Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

MUITAS EMOÇÕES (3)

Cada aluno aprende no micro com um software, o qual leva em conta sua velocidade de aprendizado. Mas com o professor a distância. Segundo estudos feitos na Califórnia, dos alunos do sexta série por exemplo, só o 20% deles tem esse nível. A maioria tem nível da quinta série ou ainda da quarta. Então eles ficam aborrecidos nas aulas, não consiguindo entender direitinho o que fala o professor. E claro há outros alunos que também ficam aborrecidos pois eles tem nível da sétima série!

O que faz o dito cujo sistema?

Simples, ele vai dar ao aluno exercícios da sexta série, se há dificuldades lhe da de quinta série. Se ainda não consigue fazer lhe da de quarta série. Até saber o nível certo do aluno.

MUITAS EMOÇÕES (2)

Já na tarde tivemos a segunda reportagem com o Alfonso, foi telefónica e a Israel, ao Dr Luis Osin.

http://sarandi690.com.uy/programas_ver_ea.asp?idPrograma=28&ano=2011&mes=5&dia=23

http://personal.cet.ac.il/osin/

O que vocês acham dum sistema de educação baseado em projetos, envez de provas escritas como acontece agora? Nele não temos um professor falando a mesma coisa para todos os alunos, e sim um ensino individual! Tudo com apoio do micro. E o sistema respeita os diversos tempos de aprendizado dos alunos!

MUITAS EMOÇÕES (1)

A passada sexta-feira foi um dia cheio de emoções para mim! A meio-dia assisti a uma reportagem ao famoso coreógrafo argentino Julio Bocca. No total foram gravados 3 blocos de 15 minutos cada.

http://sarandi690.com.uy/programas_ver_ea.asp?idPrograma=28&ano=2011&mes=5&dia=22

Quando eu fazia ioga teve um excelente mestre, que dizia para nos que tomara ele conseguisse que ao fin da aula nós estivessemos mais felizes que ao começo dela. Na reportagem ao fin do primeiro bloco eu já tive essa sensação. O Julio Bocca, professional, pessoa gentil, e ao mesmo tempo humilde. Que transmite valores humanos, o qual não é tão comun assim nesta época. Isso não se compra na farmácia.

FOZ DO IGUAÇU (4)

FOZ DO IGUAÇU (3)

FOZ DO IGUAÇU (2)

FOZ DO IGUAÇU (1)

LONDON 2012 (45)

E tem mais outra coisa ma-ra-vi-lho-sa, é o Code of Construction Practice. É um compêndio de boas práticas para serem usadas na construção das instalações e infra-estrutura dos Jogos. Por exemplo o transporte do 50% dos materiais por trem ou água. Estas incluem o controle da poeira (com o vento piora) com vegetais, molhado dos caminhos, etc Mas este controle da poeira e da sujeira orgolhosamente já foi feito no Brasil. No canteiro de obras do Eldorado Business Tower em São Paulo, com certificação LEED platina.

Não parece um conto de fadas tudas estas previssões? Na real é SUSTENTABILIDADE mesmo. E amor ao nosso planeta, o único que temos por enquanto! E se o homen vai a Lua ou a Marte tomara não faça as burrices que fez na terra contaminando o solo, o ar, e a água!

O que vocês acham duma expedição a Marte?

LONDON 2012 (44)

E claro há outras opções como ir ao serviço de bicicleta. O assunto do uso abusivo do carro convencional tem a ver com a qualidade do NOSSO ar. Uso abusivo quer dizer a maioria da população ir a trabalhar de carro. Um descaso! Pois os carros liberam CO2 e outros gases efeito estufa. Quanto mais contaminado está o ar, aumentan as doenças respiratórias, e os gastos dos hospitais. É algo similar ao que acontece com com o pessoal mal dirigindo no trânsito, aumentan os acidentes de carro, e pulam os gastos do atendimento médico.

Outra medida interessante é limitar a antigüidade dos taxis de Londres no ano das Olimpíadas. E mais outra, a promoção do retrofit das casas e prédios públicos. Tudo para melhorar sua eficiência energética, e com isso diminuir as emissões.

LONDON 2012 (43)

Agora o morango do bolo: o projeto elétrico do Parque Olímpico ganhou o prêmio de Projeto do Ano 2009.

QUALIDADE DO AR
Qualquer um que more numa grande cidade poluida sabe que este é um quesito muito importante! O Prefeito de Londres publicou a Air Quality Strategy a qual compreende investimentos para a promoção do ciclismo: ciclovias, mapas, oficinas de conserto, e bicicletas compartilhadas como vemos na imagem. Também para encorajar ao pessoal ao uso do carro elétrico. E a conversão da frota de ônibus a híbrido, isto é com 2 motores: elétrico e a gasolina.

