA (fim)

Mas o Hotel Bangalôs da Serra desenvolve também projetos sociais como o “Conhecendo e Entendendo a Hotelaria”, em convênio com a Escola Municipal de Ensino Fundamental Henrique Bertolucci Sobrinho. Nele os alunos da nona série do Ensino Fundamental, aprendem a pratica e a teoria do funcionamento de um hotel.  E o “Projeto Hospedagem Solidária”, com coleta de livros, que após são entregues à escola do bairro. 

As preocupações com o meio ambiente atingem os animais selvagens e a mata nativa, os quais estão cercados e recebem cuidados especiais. Já há registradas mais de 25 espécies de aves nativas na propriedade do hotel, aves estas que não eram vistas há anos como curicacas, gralhas azuis, jacuaçu, caturritas, pica pau branco, birro.  Dentre outros animais, destacam-se lebres e tartarugas, que voltaram a reproduzir-se na propriedade. O hotel vem ao longo dos anos plantando diversas espécies de árvores como araucária, pinheiro alemão, criptoméria, quaresmeira, coqueiro, butiazeiro, pitan…

HOTEL BANGALÔS da SERRA 2

Vamos tocar outro tema interessante neste paraíso do Hotel Bangalôs da Serra, o uso da energia. A água é aquecida por coletores solares como vemos na imagem; e parte da iluminação externa é energizada pelo gerador eólico. Enquanto à climatização, os aparelhos de ar condicionado possuem a moderna tecnologia inverter, que consume 40% menos energia. Todas as lâmpadas internas e externas são eletrônicas com baixo consumo de energia, e estão em substituição por LED, ainda mais econômicas. Todos os Bangalôs, estão equipados com cartão chave economizador de energia elétrica, fabricado pelo próprio hotel. Os equipamentos de cozinha, foram todos substituídos por outros mais modernos e mais eficientes, e consumem menos energia e água. 
Falando em água, o hotel tem tanques de aproveitamento de água de chuva de 20.000 litros, para regar as plantas, lavagem de tapetes e calçadas. Todos os pontos de consumo de água, possuem aeradores que proporcionam o mesmo conforto com redução de consumo.
Existem a…

HOTEL BANGALÔS da SERRA 1

Vamos conhecer um hotel que leva a sério sua preocupação com o meio ambiente, isso é RSE Responsabilidade Social Empresarial; ele recebeu 4 vezes o selo de Hotel Sustentável da Guia Quatro Rodas, trata-se do Hotel Bangalôs da Serra...em Gramado, na serra gaúcha.  Acontece que o hotel cumpre as diretrizes da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design, USA) e as do Green Star Accreditation, da Austrália. 

As medidas ambientais incluem a construção pelo hotel de sua própria estação de tratamento de esgoto; e o uso de materiais biodegradáveis como papel higiênico, produtos de limpeza e sabonetes. Em toda a propriedade de 3 hectares há lixeiras de coleta seletiva; e dentro dos bangalôs temos duas lixeiras: uma para o lixo orgânico e outra para os recicláveis. Os hospedes são convidados quando fazem o check-in, a participarem, separando o lixo; na hora da limpeza, as camareiras dão o destino correto ao mesmo. 

Se você quer uma alimentação sadia sem agro-tóxicos, chegou a…

SUCATA ELETRÔNICA (fim)

Com o lixo eletrônico também devemos aplicar os famosos três erres: Reduzir, Reusar, Reciclar. Existem empresas que vendem celulares e cartuchos de tinta, que recolhem os produtos obsoletos, os limpam, os testam, os montam, e ficam prontos para a venda, mas com um selo de “inspecionado”. É o que acontece quando você compra um micro refurbished, em inglês significa reformado. Isto é fundamental pois prolonga a vida útil do produto (Ciclo de Vida do Produto), cria vagas de emprego, e democratiza o acesso à tecnologia das pessoas sem condições de acesso.
No mercado também são vendidos produtos de segunda mão, como motores e até pneus de caminhão, conforme esses critérios. Tem ONGs que recolhem micros para ser testados e consertados, e logo ser repassados para membros pobres da comunidade. Mas o que nunca deve ser feito é queimar os componentes dos micros, para tirar os metais que eles trazem. Pois assim estamos contaminando o ar !! No 2001, nos Estados Unidos começou a primeira campanha d…

SUCATA ELETRÔNICA 3

Como falamos ontem, os países desenvolvidos enviam aos países em desenvolvimento sua sucata eletrônica; porém a maioria dos países há assinado o Acordo Regional sobre o Movimento Transfronteiriço de Resíduos Perigosos. Conforme o Acordo o lixo eletrônico é considerado perigoso, e proíbe aos países ricos despejar sua sucata eletrônica mediante seu envio aos países pobres.

Para a correta disposição final do lixo eletrônico é necessário liderança: na imagem a atriz britânica Patsy Palmer, nos mostrando como descartar corretamente um celular. Para isso também são fundamentais as Associações de Consumidores, que bem assessorados por profissionais competentes façam ouvir seus reclamos às autoridades. A sucata eletrônica é o lixo que mais cresce e mais contamina no mundo todo. Mas como assim ? Acontece que temos um desenvolvimento exponencial, não linhar, das TICs, com o qual as prestações da informática –micro, tablet, iphone- se duplicam a cada ano e meio ! Também por exemplo, a vida útil d…

SUCATA ELETRÔNICA 2

A tecnologia é uma ferramenta maravilhosa na vida do homem...se usada adequadamente. Já existem robôs que fazem cirurgia com mais precisão no corte que um doutor.  Mas esses robôs são controlados por um experto cirurgião, é claro o robô fui criado...pela mente humana. 

