Pular para o conteúdo principal

Postagens

Earthship na Argentina (2)

A Earthship -navio terrestre- é uma casa auto-suficiente, capaz de produzir todo o necessário para a subsistência como eletricidade, água, climatização, e até alimentos. Só tem um detalhe...está construída com pneus, terra, vidro, latinhas, materiais salvados do aterro “sanitário”; face isso o idealizador delas Michael Reynolds  é conhecido como o Guerreiro dos Resíduos, Garbage Warrior. 




O desenho é balizado por seis critérios de desenho conforme a imagem acima: materiais de construção naturais e reciclados; energia elétrica solar e eólica; produção de alimentos; calefação e refrigeração geotérmica e solar; coleta das águas de chuva; tratamento do esgoto. Michael Reynolds vai ministrar seu curso teórico-prático construindo a segunda escola sustentável de América Latina em Mar Chiquita, província de Buenos Aires, acima o link de contato.

Postagens recentes

Earthship na Argentina (1)

Aos que procuram construir sua própria Earthship bem como aos estudantes, construtores, arquitetos e engenheiros; que tal fazer um curso na Argentina ?
As aulas são ministradas em espanhol e inglês, vocês vão aprender o conceito Earthship na sala de aula e fazendo mesmo ! No curso vão conhecer a Michael Reynolds, o criador destas edificações radicalmente auto-suficientes, como gosta de dizer ele; ainda acompanhados por 10 instrutores de Taos.
Quer saber o que é exatamente a filosofia Earthship ?
https://www.earthshipglobal.com/

Restaurante em Viena

Sabem onde é possível comer os mais gostosos cupcakes e bolos da Europa? Pois com certeza em Viena com sua tradicional pastelaria; hoje vamos visitar o Zum Schwarzen Kameel, um restaurante e loja de vinhos aberto ao público desde 1618; durante séculos ali foi escrita a história das delícias culinárias verdadeiramente vienenses. Estas delicatessen são para serem apreciadas com todos os sentidos, vejam as suas fantásticas cores, bem como os deliciosos cheiros e sabores ! Localizado na Bognergassse 5, vai fazer seu aniversário 400 ! Em 1618, Johan Baptist Cameel adquiriu o edifício, abrindo uma loja com alimentos exóticos e especiarias, a qual chamou de "Zum Schwarzen Kameel", “O Camelo Preto”. Dois séculos depois, o estabelecimento foi assumido por Joseph Stiebitz, o pai fundador da família, continuando com este paraíso de vinhos nobres e especiarias perfumadas. Com seus luxuosos produtos o Schwarze Kameel, foi nomeado Provedor da Corte Astro-Húngara em 1825, tornou-se um luga…

Bom Réveillon 2018 !

Para entrar no clima do Réveillon estou publicando este vídeo sobre uma maliciosa confusão, aquele cara que vai visitar uma Passivhaus, aí uma incomum anfitriã vem recebê-lo. 

Férias na Itália

Aos que estão saindo de férias, que tal viajar a conhecer este belo hotel no Tirol Sul ? O Hotel Bühelwirt fica no município de Valle Aurina no norte da Itália (Ahrntal), comuna italiana da região de Trentino-Alto Ádige, província de Bolzano. O hotel está localizado a 1.200 metros de altura e três quilômetros da estação de esqui de Klausberg; possui SPA, ainda é possível visitar as cachoeiras Reinbach, o castelo Taufers e, o Museu Etnológico. A sabedoria do escritório italiano Pedevilla Arquitetos, permitiu criar este belezura apelando a poucos materiais -o que produz uma sensação de homogeneidade- como o larício não tratado onde percebemos a calidez da madeira, o larício aparece nas janelas com bancos integrados, bem como nas paredes, pisos e corredores de circulação. A salientar que as janelas possuem esquadrias de alto desempenho, com uma ou duas câmaras de ar para fornecer isolamento térmico; um amigo que mora em Santa Catarina contou para mim que colocou este tipo de esquadrias e…

Hotel minimalista de montanha (1)

Quer saber onde fica este hotel de aparência austera ? Para os que gostam das etiquetas vamos dizer arquitetura minimalista, mas em correto português significa arquitetura austera, despojada, sem ornamentos, “sem frescuras”. No próximo encontro vamos ver.






Esverdeando as nossas cidades

Podemos esverdear as nossas cidades plantando árvores tal e como fez Curitiba, a capital verde da América; ou ainda com telhados e muros vegetais, em ambos os casos estamos repondo o verde destruído com a extensão de avenidas e a construção de edificações. Mas por que é tão importante acrescentar o verde nas cidades? Pois favorece o sombreamento melhorando a qualidade do ar; aliás o verde ajuda na luta contra o fenômeno da “ilha de calor”, onde o concreto aparece como um grande armazenador de calor. Pelo processo de evapotranspiração as plantas usam a energia calórica para evaporar a água, com isso são capazes de esfriar os prédios no verão, num processo similar ao que acontece no corpo humano. De quebra estamos lutando contra o alagamento das ruas, onde a rede pública de esgoto não consegue dar conta das chuvaradas intensas; estamos assim retrasando a chegada das águas pluviais ao coletor municipal. Mas do que falamos quando pensamos num telhado verde ou vegetal? Um telhado verde é a…