O negócio é melhorar a informação para envolver a população de Londres na diminuição das emissões, pelo uso do transporte EFICIENTE. O que quer dizer –brasileiros- desencorajar a utilização do automóvel privado para ir ao trabalho. Pode-se sim compartilhar o carro por 4 pessoas e fazer o rodízio do motorista, para partilhar os gastos. Isso chama-se de car sharing. Mas outros quinhentos é o uso do carro privado como ferramenta de tra…

ALCEU VALENÇA: ANUNCIAÇÃO

Que tal começar o sábado ouvindo Anunciação por o Alceu Valença?


LONDON 2012 (42)

LUZ E FORÇA
Além da limpeza do solo e as demolições foi necessário remover 52 torres de eletricidade. Tudo isso para poder construir as novas edificações e as obras de infra-estrutura. Foram feitos dois túneis de 6 km cada baixo o Parque Olímpico. Neles vão enfiados os cabos para fornecer eletricidade para os Jogos. E claro para as comunidades que vão viver após eles.

Essas comunidades são chamadas no Reino Unido de BAME: afrodescendentes, Asiáticos, minorias étnicas. Elas vão ganhar qualidade de vida. Após a Segunda Guerra Mundial as antigas colonias do Império Britânico começaram a ganhar sua independência, como a Índia e o Paquistão. Com isso muito pessoal emigrou a Inglaterra a trabalhar e estudar, e ficou morando lá.

LONDON 2012 (41)

Estes Jogos deixam para o mundo tudo uma herança de novas tecnologias. Por exemplo 640.000 m³ de solo poluido foram limpos com a tecnologia de Biorremediação, é uma especie de composting a grande escala. Por sinal o composting é um sistema para aproveitar os resíduos –mas só os orgânicos- da sua cozinha e do vaso sanitário; após um ano tem adubo!

E mais outras 7 hectares foram limpas duma erva daninhas: a Japonese Knotweed.

Ao respeito da água, 90.000 m³ dela foram tratados coma uma nova trecnologia de injeção de oxigênio para limparla de azeite e de amônia. Naquelas 3.000 pesquisas foi encontrado solo com baixo nível de radioatividade. Em total são 350 m³ de terra os quais foram enterrados num sarcófago especial a prova de filtrações. Todo sob controle das leis ambientais e do Environment Agency e do London Development Agency (na imagem, não é um prédio bonitinho?). Não há riscos para a saúde da força de trabalho e os espetadores dos Jogos.

LONDON 2012 (40)

O solo estava contaminado com azeite, petróleo, alcatrão, cianeto e arsênico (são venenos), chumbo; e baixos níveis de radioatividade. Tudo isso após décadas de uso industrial. Então para construir as instalações e a infra-estrutura foi necessário fazer a limpeza e ordear o território das 245 hectares. Foram demolidas 200 edificações, o 97% do entulho foi reusado, por exemplo para fazer o concreto. Maravilhoso. O que significa que esse 97% não foi para o aterro sanitário! Também 8 prédios de estrutura de aço tiveram retrofit para serem usados como prédios de escritórios.

Foram descubertos 140 sítios arqueológicos da pré-História, da época romana, e da victoriana. 2.000.000 m³ de terra foram deslocados para fazer a base da “grande edificação“ do Olympic Park”.

LONDON 2012 (39)

O masterplan das Olimpíadas compreende atuações nas áreas de Saúde & Segurança, como as temos também na indústria: HSE & S, quer dizer Health, Safety (proteção), Environment & Security (patrimônio). E também melhoras da terra contaminada, limpeza das vias de água poluidas, qualidade do ar, e claro já a a alimentação sustentável.

MELHORAMENTO e CONTROLE da POLUIÇÃO
Desde outubro do 2006, 3.000 pesquisas foram feitas para vasculhar e mapear as áreas poluidas. Lembrando que as Olimpíadas de Beijing foram no 2008, as de Londres acontecerão no 2012, quanta antecedência e previssões! Ótimo!

LONDON 2012 (38)

Muitas vezes acontece que no mercado por exemplo as laranjas têm um verviz para lhe dar mais cor, para que fiquem mais bonitinhas e vender mais! Isso é proibido! As laranjas ficam assim disfarzadas. E claro na casca ficam depositados os agro-tóxicos! Estes trazem problemas com seu manuseio até os camponeses.