Enquanto à sucata eletrônica, esta é um perigo quando o homem irresponsável não faz uma boa disposição final, como qualquer tipo de lixo.  Isto é obvio mas parece que há pessoas que não levam em conta ! Nos países desenvolvidos muitas vezes os fabricantes, são obrigados antes de lançar um produto no mercado, a apresentar um plano do Ciclo de Vida de um Produto, o qual leva em conta a disposição final. Também é obvio, mas a vida de um produto não termina quando você o descarta...a vida de um produto deve continuar com o reuso, reciclagem, ou não havendo outra alternativa, a CORRETA disposição final. Você não pode jogar alegremente ao lixo, as lâmpadas de baixo consumo, pelo mercúrio que contem. A mesma coisa com os celula…

SUCATA ELETRÔNICA 1

O que é a sucata eletrônica?  A sucata eletrônica ou lixo eletrônico é o termo usado para produtos eletrônicos obsoletos como computadores, impressoras, cartuchos de tinta, telas, celulares, televisores, joguinhos e similares, máquinas de fax, pilhas e baterias, cabos e discos, eletrodomésticos... Como vemos um monte de coisas; temos que assumir que a tecnologia está incorporada definitivamente às nossas vidas, acontece que o mundo não vai para atrás, porque entre outras coisas há razões de produtividade no trabalho. Uma vez criado o computador, com a possibilidade de escrever, guardar, fazer mudanças, e copiar e colar; ninguém usa já uma máquina de escrever. Mas também como em todas as épocas, há gente que nega a tecnologia e faz de conta que não existe ! Mas temos exemplos muito gratos, como dos velinhos que morando no Japão, isolados do mundo no inverno, se comunicam com parentes e amigos pela internet. Num documentário eu já vi um casal de idosos na Suécia gerenciando sua leitaria…

Eco-casinha de Cachorro (fim)

Mas também a empresa fabrica chapas, as quais podem-se usar em ambientes interiores como forros, divisórias, painéis comerciais, fundo de armários. E também em ambientes exteriores como fechamento de canteiro de obra (tapume), pisos de barco, caixas para apicultura, tampa de caixa de água...

Sabem vocês o que é a sucata ou lixo eletrônico ? No próximo encontro vamos ver...

Eco-casinha de Cachorro 2

Mas acontece que o tetrapak está formado de 3 componentes: polietileno (náilon), papel, folha de alumínio; por isso é difícil a separação deles para criar um novo produto: isso em português chama-se de reciclagem. Por isso a Ecopet-Lar, além das casinhas para o cachorro  também fabrica com o mesmo material suas eco-telhas, as quais -conforme o fabricante- são resistentes à intempéries, podem ser cortadas, parafusadas e lixadas. Não estufam, não desfolham, não trincam, não desfarelam e não desmancham.

Eco-casinha de Cachorro 1

O Dia do Meio Ambiente, são todos os dias, claro. Um internauta comprou uma casinha para seu cachorro e me enviou os dados para que eu pesquisara. Isto é um caso de Responsabilidade Social Empresarial RSE. Esta empresa Ecopet-Lar está retirando do meio ambiente 96 milhões de embalagens longa vida, também conhecidos como tetrapak, e está fabricando com eles telhas, chapas, vasos, calhas, cumeeiras. Tudo ecológico claro.
http://www.casinhasdecachorro.com/destaque/lancamentos 

O que fazer com o Lixo ? (fim)

Falando do terceiro “R” de Reciclar... podemos fazer compostagem. Mas o que é a compostagem ? Está muito bem explicada neste excelente site, há vídeos e muita coisa boa ali. E tem Fórum on line ! 

Fonte: http://www.lixo.com.br/index.php?Itemid=254&id=147&option=com_content&task=view
“A compostagem é uma técnica milenar, praticada pelos chineses há mais de cinco mil anos. Nada muito diferente do que natureza faz há bilhões de anos desde que surgiram os primeiros micro-organismos decompositores.

O que fazer com o Lixo ? 4

Olha eu também tenho meus sonhos de consumo –sou filho do Woodstock- quem não gosta de uma jaqueta de couro à moda Elvis, ou até de uma calça de jean  Levi’s 505 ? Mas isso para mim não é indispensável para ser feliz...

Bom, agora falando do segundo “R” de Reusar...por exemplo as roupas não usadas podem e devem ser entregues a outras pessoas para serem usadas; há muitas formas, no Brasil a cada inverno temos as Campanhas do Agasalho. Pra frente Gianecchini !! No século passado já houve sapateiros que consertavam sapatos, não se jogavam na lixeira, aliás isso cria trabalho legítimo. Aqueles viageiros que vinham da Suécia já contavam para nos, que era comum nas ruas, na frente da casa, o pessoal deixava um lavaroupa que pifou, um televisor...etc. ?  Isso é crime ambiental, pois o lavaroupa poderia ser consertado trocando algumas peças. Aliás há uma corrente de romance policial de escritores suecos, algum deles diz que esse hiper-consumismo não trouxe felicidade...e sim até violência. É o…