Agora a agricultura orgânica, aquila sem agro-tóxicos é outra coisa! Na Europa uma alface mais pequena, aliás orgânica custa mais caro que una mais grandona de vivas cores, esta com agro-tóxicos. O bom alimento para o consumidor é bom para o meio ambiente.

Também o estilo de vida saudável está muito ligado a outros temas sustentáveis. E aos princípios da saúde e da felicidade do “One Planet Living” ® (na imagem). O comité organizador dos Jogos e seus parceiros estão comprometidos em mazimizar os benefícios para a saúde dos espectadores, para a forza de trablho, e para o Reino Unido todo. Enquanto aos parceiros temos a Coca-Cola, Mc Donald´s, os chocolates Cadbury mmm…
E ainda parc…

TEN YEARS AFTER (1)

Hoje é domingo, que tal uma pitada de bom rock & roll?
Sou fã do Alvin Lee ex-lider da banda Ten Years After e “guitar hero”. Quando ouví esta música no 1971 “I´am going home” fiquei ma-ra-vi-lha-do. Ainda hoje me emociona escutar-la! Isso é tocar a guitarra, meu Deus!

Keep on rocking!!


LONDON 2012 (37)

Certa vez li que um engenheiro costumava fazer cooper e caminhada todas as manhãs antes de ir ao seu escritório. Ele dizia que após disso seu trabalho era bem mais criativo. O qual requer concentração, tomar decisões corretas, e até suportar algum cliente chato…rss.

As Olimpíadas também são uma oportunidade de fornecer saúde às comunidades carentes do leste de Londres. Para isso o caminho é melhorando sua vida econômica, isto significa desenvolver um ambiente favorável à criação de empregos e microempresas. Pois o assunto é ensinar a pescar, não só dar peixe.

A vida saudável inclui o acesso aos espaços verdes de boa qualidade. O que entusiasma ao pessoal a praticar esporte e às crianças a brincar. As caminhadas e a bicicleta são atividades sem poluição, é claro
E também os alimentos sadios que vêm da agricultura responsável com o meio ambiente.

LONDON 2012 (36)

A visão dos organizadores dos Jogos é: “Inspirar ao povo de todo o Reino Unido a fazer esporte e desenvolver um estilo de vida mais ativo, saudável e sustentável”. O que falando em português significa se você vai de carro a fazer as compras e não é capaz de caminhar 6 quarteirões, não é um cara ativo! Ativo não é só trabalhar muito. E claro se você fuma, e até contamina com SUA fumaça aos que compartilham esse momento; é um cara não sadio e claro egoista! E se vai dirigindo e joga fora pela janela a latinha não é um cara sustentável. Na real é um cara sujo!!!

Alguns dos grandes benefícios para saúde estão sob nosso controle: boa comida (hamburger todos os dias vade retro! ), compromisso em fazer esportes, ioga e meditação, e até dança de salão. Quando morei em Porto Alegre peguei aulas disso…rss
Também morar num meio ambiente sadio, com ar puro, árvores e flores (de lindas cores e cheiro).
Para fazer tudo isso é necessário ATITUDE, coaching!! Estamos assim melhorando nossa qualidade de…

LONDON 2012 (35)

VIDA SAUDÁVEL
Com muita alegria mesmo estou escrevendo isto, pois vamos falar da VIDA SAUDÁVEL nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos em Londres 2012.

O lugar onde está-se construido o Parque Olímpico era uma região danificada por décadas de uso industrial, água de pouca qualidade, e pouco acesso para o público todo. Estes jogos, por isso eles sempre falam da HERANÇA após-Jogos, são uma maravilhosa oportunidade para limpar as 245 hectares deste Lower Lea Valley (na imagem). Esta é uma característica importante da candidatura de Londres para ser hospedeira dos Jogos.

Também é bom lembrar como o Reino Unido consiguiou limpar o poluido rio Tamisa, um icone de Londres como o Sena é de Paris.

CANELA (3)

CANELA (2)

CANELA (1)

DESCULPA aos caros navegadores: não gosto de jeito nenhum dessa publicidade de mulheres peladas no meu blog! Sempre que posso estou vigiando e usando o filtro de anúncios!!

Mas vamos lá até Canela!


LONDON 2012 (34)

Também foram construidas docas, e docas temporárias, se fez a terraplenagem das margens dos rios, estações de classificação do lixo.

E como vocês já imaginaram há um… Plano de Gestão da Água! Na imagem acima temos a estação de bombas, não é bonitinha? Mas é eficiente…rsss. O Parque Olímpico e as vias de água suportan usos diversos como lazer, esportes, atividades ecológicas, controle de alagamentos, comerciais.

Estas bentas Olimpíadas são um mega-evento, e ao mesmo tempo una intervenção urbana no leste de Londres: “East London Regeneration Project” A qual vai deixar para o mundo todo una herança de condutas e práticas de transporte sustentável.

Aguardo a vocês em Canela amanhã.





LONDON 2012 (33)

A LOGÍSTICA

Como diz meu amigo Alfonso Vivo –consultor logístico- a logística é a entrega de mercadorias em tempo e ótimas condições. É como o vestido da noiva, tem que ser entregue conforme o modelo escolhido por ela, não adianta outro vestido. E também debe ser entregue a terça se o casamento é a quarta!! Hoje para nos ajudar existe a traçabilidade das mercadorias, a etiquetagem de código de barras, o GPS para os caminhões, containers com ar-condicionado.

Como vocês já bem imaginaram…existe um Plano de Logística dos Jogos! O qual baseia-se em maximizar o uso do trem e dos fretes por água. O 60% dos materiais usados no Parque Olímpico, 1.000.000 de toneladas, foi transportado por água. Há uma barcaça que leva os resíduos dele uma vez por semana. O 80% dos tubos metálicos do Estádio Olímpico foi movimentado por ela.

LONDON 2012 (32)

O transporte inclui pesados investimentos em infra-estrutura como a nova frota de trens, e a reforma da estação do metrô de Stratford (na imagem). Deste transporte adatado desde o pique à mudança climática, faz parte o Sistema de Gestão da Energia. O qual pode ser automático ou remoto; focado na iluminação, calefação, e força.

O maravilhoso é o TCC Transport Coordination Centre de todo o Reino Unido, ou seja é a sinergia de todos os diversos meios de transporte: ônibus, lotação, taxi, trens, metrô, etc O que significa eficiência e informação de qualidade na hora de comprar a pasagem!

LONDON 2012 (31)

E também usando o Transporte Ativo, são as caminhadas e bicicleta, com vias pedestres e ciclovias. Em dezembro de 2011 ficam prontas 80 km de ambas duas em Londres e mais 20 km fora da cidade. Todo isto é possível pois num raio de 1km não há estacionamento para carros! Óbvio com a intenção de desmotivar seu uso. Os únicos estacionamentos –há diversos claro- são para os cadeirantes: “Blue Badge parking”.

Achei ótimo que a promoção da bicicleta é apoiada por mapas de ciclovias, e 400 lugares de estacionamiento para elas. E ainda um serviço de oficina mecânica para consertos.

O uso do transporte ativo reduz as emissões de gases efeito estufa, reduz a demanda de transporte nas horas do pique. E promociona um estilo de vida sadio, um daqueles 5 eixos de Londres 2012. Como também a comida saudável, e o uso de gasolina com baixo conteúdo de enxofre.

LONDON 2012 (30)

A visão do transporte de curta distância procura encorajar aos espectadores, funcionários e voluntários, ao uso do transporte público eficiente, a fazer caminhadas, e a usar a bicicleta.
Mas como se faz isto?

Pois com transporte público eficiente de graça nos dias dos eventos das Olimpíadas!!!

E na longa distância a estrategia é maximizar o uso do trem e desmotivar o uso do avião. Na imagem acima vemos o bonitinho DRL Docklands Light Railway, é um trem leve. Hoje é possível sim desde o continente européio atravesar pelo túnel o Canal Inglés por trem. Mas também na Europa o transporte aéreo é muito intenso e complicado, basta lembrar os problemas que deu o vulção aquele da Islândia nos aeroportos.

LONDON 2012 (29)

Vamos falar de Transporte & Logística nas Olimpíadas, é o famoso assunto da mobilidade. Do orçamento operativo dos Jogos o 5% é dedicado ao transporte. Já no mundo do total de energia consumida, a metade é na constução, um quarto é na indústria, e o resto no transporte. Além disso o transporte mecânico gera emissões de CO2 à atmosfera.

E tem outra coisa se você quer certificar uma edificação com LEED, há un item a pontuar, é o Materiais & Recursos. Trata- se de usar materiais e produtos locais para poupar deslocamentos. O critério atualiçado é usar materiais locais pesados e com pouca tecnologia. Mas sim pode-se trazer de mais longe outros materiais leves e com maior tecnologia incorporada. Por ex. Importar desde a Alemanha painéis fotovoltaicos.

O TRANSPORTE.
Há um plano de Transporte Sustentável, o qual vai-se atualiçando. Desde o pique considera os impactos meioambientais, é focado na mudança climática, na qualidade do ar, e no barulho.

PESCIA (3)

No próximo encontro vamos falar de Transporte & Logística em...Londres 2012 !